Paulo Jorge Gomes Bento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paulo Bento
Paulo Bento
Paulo Bento em 2009
Informações pessoais
Nome completo Paulo Jorge Gomes Bento
Data de nasc. 20 de junho de 1969 (47 anos)
Local de nasc. Lisboa, Portugal
Nacionalidade Portugal portuguesa
Altura 1,75 m
Informações profissionais
Equipa atual Grécia Olympiacos
Posição Médio defensivo
Função Treinador
Clubes de juventude
Portugal Palmense
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1987–1988
1988–1989
1989–1991
1991–1994
1994–1996
1996–2000
2000–2004
Portugal Oriental
Portugal Benfica
Portugal Estrela da Amadora
Portugal Vitória de Guimarães
Portugal Benfica
Espanha Real Oviedo
Portugal Sporting
0013 0000(0)
0020 0000(2)
0037 0000(0)
0095 000(13)
0049 0000(2)
0136 0000(4)
0092 0000(2)
Seleção nacional
1992–2003 Flag of Portugal.svg Portugal 0035 0000(0)
Times/Equipas que treinou
2005–2009
2010–2014
2016
2016–
Portugal Sporting
Portugal Portugal
Brasil Cruzeiro
Grécia Olympiacos
0229
0044
0017
0000
Última atualização: 25 de julho de 2016

Paulo Jorge Gomes Bento (Lisboa, 20 de junho de 1969) é um treinador e ex-futebolista português. Atualmente está no Olympiacos.

Jogador[editar | editar código-fonte]

Enquanto jogador ocupava a posição de médio defensivo. Começou nas escolas do Palmense, seguindo a carreira profissional no Benfica. Seguiram-se Estrela da Amadora, Vitória de Guimarães, Benfica, Real Oviedo e por fim Sporting, onde encerrou a carreira futebolística.

Foi 35 vezes internacional por Portugal, estreou-se com a camisola da Seleção Nacional a 15 de janeiro de 1992, no empate 0-0 contra a Espanha, e finalizou a sua carreira internacional no infeliz 0-1 contra Coreia do Sul, a 14 de Junho de 2002, que ditou o afastamento de Portugal do Campeonato do Mundo de 2002 ainda na fase de grupos da competição. Encerrou a carreira de jogador em 2004, aos 34 anos.

Treinador[editar | editar código-fonte]

Depois de anunciar o fim da carreira num comunicado emotivo, tornou-se treinador da equipa Júnior do Sporting Clube de Portugal. Nessa mesma época conquistou o Campeonato Nacional de Juniores, trabalhando com uma equipa com grande potencial. Depois do despedimento de José Peseiro após o fiasco do mesmo nas competições europeias foi chamado a treinar a equipa sénior do Sporting Clube de Portugal.

Conquistou em 4 épocas 4 segundos lugares consecutivos, sempre atrás do FC Porto, 2 Taças de Portugal e 2 Supertaças Cândido de Oliveira.

A 6 de Novembro de 2009 demitiu-se do cargo de treinador do Sporting.[1].

É o único dos principais futebolistas e treinadores portugueses da sua geração que nunca foi condecorado.[2]

Selecção Portuguesa[editar | editar código-fonte]

A 21 de Setembro de 2010, Paulo Bento, de 41 anos, foi designado como novo seleccionador Nacional, com o contrato previsto para terminar em 2012. Estreou-se na selecção com uma vitória por 3-1 (golos de Nani e C. Ronaldo) contra a Dinamarca no Estádio do Dragão num jogo de Apuramento para o Europeu 2012. Nova vitória frente à selecção da Islândia por 3-1, trouxe nova confiança à selecção nacional portuguesa que termina o ano de 2010 no segundo lugar da fase de apuramento do Europeu de 2012. A 17 de Novembro comandou Portugal a uma vitória histórica frente a Espanha, campeã do mundo, por expressivos 4-0, no estádio da Luz, em Lisboa.

Conseguiu um apuramento sofrido para o Euro 2012, no qual ficou no "Grupo da Morte", com a Alemanha, Dinamarca e Países Baixos.

