Clube Oriental de Lisboa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Oriental
[[Ficheiro:
Clube Oriental de Lisboa
|150px|]]
Nome Clube Oriental de Lisboa
Alcunhas C.O.L
Torcedor/Adepto Orientalista
Fundação 8 de agosto de 1946 (69 anos)
Estádio Estádio Engenheiro Carlos Salema
Capacidade 4000
Localização Freguesia de Marvila, Lisboa,  Portugal
Presidente João António Nabais
Treinador João Barbosa
Patrocinador Starnáutica
Material esportivo C.O.L.
Competição Segunda Liga
Campeonato Nacional de Seniores 2013/2014 Campeonato Nacional de Seniores, 1º
II Divisão B (Zona Sul) 2012/2013 II Divisão B (Zona Sul), 5º
II Divisão B (Zona Sul) 2011/2012 II Divisão B (Zona Sul), 3º
Website http://www.oriental.pt/
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Clube Oriental de Lisboa, ou apenas Oriental é um dos clubes históricos da cidade de Lisboa, mais precisamente da freguesia de Marvila, Portugal. Criado em 1946, o C.O.L. é, e sempre foi, um clube ecléctico, que apesar de ter no Futebol a sua maior e mais premiada modalidade (foi promovido na época de 2013/2014 à Segunda Liga, feito que não atingia havia várias décadas), conta com variadas categorias além do futebol, como o Andebol, Voleibol, Basquetebol, Triatlo, Ginástica de Representação, entre outras.

Plantel de futebol[editar | editar código-fonte]

Nº. Posição Jogador
Portugal GR Rúben Alfaiate
1 Portugal GR Ricardo Janota
12 Portugal GR Tiago Mota
Nº. Posição Jogador
Argentina DF Cristian Tissone
14 Portugal DF Yago Fernández
20 Portugal DF Daniel Almeida
26 Portugal DF Tiago Rosa
25 Portugal DF João Pedro
5 Portugal DF Carlos Alves
15 Portugal DF João Amorim
44 Portugal DF Hugo Grilo
Nº. Posição Jogador
Portugal MC Alexandre Rita
7 Portugal MC Salito
18 Argentina MC Juan Córdoba
17 Guiné-Bissau MC Leonel Alves
3 Portugal MC Jaime Seidi
8 Portugal MC Pedro Alves
2 Cabo Verde MC Tom
Portugal MC Tiago Mota
6 Portugal MC Bruno Aguiar
10 Angola MC Valdo Alhinho
Nº. Posição Jogador
23 Portugal AV Henrique Gomes
9 Portugal AV Carlos Saleiro
11 Brasil AV Evandro Roncatto
13 Cabo Verde AV Ballack
52 Portugal AV Mauro Bastos
77 Portugal AV Miguel Paixão

História[editar | editar código-fonte]

A Fundação e os primeiros passos[editar | editar código-fonte]

Referência geral: [1]

O Clube Oriental de Lisboa foi fundado formalmente a 8 de Agosto de 1946, resultando da fusão de Chelas Futebol Clube, Marvilense Futebol Clube e Grupo Desportivo Os Fósforos. Em 1936 surgiu a primeira ideia de criar um clube único que representasse toda a zona oriental de Lisboa, mas na altura o idealizador, Rui de Seixas (Presidente do Chelas Futebol Clube) foi muito criticado.

Apesar de serem três colectividades rivais, responsáveis de todas acabaram por considerar a ideia de fusão em Abril de 1946 no "Café Gelo". O projecto recebeu a aprovação de dirigentes e massas associativas, e no mês seguinte foi publicada no jornal República a intenção de se proceder à junção dos clubes.

O projecto foi a votos a 31 de Julho de 1946, com as assembleias-gerais de Chelas, Marvilense e Os Fósforos a aprovarem, pela maioria de 89% dos votos, a fusão. O Clube Oriental de Lisboa nasceu a 8 de Agosto de 1946, com a assembleia-geral a decorrer nas instalações do Marvilense. A reunião aprovou os estatutos e redigiu a primeira acta oficial da nova agremiação. Neste último documento, os três clubes fundadores declararam os bens materiais que tinham para disponibilizar ao COL, sendo igualmente definidas as cores (grená na camisola, calções brancos e meias em ambas as cores) e, por unanimidade, o emblema (junção dos logótipos dos três clubes antecessores).

Na altura, o jornal República noticiou as bases para a constituição de uma “poderosa organização desportiva e cultural, um bloco forte e unido na defesa da saúde, da educação, dos interesses, enfim, da juventude da zona oriental de Lisboa”.

O primeiro jogo do Oriental foi contra o rival e então campeão nacional em título Belenenses, com os azuis a ganharem por 2-1 nas Salésias. Logo na época de 1946/47 há registo da primeira temporada oficial do Oriental, sendo vencedor da série 7 do segundo escalão do futebol português. Em 1949/50 ganhou a Série C da 2ª Divisão para alcançar pela primeira vez a promoção à 1ª Divisão, onde se estreou com um honroso quinto lugar. Nesta primeira incursão pelo principal escalão do futebol português, o Oriental permaneceu durante três épocas, regressando em 1956 para mais duas temporadas consecutivas, feito repetido em 1973/74 e 1974/75.[2] [3]

Emblema e cores[editar | editar código-fonte]

Referência geral: [4]

O emblema e cores do COL remonta à data de fundação do clube, embora no primeiro jogo tenha sido usado um símbolo improvisado, dado o "atraso" na chegada dos primeiros equipamentos. O emblema e as cores foram definidas na Assembleia-Geral do dia da fundação do clube.

