Associação Cultural Esporte Clube Baraúnas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde janeiro de 2015).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Baraúnas
ACECBaraunas.png
Nome Associação Cultural Esporte Clube Baraúnas
Alcunhas O Mais Querido
Tricolor de Mossoró
Leão do Oeste
Barú
Torcedor/Adepto Tricolor
Mascote Leão
Fundação 14 de janeiro de 1960 (57 anos)
Estádio Nogueirão
Capacidade 9.000
Localização Mossoró, Rio Grande do Norte RN, Brasil Brasil
Presidente Brasil Josirene Ribeiro
Treinador Brasil Ronaldo Bagé
Patrocinador Brasil Prefeitura de Mossoró
Brasil Mister Capas
Brasil Rebouças Supermercados
Brasil Canal TCM
Brasil Arena MM8
Brasil 95 FM Mossoró
Brasil Extinchamas
Brasil Sport Magia
Brasil Ibis Sorvetes
Brasil Casa dos Ferros
Brasil Academia Estação Fitness
Brasil Jonas O Construtor
Brasil Hectare Topografia
Material (d)esportivo Brasil Sport Magia
Competição Rio Grande do Norte Campeonato Potiguar
Divisão Rio Grande do Norte Primeira Divisão
Rio Grande do Norte CP 2018 á disputar
Rio Grande do Norte 2017 6º Colocado
Rio Grande do Norte 2016 5º colocado
Ranking nacional Baixa (29) 115º lugar, 444 pontos
Website [1]
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

A Associação Cultural Esporte Clube Baraúnas é um clube brasileiro de futebol, da cidade de Mossoró, no Estado do Rio Grande do Norte. Foi fundado como um bloco carnavalesco, em 1924, e só passou a ter um time de futebol, trinta e seis anos depois. Suas cores são verde, branco e vermelho.

Dos clubes do interior do estado é o que tem mais destaque nacional, além de ser o clube com mais participações em Campeonatos Brasileiros (dentre os clubes do interior). Ficou conhecido nacionalmente com a campanha da Copa do Brasil de 2005, quando o Leão do Oeste eliminou grandes clubes do futebol Brasileiro com destaque para Esporte Clube Vitória e Club de Regatas Vasco da Gama.

História[editar | editar código-fonte]

O Baraúnas é uma Associação Cultural que existe desde o ano de 1924, já que naquele ano, foi criado um bloco carnavalesco, que passou a representar a cidade, sobretudo, a população do Bairro Doze Anos. Na década de 1960, os diretores do bloco carnavalesco resolveram estender a sua atuação, criando o time de futebol, que passou a ser a maior paixão do povo mossoroense.

Desde os primórdios, o Tricolor mostrou a sua força e ganhou o primeiro campeonato que disputou: o Torneio Início do Campeonato Mossoroense. Nos três primeiros anos de vida, também se tornou tri-campeão mossoroense.

Nos anos seguintes, o clube ainda conquistou outros dois títulos do Campeonato Mossoroense e duas Taças Cidade de Mossoró.

Maior Campeão do Interior[editar | editar código-fonte]

O Baraúnas é o clube do interior do Rio Grande do Norte com o maior número de títulos que tem a chancela da Federação Norte-riograndense de Futebol, são oito ao total. O Tricolor conquistou dois títulos do Torneio Início, dois turnos do Campeonato Estadual, um Torneio Seletivo, duas Copas RN e ainda venceu o Campeonato Norte-riograndense duas vezes no ano de 2006.

O primeiro título oficial foi conquistado no ano de 1981, quando o Tricolor do Oeste ganhou o Torneio Início. No mesmo ano, o Esquadrão Tricolor ainda ganhou o III Turno do Campeonato Estadual.

O Leão continuou sua história de glórias nos anos seguintes e sagrou-se vice-campeão estadual no ano de 1987. O ano de 1988 foi ainda mais importante para o Tricolor, que venceu o Torneio Início, se tornando o maior campeão do interior da competição e ainda foi campeão do 2º Turno do Campeonato Estadual.

Antigo escudo

As glórias do Baraúnas aumentaram desde que o presidente João Dehon da Rocha assumiu o cargo em 2004. No primeiro ano do seu mandato, o Tricolor conquistou o Torneio Seletivo para a Série C do Campeonato Brasileiro e foi também campeão da Copa RN de Futebol.

Em 2006, a conquista foi ainda mais importante. O Baraúnas sagrou-se campeão estadual de futebol. Na ocasião, o Tricolor teve que disputar a decisão duas vezes, devido a um imbróglio judicial envolvendo ASSU e ABC. Nas duas oportunidades, o adversário do Barú foi o rival Potiguar, que perdeu as duas decisões.