Foi o treinador mais jovem a participar nesta edição do Campeonato Europeu de Futebol.[carece de fontes?] Portugal conseguiu o apuramento para os quartos-de-final, onde jogou com a República Checa, com uma vitória por 1-0, passando para as meias-finais onde jogou com a Espanha, conseguindo anular a campeã do Mundo e da Europa e com uma excelente exibição, perdendo apenas nos pênaltis.

A 9 de Abril de 2014 a Federação Portuguesa de Futebol prolongou o seu contrato até o fim da fase final do Euro 2016.[3] Entretanto, no dia 11 de Setembro de 2014, após derrota contra a Albânia em Aveiro, na primeira partida das Qualificações para o Campeonato Europeu de 2016, a Federação Portuguesa decidiu rescindir seu contrato.[4]

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Em 11 de maio de 2016 o Cruzeiro do Brasil anunciou a sua contratação até dezembro de 2017.[5] Estreou na segunda rodada do Campeonato Brasileiro de 2016 com um empate contra o Figueirense no Mineirão.[6] Duas rodadas depois, foi expulso de campo nos momentos finais da partida contra o América Mineiro por discutir com o treinador adversário, Givanildo Oliveira, que também foi expulso.[7] Mesmo com o time ainda em formação e terminando a partida com oito jogadores em campo, Bento venceu em 12 de Junho seu primeiro clássico estadual como treinador do clube, contra o Atlético-MG.[8]

Foi dispensado em 25 de julho, um dia após a equipe ser derrotada em seu estádio por 1–2 para o Sport, resultado que deixou o clube na penúltima posição no Campeonato Brasileiro naquela rodada.[9]

Olympiacos[editar | editar código-fonte]

No dia 11 de agosto de 2016, Paulo Bento foi confirmado como novo treinador do Olympiacos.[10]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 19 de agosto de 2016.

Clube Jogos Vitórias Empates Derrotas Aproveitamento
Sporting 229 139 51 39 60,70%
Seleção Portuguesa 44 24 11 9 54,55%
Cruzeiro 17 6 3 8 41,17%
Olympiacos 1 1 0 0 100%

Títulos[editar | editar código-fonte]

Jogador[editar | editar código-fonte]

Estrela da Amadora
Benfica
Sporting Clube de Portugal

Treinador[editar | editar código-fonte]

Sporting Clube de Portugal

Referências

  1. CMVM.pt (6 de Novembro de 2009). «Comunicado» (PDF). 
  2. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Paulo Jorge Gomes Bento". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 2014-07-07. 
  3. «Paulo Bento até 2016». FPF. 9 de abril de 2014. 
  4. «Paulo Bento já não é selecionador nacional». Diário de Notícias. 11 de setembro de 2014. 
  5. «Paulo Bento é anunciado como o novo técnico do Maior de Minas». Sítio oficial Cruzeiro Esporte Clube. 11 de maio de 2016. 
  6. «Na estreia do técnico Paulo Bento, Cruzeiro sofre para empatar com Figueirense no Mineirão». Superesportes. 21 de maio de 2016. 
  7. «Após discussão, Paulo Bento e Givanildo são expulsos no fim do jogo». Globoesporte. 28 de maio de 2016. 
  8. «Paulo Bento vence dérbi com apenas oito em campo». O Jogo. Consultado em 2016-06-13. 
  9. «Paulo Bento não suporta pressão e é demitido do Cruzeiro». UOL. 25 de julho de 2016. 
  10. Paulo Bento vai treinar Olympiacos
Precedido por
José Peseiro
Treinador do Sporting
2005–2009
Sucedido por
Carlos Carvalhal
Precedido por
Carlos Queiroz
Treinador da Selecção Portuguesa
2010–2014
Sucedido por
Fernando Santos
Precedido por
Deivid
Treinador do Cruzeiro
2016
Sucedido por
Mano Menezes
Precedido por
Víctor Sánchez
Treinador do Olympiaco
2016–
Sucedido por
'