Alessandro Nesta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Alessandro Nesta
Alessandro Nesta
Nesta atuando pelo Montreal Impact em 2013
Informações pessoais
Nome completo Alessandro Giovanni Faccutio
Nesta
Data de nasc. 19 de março de 1976 (45 anos)
Local de nasc. Roma, Itália
Nacionalidade italiano
Altura 1,87 m
destro
Apelido Sandro
Informações profissionais
Equipa atual sem clube
Posição ex-zagueiro
Função treinador
Clubes de juventude
1985–1993 Lazio
Clubes profissionais
Anos Clubes
1993–2002
2002–2012
2012–2013
2014
Lazio
Milan
Montreal Impact
Chennaiyin
Seleção nacional
1994
1995–1996
1996
1996–2006
Itália Sub-18
Itália Sub-21
Itália Olímpica
Itália
Times/Equipas que treinou
2016–2017
2018–2019
2019–2021
Miami FC
Perugia
Frosinone

Alessandro Giovanni Faccutio Nesta (Roma, 19 de março de 1976) é um treinador e ex-futebolista italiano que atuava como zagueiro.[1] Atualmente está sem clube.

Como jogador, foi um dos maiores defensores do futebol italiano. Bastante conhecido pelo seu forte ritmo de jogo durante os 90 minutos, era impecável nos desarmes e cometia pouquíssimas faltas. Abusava da elegância, classe, e tinha excelente distribuição na saída de jogo.[2][3]

Nesta fez carreira na Lazio e no Milan, clubes pela qual conquistou três títulos do Campeonato Italiano, três títulos da Copa da Itália, dois títulos da Liga dos Campeões da UEFA e uma Copa do Mundo de Clubes da FIFA. Foi também frequentemente convocado para a Seleção Italiana. Desde a sua estreia em 1996, atuou em 78 partidas. Pela Azzurra, disputou os Jogos Olímpicos de Verão de 1996, três Eurocopas e três Copas do Mundo FIFA. Esteve na Seleção Italiana que chegou a final da Euro 2000, e posteriormente se aposentou da Seleção após a conquista da Copa do Mundo FIFA de 2006.[4]

Encerrou sua carreira de jogador em 2014, e em setembro de 2015 foi anunciado como treinador do Miami FC, equipe que estreou na temporada 2016 da North American Soccer League.

Carreira como jogador[editar | editar código-fonte]

Lazio[editar | editar código-fonte]

Nesta foi descoberto pela primeira vez por Francesco Rocca, um olheiro da Roma; no entanto, o pai de Nesta, torcedor da Lazio, recusou a oferta. Em 1985, juntou-se às categorias de base da Lazio, onde ele ascendeu na hierarquia em várias posições, chegando a jogar como atacante e meio-campista, antes de se estabelecer como zagueiro.

Sua carreira internacional de primeira mostrou sinais de crescimento quando ele jogou pela Seleção Italiana sub-15 e sub-16. Em 1993 foi promovido ao plantel principal da Lazio.

Ele assumiu a braçadeira de capitão da equipe em 1997, e ajudou a Lazio vencer a Copa da Itália de 1998 depois de bater o Milan na final, na qual ele marcou o gol da vitória. Este título foi seguido pela Taça das Taças e a Supercopa da UEFA, em 1999, e um raro Scudetto e uma Copa da Itália na temporada 1999–00, além de duas Supercopas da Itália.

Milan[editar | editar código-fonte]

Pouco antes da temporada da 2002–03, problemas financeiros forçaram a Lazio a vender muitos dos seus melhores jogadores.[5] Nesta foi transferido para o Milan por aproximadamente 30 milhões de euros pagos em três anos, após ser avaliado em mais de 50 milhões de euros. Em sua primeira temporada como rossoneri, conquistou a Liga dos Campeões da UEFA de 2002–03 e a terceira Copa da Itália da sua carreira. Na temporada seguinte, ele ganhou sua segunda Supercopa Europeia e o segundo Scudetto. No dia 18 de maio de 2007, renovou seu contrato até 2011.[6] Apesar de ter perdido a maioria dos jogos da temporada 2006–07 devido a uma lesão no ombro, desempenhou papel fundamental na conquista da Liga dos Campeões da UEFA, onde o Milan derrotou o Liverpool por 2 a 1 na final.[7] Em agosto, faturou mais outra Supercopa da UEFA. Marcou seu primeiro gol pelo Milan no dia 15 de setembro, em um empate de 1 a 1 com o Siena. Teve grande atuação no dia 16 de dezembro, na goleada de 4 a 2 contra o Boca Juniors válida pela final da Copa do Mundo de Clubes da FIFA.[8]