Em 2007, o Tricolor conquistou novamente a Copa RN de Futebol, se tornando o maior campeão da competição, com duas taças.

Rompendo Fronteiras[editar | editar código-fonte]

O Baraúnas é o clube do interior do Rio Grande do Norte com o maior número de participações em competições interestaduais. O time se manteve na divisão de acesso do Campeonato Brasileiro por três anos, sendo o único clube do interior do RN a participar da Série B.

O clube participou de duas edições da Taça de Prata (80 e 82), que é equivalente a Série B atual e também disputou a Série B do Campeonato Brasileiro em 1989.

O Barú também foi o primeiro do interior do RN a participar de uma edição da Copa do Nordeste. O clube disputou o evento em 1999, por ter sido o terceiro colocado no Campeonato Estadual de 1998.

O Melhor Representante do Rio Grande do Norte na Copa do Brasil[editar | editar código-fonte]

O feito que trouxe mais reconhecimento nacional para o Baraúnas foi a campanha na Copa do Brasil no ano de 2005. O clube é o único do Rio Grande do Norte que conseguiu chegar as quartas-de-finais da competição nacional. Naquele ano, o Tricolor eliminou América Mineiro, Vitória e Vasco.

O Barú ainda mostrou as suas garras no ano de 2007, quando eliminou mais uma vez o Vitória, mas o Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Norte desclassificou o Tricolor de forma contestada, afirmando que o clube havia colocado o goleiro reserva Paulo Renato de forma irregular no banco de reservas.

Fim de jejum: E a Volta a um Campeonato Brasileiro[editar | editar código-fonte]

Depois de muito tempo fora de uma competição nacional, o Baraúnas conseguiu, no ano de 2012, um incrível acesso da série D para série C. Na competição o Leão do Oeste consegui a primeira colocação do seu grupo, indo pra fase final e eliminando os dois times paraibanos ,que disputavam o acesso, o Sousa e Campinense e caindo na semi-final, pro então campeão Sampaio Corrêa .

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais
Competição Títulos Temporadas
Rio Grande do Norte Campeonato Potiguar 1 2006
Rio Grande do Norte Copa RN 2 2004 e 2007
Rio Grande do Norte Torneio Início 2 1981 e 1988
Outras Conquistas
Competição Títulos Temporadas
Trophy (transp. Simón Bolívar Cup).png Trophy (transp. Simón Bolívar Cup).png Trophy (transp. Simón Bolívar Cup).png Trophy (transp. Simón Bolívar Cup).png Trophy (transp. Simón Bolívar Cup).png Campeonato Mossoroense 5 1961, 1962, 1963, 1967 e 1977
Trophy (transp. Simón Bolívar Cup).png Troféu Jornalista Souza Silva 1 1987
Trophy (transp. Simón Bolívar Cup).png Copa Oeste 1 2000
Trophy (transp. Simón Bolívar Cup).png Torneio de Verão 1 2001
Trophy (transp. Simón Bolívar Cup).png Torneio Seletivo para a série C 1 2004
Taça Cidade de Mossoró 3 1977, 1985, 1988

Outras Conquistas[editar | editar código-fonte]

Campanha de destaque[editar | editar código-fonte]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Últimas dez temporadas[editar | editar código-fonte]

Brasil Brasil BandeirasNordesteBrasil.gif Nordeste Rio Grande do Norte Rio Grande do Norte
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Copa do Nordeste Campeonato Potiguar
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Fase Máxima Div. Pos.
2005 C 50° 5 6 1 2 3 8 10 QF 1D
2006 C 48° 5 6 1 2 3 8 12 1D
2007 C Não classificado 1F 1D
2008 C Não classificado 1F 1D
2009 D Não classificado 1D
2010 D Não classificado 1D
2011 D Não classificado 1D
2012 D 26 14 7 5 2 19 10 1D
2013 C 20º 13 20 4 1 15 17 44 1D
2014 D 29º 8 8 2 2 4 8 14 1D
2015 D Não classificado 1D
Legenda:
     Campeão
     Vice-campeão
     Rebaixamento
     Acesso

Elenco Atual[editar | editar código-fonte]

Atualizado em: 10 de janeiro de 2017

Legenda:

