Ricardo Quaresma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde janeiro de 2013) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Quaresma, veja Quaresma (desambiguação).
Ricardo Quaresma
Ricardo Quaresma
Ricardo Quaresma pela Seleção Portuguesa em 2017.
Informações pessoais
Nome completo Ricardo Andrade Quaresma Bernardo
Data de nasc. 26 de setembro de 1983 (34 anos)
Local de nasc. Lisboa[1], Portugal
Nacionalidade portuguesa
Altura 1,75 m
Destro
Apelido RQ7[2], Lelito, El Cigano,
Harry Potter,[3] Mustang[4]
Informações profissionais
Clube atual Beşiktaş
Número 7
Posição Extremo
Clubes de juventude
1997–2001 Sporting
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2001–2003
2003–2004
2004–2008
2008–2010
2009
2010–2012
2013
2014–2015
2015–
Sporting
Barcelona
Porto
Internazionale
Chelsea (emp.)
Beşiktaş
Al-Ahli
Porto
Beşiktaş
0074 000(10)
0028 0000(1)
0156 000(30)
0032 0000(1)
0005 0000(0)
0073 000(18)
0010 0000(2)
0067 000(19)
0114 000(15)
Seleção nacional3
1994–1995
1995
1996–1997
1998–2000
2003–
Portugal sub-17
Portugal sub-19
Portugal sub-20
Portugal sub-21
Portugal
0001 0000(0)
0003 0000(0)
0009 0000(0)
0014 0000(1)
0074 0000(9)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 23 de outubro de 2017.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 26 de março de 2018.

Ricardo Andrade Quaresma Bernardo ComM (Lisboa,[1] 26 de setembro de 1983) é um futebolista português que joga como extremo. Atualmente joga no Beşiktaş e na Seleção Portuguesa.

É sobrinho-neto doutro futebolista internacional português famoso, Artur da Silva Quaresma.[5] Em Portugal, é por vezes apelidado de "o cigano".

Carreira[editar | editar código-fonte]

Sporting[editar | editar código-fonte]

Estreou-se na equipa principal quando tinha apenas 17 anos, contra o FC Porto e pela mão de László Bölöni, na época de 2000/01, tendo Cristiano Ronaldo aparecido na época seguinte. Deu nas vistas devido às suas constantes fintas perante os adversários. No seu primeiro ano como sénior no Sporting fez a Dobradinha (conquista do Campeonato Nacional e da Taça de Portugal).

Na sua segunda época no Sporting confirmou todo o seu talento, sendo a primeira opção do treinador para as alas em detrimento de Cristiano Ronaldo. Em 2002/2003, o Sporting ficou classificado no 3.º lugar a 17 pontos do FC Porto de Mourinho e na Taça de Portugal ficou-se pelos Quartos-de-final, tendo perdido com a Naval. Os adeptos culparam László Bölöni por não ter apostado em Ricardo Quaresma e Cristiano Ronaldo ao mesmo tempo. Com o Sporting obrigado a facturar dinheiro, teve de vender Quaresma e Ronaldo. Quaresma foi para o Barcelona. O Sporting contratou para os seus lugares o brasileiro Fabio Rochemback, ao Barça, e o argentino Juan Casagrande, que esteve apenas 2 meses em Alvalade, saindo por empréstimo para os espanhóis do Alavés.

Barcelona[editar | editar código-fonte]

No seu jogo de estreia, um amigável contra o AC Milan, marcou um golo tendo Ronaldinho, também recém-chegado, marcado outro. Durante o Euro 2004, onde não jogou por não ter sido convocado, afirmou não jogar mais no Barcelona enquanto lá estivesse Frank Rijkaard e alguns clubes europeus mostraram interesse no jogador. Mas o FC Porto levava vantagem porque oBarcelona estava muito interessado em Deco, ao início mostrou-se relutante em voltar a Portugal mas acabou mudando de ideias.

FC Porto[editar | editar código-fonte]

Ingressou no FC Porto em 2004, com a venda de Deco ao Barcelona. Foi um jogador-chave na táctica de Co Adriaanse contribuindo para a sua primeira Tripleta (conquista do Campeonato Nacional, Taça de Portugal e Supertaça Cândido de Oliveira). Mesmo assim, não conseguiu fazer parte dos escolhidos de Scolari para o Mundial 2006.

Em 2006/2007, conseguiu fazer uma época ainda melhor que as anteriores. Na Liga dos Campeões não teve tanta sorte. Ganhou a Bwin Liga com apenas um ponto de vantagem sobre o seu antigo clube, o Sporting.

Internazionale[editar | editar código-fonte]

Em 31 de agosto de 2008, assinou com a Internazionale até 2013.

Na Itália, não conseguiu mostrar o porquê da sua contratação, mostrando enormes dificuldades em adaptar-se a Serie A e a um campeonato mais competitivo. Entretanto, na temporada 2009-10, venceu a Serie A, a Coppa Italia, e a UEFA Champions League mesmo sem estar em campo nas conquistas de sua equipe.

Chelsea[editar | editar código-fonte]

Em 2 de fevereiro de 2009, não havia sido inscrito para as oitavos de final da Liga dos Campeões 2008/09, pois estava conversando com Tottenham Hotspur sobre uma possível transferência, mas antes de fechar negócio, surgiu uma proposta de empréstimo oferecida pelo Chelsea com melhores valores que foram aceites pela Internazionale. No clube londrino, porém, atuou pouquíssimas vezes.

Beşiktaş[editar | editar código-fonte]

Chegou à Inter depois de passar pelo Chelsea, mas não entrou nos planos de José Mourinho durante a última temporada.