Posteriormente, uma série de graves lesões nas costas deixaram o Nesta fora de ação por toda a temporada 2008–09, levantando preocupações sobre sua chance de retornar em alto nível. Felizmente, ele recuperou-se e entrou aos 77 minutos num jogo do Milan contra a Fiorentina, no dia 31 de maio de 2009, para sua primeira aparição na temporada. Já no dia 25 de outubro, marcou dois gols e garantiu a vitória do Milan por 2 a 1 sobre o Chievo no Campeonato Italiano.[9] Esta foi a primeira vez que ele marcou dois gols em uma partida.[10] Sem demonstrar qualquer sinal de cansaço ou lesão, ele tornou-se um dos jogadores mais consistentes da equipe durante a temporada 2009–10.

Despedida[editar | editar código-fonte]

No dia 10 de maio de 2012, aos 36 anos, afirmou numa entrevista coletiva que deixaria o Milan no final da temporada.[11][12] Fez sua despedida no dia 13 de maio, no estádio San-Siro, na vitória rossonera de 2 a 1 sobre o Novara.[13][14]

Montreal Impact[editar | editar código-fonte]

Já no dia 5 de julho de 2012, assinou por 1 ano e 6 meses com o Montreal Impact, da Major League Soccer.[15][16] Fez sua estreia contra o Lyon, em um amistoso realizado no dia 24 de julho. Sua estreia oficial foi três dias depois, numa vitória por 3 a 1 sobre o New York Red Bulls. Em 2013 conquistou o Campeonato Canadense, seu primeiro e único título pelo clube.

Aposentadoria[editar | editar código-fonte]

No dia 20 de outubro de 2013, após cumprir seu contrato com o Montreal Impact, anunciou que se aposentaria no final da temporada.[17]

Chennaiyin[editar | editar código-fonte]

Em 28 de novembro de 2014, Nesta acertou com o Chennaiyin, da Índia, para o restante da temporada de 2014.[18] Ele atendeu ao pedido de seu ex-companheiro de Seleção e técnico da equipe, Marco Materazzi, que enfrentava a escassez de jogadores de defesa por conta de lesões, na reta final do torneio.

Nesta fez sua estreia no dia 9 de dezembro, na última partida da primeira fase do campeonato, que terminou num empate por 2 a 2 contra o Delhi Dynamos. Ele também jogou as duas partidas das semifinais do torneio, quando a sua equipe foi eliminada pelos Kerala Blasters por 4 a 3 no placar agregado.

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Nesta representou a Itália nas categorias de base, fazendo parte da equipe da equipe Sub-21 que conquistou o Campeonato Europeu de 1996. O zagueiro recebeu sua primeira convocação para a Seleção Italiana principal poucos meses depois, sendo chamado por Arrigo Sacchi para a Euro 1996, realizada na Inglaterra, mas não saiu do banco e a Itália acabou sendo eliminada na fase de grupos. Nesta estreou pela Azzurra sob o comando de Cesare Maldini, em 5 de outubro de 1996, num jogo contra a Moldávia pelas eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 1998. No total, o zagueiro acabou atuando em sete partidas na campanha de qualificação.

Copa do Mundo de 1998[editar | editar código-fonte]

Na Copa do Mundo FIFA de 1998, realizada na França, Nesta atuou em todas as três partidas da fase de grupos, jogando ao lado de Fabio Cannavaro, Alessandro Costacurta, Giuseppe Bergomi e Paolo Maldini. No entanto, após Nesta se contundir no dia 23 de junho, na vitória contra a Áustria, a Itália acabou sendo eliminada pela França nas quartas de final.[19]

Euro 2000[editar | editar código-fonte]

Depois de atuar durante a campanha de qualificação para a Euro 2000, sob o comando do treinador Dino Zoff, Nesta foi convocado para a Eurocopa e assumiu a titularidade na defesa ao lado de Fabio Cannavaro, Gianluca Zambrotta e Paolo Maldini. A Seleção Italiana sofreu apenas dois gols no caminho para a final, tendo ficado sem sofrer gols em três jogos. Na semifinal, a Itália venceu a Holanda numa disputa por pênaltis, após um impasse de 0 a 0 após a prorrogação. Os italianos avançaram para a final, onde enfrentaram a poderosa França de Zinédine Zidane. Após ter aberto o placar com Marco Delvecchio, a Itália vencia por 1 a 0 até o minuto final dos acréscimos, quando Sylvain Wiltord marcou o gol de empate. Na prorrogação, David Trezeguet marcou o gol de ouro para decretar o título francês, coroando a grande campanha da Seleção Francesa.[20] Devido às boas atuações de Nesta, o zagueiro foi eleito junto com seus companheiros Maldini e Cannavaro para fazer parte da equipe do torneio.