Capitão Capitão


Goleiros
Jogador
Brasil Érico
Brasil Pop
Brasil Carlos Henrique
Defensores
Jogador Pos.
Brasil Nicollas Katayama Z
Brasil Luís Henrique Z
Brasil Robson Ferreira Z
Brasil Nildo Z
Brasil Radson Z
Brasil Luís Henrique Z
Brasil Alexsandro Vindo de Empréstimo LD
Brasil Johnson LD
Brasil Danilo LD
Brasil Jefferson Bala LE
Brasil David LE
Brasil Fabiano LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
Brasil Vinicius V
Brasil Bruno Potiguar V
Brasil Jefferson Costa V
Brasil Yago Júnior V
Brasil João Felipe V
Brasil Beleu Macaíba M
Brasil Eduardo M
Brasil Itallo Robben M
Atacantes
Jogador
Brasil Jardel
Brasil Rony
Brasil Caio Dittmar
Brasil Gabriel Maia
Brasil Romário
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Barata T

Transferências 2017[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde janeiro de 2012).

A origem do nome Baraúnas vem dos primeiros habitantes do local onde surgiria a cidade de Mossoró. Na margem esquerda do Rio Apodi, viviam os monxorós (tribo que deu nome à cidade). O cacique da tribo recebia a denominação de baraúna.

Em princípios do ano de 1924, antes do carnaval, o Sr. Vicente Eufrásio fundou um bloco denominado Baraúnas, em homenagem ao cacique que dirigia a tribo Monxorós. O bloco carnavalesco, que existiu até a década de 80 (quando foi extinto o carnaval de rua em Mossoró), apresentava as cores vermelho, verde e branco, e originaria, anos mais tarde, a Associação Cultural Esporte Clube Baraúnas.

Polêmicas[editar | editar código-fonte]

No ano de 2006, quando o Baraúnas já era campeão estadual, a Justiça Desportiva do Rio Grande do Norte reverteu o título do clube, graças a uma briga nos tribunais envolvendo ABC e ASSU.

Os dois clubes pleiteavam uma vaga na semifinal do Campeonato Potiguar daquele ano, vaga esta que acabou ficando com o ABC. Porém, este seria eliminado pelo Potiguar nas semifinais. O ASSU, por sua vez, recorreu ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva, no Rio de Janeiro, e conseguiu anular as partidas disputadas pelo ABC nas semifinais. Entretanto, após disputa em campo com o Potiguar, o ASSU também foi eliminado.

Na decisão do campeonato, a qual fora repetida após a anulação das partidas, o Baraúnas bateu novamente o Potiguar e foi o campeão.

O Baraúnas foi eliminado da Copa do Brasil de 2007 por um erro da CBF. O Baraúnas havia eliminado o Vitória; entretanto, o STJD desclassificou o clube por ter supostamente utilizado um jogador não inscrito na competição. Posteriormente, a CBF admitiu que seu departamento de registro havia cometido um equívoco, porém sem reaver a vaga conquistada pelo Baraúnas.

Santo Padroeiro[editar | editar código-fonte]

O Baraúnas tem Santa Luzia como protetora, que é a padroeira dos mossoroenses.

Ídolos[editar | editar código-fonte]

  • Etevaldo (anos 60)
  • Romildo (anos 80)
  • Cícero Ramalho (anos 90 e 00)
  • Isaías (anos 90 e 00)
  • Paulo Renato ( anos 90 )
  • Nildo (anos 90 e 00)
  • Itamar Cabral ( anos 70 e 80)
  • Normando (anos 80)
  • Indio (anos 00)
  • Mauricio Pantera (anos 00)
  • Luciano Paraíba (anos 00)
  • Wassil Mendes (anos 00)
  • Paulo Moroni (anos 00)
  • Alessandro Reis (anos 2014)

Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

Ranking atualizado em dezembro de 2015

  • Posição: 86º
  • Pontuação: 678 pontos[1]

Ranking criado pela Confederação Brasileira de Futebol para pontuar todos os clubes do Brasil[2].

Rivalidade[editar | editar código-fonte]

Seu principal rival no futebol é o Potiguar, também da cidade de Mossoró. Disputam o emocionante Clássico Potiba.

Até 21 de março de 2013 o Baraúnas tem uma pequena desvantagem nos históricos dos clássico, o Leão soma 32 vitórias já o o rival soma 36, sendo 34 empates.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. RNC - RANKING NACIONAL DOS CLUBES 2015 Confederação Brasileira de Futebol - acessado em 11 de dezembro de 2014
  2. Cruzeiro lidera o Ranking Nacional de Clubes 2015 CBF
Bandeira do Rio Grande do Norte.svg A Wikipédia possui o Portal do Rio Grande do Norte. Artigos sobre história, cultura, atrações, personalidades e geografia.
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.