Não foi convocado para a seleção portuguesa que disputa o Mundial da África do Sul.

Em 13 de junho de 2010, fechou com o Beşiktaş JK da Turquia depois de longas e difíceis negociações com a Internazionale. O Beşiktaş pagou 7,3 milhões de euros com um contrato de três anos.

Foi suspenso pelo clube após ter discutido com o então técnico Carlos Carvalhal no vestiário.

O jogador rescindiu com o clube no dia 20 de dezembro de 2012, seis meses antes do final do seu contrato.

Em julho de 2015, regressou ao clube por cerca de 5 M €.

Al-Ahli[editar | editar código-fonte]

Assinou pelo Al-Ahli no mercado de Inverno da época 2012/2013, tendo, no entanto, realizado apenas 10 jogos e marcado 2 golos, devido a uma lesão que contraiu e que o afastou dos relvados em Junho.

Acertou a rescisão com o Al-Ahli para assinar pelo FC Porto no dia 1 de janeiro de 2014.

FC Porto[editar | editar código-fonte]

Foi apresentado como reforço do Futebol Clube do Porto dia 1 de janeiro de 2014, ingressando a custo 0 vindo do Al-Ahli, regressando assim ao clube que representou entre 2004 e 2008.

Selecção Nacional[editar | editar código-fonte]

Tem sido chamado para a Seleção desde as camadas jovens. Em 2000, ganhou o Campeonato da Europa Sub-17. No Mundial 2002, António Oliveira ainda pôs a hipótese de o convocar, causando grande polémica. A sua estreia na Seleção A foi em junho de 2003, num amigável contra a Bolívia. Devido à sua lesão no pé direito em 2004, não pôde participar no Campeonato Europeu de Sub-21, no Euro 2004 e nas Olimpíadas de Atenas 2004. Foi convocado para apenas um jogo de apuramento para o Mundial 2006 contra a Eslováquia, nem tendo sido seleccionado para o Mundial 2006, o que gerou grande polémica por por parte da imprensa portuguesa. Em vez disso, foi convocado para o Europeu de Sub-21, que se realizou em Portugal. Na época de 2006/2007, começou finalmente a ser chamado por Scolari onde agora forma uma dupla com Cristiano Ronaldo nas alas. Foi convocado para o Euro 2008. Mais tarde Portugal iria ser eliminado pela Alemanha.

Foi convocado em alguns jogos para a fase de qualificação para o Mundial 2010, mas rapidamente perdeu a titularidade, ainda em 2008. Só foi convocado novamente em 2010, para a fase de qualificação do Euro 2012.

Volta a falhar uma convocatória para a Seleção Nacional, não tendo sido convocado para o Mundial de 2014, que se realizou no Brasil.

A 3 de outubro de 2014, voltou a ser convocado por Fernando Santos na que foi a primeira convocatória do novo selecionador, que substituiu Paulo Bento. Desde então, mantém o seu nome nas listas de convocados da seleção das quinas.

Foi convocado para o Euro 2016 na França. Em consequência, após a conquista do Campeonato Da Europa, a 11 de julho de 2016 foi feito Comendador da Ordem do Mérito.[6]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Golos Internacionais
# Data Local Adversário Score Resultado Competição
1. 24 de mrço de 2007 Lisboa, Portugal Flag of Belgium (civil).svg Bélgica 4–0 Vitória Qualificação UEFA Euro 2008
2. 6 de fevereiro de 2008 Zurique, Suíça Flag of Italy.svg Itália 1–3 Derrota Amigável
3. 11 de junho de 2008 Genebra, Suíça Bandeira da República Checa República Checa 3–1 Vitória Euro 2008
4. 11 de outubro de 2014 Paris, França Bandeira da França França 2–1 Derrota Amigável
5. 29 de maio de 2016 Porto, Portugal Flag of Norway.svg Noruega 3–0 Vitória
6. 8 de junho de 2016 Lisboa, Portugal Flag of Estonia.svg Estónia 7–0 Vitória
7.
8. 25 de junho de 2016 Lens, França Bandeira da Croácia Croácia 0–1 Vitória Euro 2016
9. 18 de junho de 2017 Kazan, Rússia Flag of Mexico.svg México 2–2 Empate Copa das Confederações

Títulos[editar | editar código-fonte]

Sporting
FC Porto
Chelsea
Internazionale
Beşiktaş
Selecção Portuguesa

Prémios individuais[editar | editar código-fonte]

  • Futebolista Português do Ano: 2005 e 2006
  • Dragão de Ouro - Futebolista do Ano: 2006
  • Personalidade Portuguesa do Ano: 2007

Referências

  1. a b «Ricardo Quaresma». Federação Portuguesa de Futebol 
  2. Renascença. «Ninguém pára "RQ7". Quaresma eleito o melhor da jornada de Liga Europa - Renascença». Renascença. Consultado em 26 de agosto de 2017 
  3. «Quaresma, o 'Harry Potter', fez magia no regresso ao Dragão». Notícias ao Minuto. Consultado em 26 de agosto de 2017 
  4. «A nova 'máquina' de Quaresma só podia ser... um Mustang». record.pt. Consultado em 26 de agosto de 2017 
  5. «Morreu Artur da Silva Quaresma». Jornal de Notícias. 3 de Dezembro de 2011. Consultado em 30 de março de 2016 
  6. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Ricardo Andrade Quaresma Bernardo". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 9 de fevereiro de 2018 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ricardo Quaresma

Ligações externas[editar | editar código-fonte]