Copa do Mundo de 2002[editar | editar código-fonte]

Depois da Euro 2000, Nesta permaneceu como titular sob o comando do novo treinador Giovanni Trapattoni, atuando na maioria dos jogos das eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2002. Convocado para a Copa do Mundo FIFA realizada na Coreia do Sul e no Japão, Nesta formou a dupla de zaga titular com Fabio Cannavaro.[21] Entretanto, assim como em 1998, mais uma vez o zagueiro viria a sofrer uma lesão, ficando de fora da polêmica eliminação para a anfitriã Coreia do Sul, em que a Itália perdeu por 2 a 1.[22]

Copa do Mundo de 2006[editar | editar código-fonte]

Apesar do técnico Marcello Lippi ter feito uma renovação na Seleção Italiana, deixando de convocar nomes como Paolo Maldini, Christian Vieri e Vincenzo Montella, Nesta permaneceu como titular e foi peça chave na campanha das eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2006. O zagueiro, que vivia grande fase no Milan, esteve na lista dos 23 convocados para a Copa do Mundo FIFA de 2006 realizada na Alemanha.[23]

A Itália estreou no dia 12 de junho, com uma vitória por 2 a 0 contra Gana pela fase de grupos. No segundo jogo, um empate em 1 a 1 contra os Estados Unidos. Já na terceira partida, uma vitória por 2 a 0 contra a República Tcheca, Nesta sentiu uma lesão muscular aos 17 minutos do primeiro tempo, foi substituído por Marco Materazzi e não atuou mais no torneio.[24][25] Materazzi acabou tendo grande atuação no torneio, sendo um dos protagonistas na final diante da França; ele foi o responsável pelo gol da sua equipe, igualando o marcador em 1 a 1, e também cavou a expulsão de Zidane, que o acertou com uma cabeçada após provocação feita pelo italiano.[26] Após o empate em 1 a 1, a Itália venceu a França nos pênaltis e conquistou o tetracampeonato.

Pós-Copa[editar | editar código-fonte]

Em 2008, pouco antes da Eurocopa, Nesta recusou um convite do treinador Roberto Donadoni para retornar à Seleção Italiana. Dois anos depois, o zagueiro recusou uma convocação de Marcello Lippi para a Copa do Mundo FIFA de 2010, realizada na África do Sul. No total, Nesta realizou 78 partidas pela Itália.

Carreira como treinador[editar | editar código-fonte]

Miami FC[editar | editar código-fonte]

No dia 1 de setembro de 2015, Nesta foi apresentado como o primeiro treinador do então recém-fundado Miami FC, que começou a jogar na Liga Norte-Americana de Futebol (NASL) em abril de 2016.[27] Em sua primeira temporada como treinador, o Miami terminou o campeonato em 7º lugar. Na sua segunda temporada, o Miami terminou em primeiro lugar, levando-os a serem os campeões da primavera e do outono na temporada de 2017 da NASL. No entanto, o Miami foi derrotado na semifinal dos playoffs da temporada para o New York Cosmos, depois de um empate sem gols no tempo normal e uma derrota por 6 a 5 nos pênaltis. Nesta renunciou o cargo de treinador ao fim da temporada de 2017, no dia 17 de novembro.

Perugia[editar | editar código-fonte]

Foi anunciado como técnico do Perugia no dia 14 de maio de 2018.[28]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizadas até dezembro de 2014

Clubes Temporada Campeonato

nacional

Copa

nacional

Competições

continentais

Outros

torneios

Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Lazio 1993–94 2 0 0 0 0 0 - - 2 0
1994–95 11 0 1 0 0 0 - - 12 0
1995–96 23 0 2 0 3 0 - - 28 0
1996–97 25 0 4 0 4 0 - - 33 0
1997–98 30 0 9 1 10 1 - - 49 2
1998–99 20 1 2 0 4 0 - - 26 1
1999–00 28 0 2 0 9 0 1 0 40 0
2000–01 29 0 1 0 8 0 1 0 39 0
2001–02 25 0 1 0 6 0 - - 32 0
Total 193 1 22 1 44 1 2 0 261 3
Milan 2002–03 29 1 5 1 14 0 - - 48 2
2003–04 26 0 4 1 6 0 2 0 38 1
2004–05 29 0 3 0 12 0 1 0 45 0
2005–06 30 1 2 0 10 0 - - 42 1
2006–07 14 0 0 0 8 0 - - 22 0
2007–08 29 1 0 0 7 0 3 1 39 2
2008–09 1 0 0 0 0 0 - - 1 0
2009–10 23 3 0 0 7 0 - - 30 3
2010–11 26 0 2 0 7 0 - - 35 0
2011–12 17 1 1 0 7 0 1 0 26 1
Total 224 7 17 2 78 0 7 1 326 10
Montreal Impact 2012 8 0 - - - - - - 8 0
2013 23 0 2 0 1 0 - - 26 0
Total 31 0 2 0 1 0 - - 34 0
Chennaiyin 2014 3 0 - - - - - - 3 0
Total 3 0 - - - - - - 3 0
Total na carreira 451 8 41 3 123 1 9 1 624 13

