Moreno Torricelli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Moreno Torricelli
Moreno Torricelli
Informações pessoais
Nome completo Moreno Torricelli
Data de nasc. 23 de janeiro de 1970 (47 anos)
Local de nasc. Erba,  Itália
Altura 1,84 m
Apelido Gepeto
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Lateral-direito
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1988–1990
1990–1992
1992–1998
1998–2002
2003–2004
2004–2005
Oggiono
Caratese
Juventus
Fiorentina
Espanyol
Arezzo
49 (0)
57 (3)
153 (2)
99 (2)
33 (0)
25 (1)
Seleção nacional
1996–1998 Flag of Italy.svg Itália 10 (0)

Moreno Torricelli (Erba, 23 de janeiro de 1970) é um ex-futebolista e treinador de futebol italiano que atuou pela Juventus durante a maior parte de sua carreira.

Também teve passagens pela Seleção Italiana, e por Fiorentina, Arezzo e Espanyol.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Torricelli teve um início de carreira incomum: até os 18 anos, jogava nas divisões amadoras do futebol italiano, onde atuou por Oggiono (sexta divisão) e Caratese (quinto nível). Como ainda não era profissional, ele trabalhava ainda como marceneiro na cidade de Brianza.

Quando a Caratese jogou um amistoso contra a tradicional Juventus, em 1992, o lateral foi convidado para um período de testes na Vecchia Signora e impressionou o técnico Giovanni Trapattoni, que pediu sua contratação. A estreia foi em setembro do mesmo ano, contra a Atalanta, que foi derrotada por 4 a 1. Em 6 temporadas, Gepeto (apelido que ganhou por ter sido marceneiro) conquistou 10 títulos pela Juventus, alem de ter atuado em 153 jogos e marcado 2 gols. Pouco depois da Copa de 1998, deixou a Juve e reencontrou Trapattoni na Fiorentina, onde novamente foi bastante utilizado (disputou 99 partidas), mas em 2002 a Viola entrou em falência por problemas financeiros, e Torricelli saiu da equipe.

Após ficar o restante do ano parado, assinou com o Espanyol em janeiro de 2003, e atuou em 33 jogos. Voltou ao futebol italiano em 2004, desta vez no Arezzo, onde participou de 25 partidas e marcou um gol antes de sua aposentadoria em 2005.

Seleção Italiana[editar | editar código-fonte]

Entre 1996 e 1999, Torricelli disputou 10 jogos pela Seleção Italiana, estreando num amistoso contra o País de Gales, um dia após seu aniversário de 26 anos. Convocado para a Eurocopa de 1996, atuou em apenas um jogo, no empate sem gols contra a Alemanha.

Preterido nas convocações de Cesare Maldini em 1997, Gepeto voltou a figurar nas listas do treinador no ano seguinte, sendo inclusive convocado para a Copa da França, mas não entrou em campo nos 5 jogos da Azzurra, que caiu nas quartas-de-final. A despedida internacional foi em 1999, no empate sem gols contra a Noruega.

Carreira como treinador[editar | editar código-fonte]

Em 2007, Torricelli virou técnico das categorias de base da Fiorentina, cargo que exerceria por um ano. Como treinador principal, o ex-jogador trabalhou em Pistoiese e Figline. A morte de sua esposa Barbara, em outubro de 2010, fez com que ele abandonasse a carreira e passasse a morar em Lillianes, um vilarejo na região alpina do Vale de Aosta, juntamente com os 3 filhos.

Referências

  1. «Perfil na Transfermarkt». Consultado em 14 de fevereiro de 2016 
Bandeira de ItáliaSoccer icon Este artigo sobre futebolistas italianos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.