O emblema resulta da conjugação dos elementos dos logótipos dos clubes fundadores do Oriental - Os Fósforos, Marvilense e Chelas FC. Deste último, transita a bola com as letras que marca actualmente o centro do emblema; de Os Fósforos ficou a águia no topo do emblema, que tem o formato usado no do Marvilense.

Apesar do primeiro jogo ter sido disputado com um outro emblema devido a problemas logísticos, o grená marcou sempre as camisolas do Oriental, cujo símbolo improvisado foi apenas usado no primeiro duelo da história, com o Belenenses. Daí em diante, até aos dias de hoje, o mesmo emblema tradicional tem sido sempre usado pelo Oriental de Lisboa.

Estádio[editar | editar código-fonte]

A equipa disputa os seus jogos em casa no Estádio Engenheiro Carlos Salema. O recinto remonta a 1949, quando foi construído o primeiro campo do clube no sítio do actual espaço. Ao longo dos anos foi sofrendo diversas melhorias e "resistiu" ao ambicioso projecto do Estádio da Madre de Deus, até assumir a sua forma actual em 1991. Tem capacidade para 4000 pessoas.[5] [6]

Outras modalidades[editar | editar código-fonte]

Referência geral: [7]

O Oriental tem apostado em várias modalidades além do futebol ao longo da sua história. Basquetebol, xadrez, ténis de mesa ou hóquei de campo são alguns dos desportos praticados no popular emblema de Marvila. No andebol, por exemplo, o COL estava ao nível dos melhores clubes nacionais na vertente de equipas de 11 jogadores.

O basquetebol, sobretudo com a sua equipa feminina, orgulhou bastante o COL, tal como o hóquei em campo e a Vela. Estando perto do Rio Tejo, a colectividade lisboeta chegou a construir e dar o nome a uma classe competitiva, a "Classe Oriental", cujas embarcações eram desenhadas e concebidas de raiz nos estaleiros do Oriental. Eram específicas para navegarem no Tejo. Apesar da popularidade que chegou a ter, o Clube de Vela do Oriental acabou por encerrar pouco depois do 25 de Abril de 1974, em meados desse ano, devido a vários factores.

O ténis de mesa chegou a oferecer alguns títulos distritais ao popular clube lisboeta, enquanto com o xadrez a sede do COL viu diversos praticantes experientes e outros "aprendizes" a jogar no tabuleiro.

Actualmente, as modalidades praticadas para além do futebol são andebol, voleibol, basquetebol, triatlo, ginástica, natação, desportos de combate, entre outras.

Histórico do futebol[editar | editar código-fonte]

Nº Presenças Títulos
Temporadas na 1ª 7 0
Temporadas na 2ª 0 0
Temporadas na 2ªB 16 3
Temporadas na 3ª 2 1
Competições Regionais 4 3
Taça de Portugal 62 0
Taça da Liga 0 0

Por épocas[editar | editar código-fonte]

Época Competição Escalão Classificação
1998/99 II Divisão B - Zona Sul III
1999/00 II Divisão B - Zona Sul III 10º
2000/01 II Divisão B - Zona Sul III 18º Despromovido à III Divisão
2001/02 III Divisão - Série ? IV ? Promovido à II Divisão B
2002/03 II Divisão B - Zona Sul III 14º
2003/04 II Divisão B - Zona Sul III 12º
2004/05 II Divisão B - Zona Sul III 15º
2005/06 II Divisão - Série D III 16º Despromovido à III Divisão
2006/07 III Divisão - Série E IV
2007/08 III Divisão - Série E IV
III Divisão - Série E (Promoção) IV Promovido à II Divisão
2008/09 II Divisão - Série D III
II Divisão - Serie D (Descida) III
2009/10 II Divisão - Zona Sul III
2010/11 II Divisão - Zona Sul III
2011/12 II Divisão - Zona Sul III
2012/13 II Divisão - Zona Sul III
2013/14 CNS - Série G III
CNS - Zona Sul (Subida) III Promovido à II Liga
2014/15 II Liga II 15º

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Liga Portuguesa[editar | editar código-fonte]

Temporada
Melhor Classificação 1950/1951
Pior Classificação 14º 1957/1958

Taça de Portugal[editar | editar código-fonte]

Temporada
Melhor Classificação Oitavos de Final ( Futebol Clube do Porto 6- 0 Clube Oriental de Lisboa ) 1975/1976

Referências

  1. Clube Oriental de Lisboa. Oriental: História - A Fundação Clube Oriental de Lisboa. Visitado em 16 de Agosto de 2015.
  2. Soccer Library. Table of Honor – soccerlibrary.free.fr (PDF) 102, 103, 104, 105 pp. Soccer Library. Visitado em 16 de Agosto de 2015.
  3. ZeroZero. Oriental - Palmarés ZeroZero. Visitado em 16 de Agosto de 2015.
  4. Clube Oriental de Lisboa. Oriental: História - O Emblema Clube Oriental de Lisboa. Visitado em 16 de Agosto de 2015.
  5. MaisFutebol. Oriental Lisboa: Estádio - Campo Engenheiro Carlos Salema Media Capital. Visitado em 16 de Agosto de 2015.
  6. Clube Oriental de Lisboa (COL). História | O Campo de Sonho COL. Visitado em 16 de Agosto de 2015.
  7. Clube Oriental de Lisboa. Oriental: História - O Ecletismo Clube Oriental de Lisboa. Visitado em 16 de Agosto de 2015. "Para ver as modalidades actuais, passar também no menu superior, secção "Modalidades""

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Página do clube

Ícone de esboço Este artigo sobre um clube de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.