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Lazio
Milan
Montreal Impact
Seleção Italiana

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Dos 23 campeões do mundo com a Itália em 2006, 11 viraram técnicos e um foi condenado à prisão; veja onde estão todos». ESPN.com.br. 21 de setembro de 2018. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  2. Pedro Spiacci (3 de novembro de 2013). «Alessandro Nesta se estabeleceu como um dos grandes zagueiros de sua época». Calciopédia. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  3. «Alessandro Nesta: o mestre da elegância». oGol. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  4. «Nesta anuncia aposentadoria da seleção italiana». O Globo. 1 de agosto de 2007. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  5. Felipe Lobo (27 de setembro de 2018). «Nesta, sobre transferência para o Milan em 2002: "Eu não queria sair da Lazio"». Trivela. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  6. «Alessandro Nesta renova contrato com o Milan». Trivela. 18 de maio de 2007. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  7. «Milan obtém vingança contra Liverpool para levar 7º título europeu». UOL. 23 de maio de 2007. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  8. «Kaká brilha, Milan vence Boca e vira o maior campeão mundial». UOL. 16 de dezembro de 2007. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  9. «Nesta faz 2 gols e Milan vence Chievo». Terra. 25 de outubro de 2009. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  10. «Nesta fez 2 gols em 10 minutos, e Milan venceu Chievo de virada em 2009; reveja». ESPN.com.br. 24 de outubro de 2017. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  11. «Nesta 'pede o boné' no Milan para jogar em um campeonato 'mais fácil'». GloboEsporte.com. 10 de maio de 2012. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  12. «Alessandro Nesta confirma que deixará o Milan». Trivela. 10 de maio de 2012. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  13. «Milan e Juventus vencem no encerramento do Italiano». Estadão. 13 de maio de 2012. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  14. «Inzaghi se despede do Milan com gol em vitória de virada; Juventus iguala feito histórico». UOL. 13 de maio de 2012. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  15. «Zagueiro Nesta assina com o Montréal Impact». Trivela. 2 de julho de 2012. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  16. «Alessandro Nesta assina com o Montreal Impact, do Canadá». UOL. 5 de julho de 2012. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  17. «Alessandro Nesta anuncia aposentadoria: 'Quero ser treinador'». Terra. 20 de outubro de 2013. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  18. «Alessandro Nesta deixa aposentadoria e reforça time de Elano na Índia». Estadão. 28 de novembro de 2014. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  19. «Roberto Baggio perde pela 3ª vez no penaltis». Folha de Londrina. 4 de julho de 1998. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  20. Eduardo Madeira (6 de julho de 2020). «Os 20 anos de um chute que tornou David Trezeguet imortal». Terra de Zizou. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  21. «Itália - Especial - Copa-2002». Folha de S.Paulo. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  22. Arthur Chaves (24 de setembro de 2020). «Num dos jogos mais polêmicos de todas as Copas, a Itália caiu ante a Coreia do Sul, em 2002». Calciopédia. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  23. «Lippi divulga lista de convocados da seleção italiana». UOL. 15 de maio de 2006. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  24. «Zagueiro Nesta sofre por desfalcar Itália na final». UOL. 7 de julho de 2006. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  25. «Momentos da Copa: cinco lesões que marcaram os mundiais». GZH. 4 de junho de 2014. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  26. «Zidane diz que Materazzi xingou mãe e irmã». UOL. 12 de julho de 2006. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  27. «Nesta assume como treinador do Miami FC, time de Maldini na NASL». GloboEsporte.com. 31 de agosto de 2015. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  28. «Alessandro Nesta assume Perugia da Serie B italiana». UOL. 14 de maio de 2018. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  29. «Lista de craques de Pelé para Fifa tem maioria brasileira». BBC Brasil. 4 de março de 2004. Consultado em 19 de outubro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Alessandro Nesta