Javier Pastore

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Javier Pastore
Javier Pastore
Javier Pastore em 2015
Informações pessoais
Nome completo Javier Matías Pastore
Data de nasc. 20 de junho de 1989 (28 anos)
Local de nasc. Córdoba, Argentina
Nacionalidade argentino
Altura 1,87 m
Destro
Apelido El Flaco
Informações profissionais
Clube atual Paris Saint-Germain
Número 27
Posição Meia
Site oficial javierpastore.com
Clubes de juventude
1999–2006 Talleres
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2006–2007
2007–2009
2009–2011
2011–
Talleres
Huracán
Palermo
Paris Saint-Germain
0005 0000(0)
0030 0000(8)
0082 000(17)
0236 000(42)
Seleção nacional3
2010– Argentina 0027 0000(2)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 20 de agosto de 2017.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 13 de outubro de 2015.

Javier Matías Pastore (Córdoba, 20 de junho de 1989), é um futebolista argentino que atua como meia. Atualmente, defende o Paris Saint-Germain.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Foi revelado pelo Talleres, em 2007, mas veio a destacar-se no Club Atlético Huracán, onde foi vice-campeão do Torneio Clausura 2009 do Campeonato Argentino, que a sua equipe perdeu na última rodada por 1-0 contra o campeão Vélez Sarsfield.

Palermo[editar | editar código-fonte]

Em 11 de julho de 2009, transferiu-se para o Palermo, da Itália,[1] onde chamou a atenção da mídia esportiva, sendo o principal destaque da equipe na temporada 2009-10. Ao final da temporada, recebeu o prêmio Oscar del Calcio de melhor jogador jovem.

Paris Saint-Germain[editar | editar código-fonte]

Em 29 de julho de 2011, Pastore se transferiu ao clube francês Paris Saint-Germain.[2] Na temporada 2016-17, assumiu a camisa 10, que era de Zlatan Ibrahimović. Na temporada 2017-18, cedeu a camisa 10 para Neymar e voltou a utilizar a camisa nº 27.

Seleção Argentina[editar | editar código-fonte]

Pastore em partida da Argentina contra Portugal

Suas boas atuações pelo Palermo lhe renderam a primeira convocação para a Seleção Argentina, na época comandada por Diego Maradona. Estreou em 22 de dezembro de 2009, num amistoso não-oficial contra a Catalunha, já que esta não é reconhecida pela FIFA como uma seleção.

No ano seguinte, foi convocado para a Copa do Mundo de 2010, realizada na África do Sul, onde foi reserva. Em 2011, jogou novamente na Seleção Argentina atuando dessa vez pela Copa América.

Em 2014 foi convocado para disputar a Copa do Mundo FIFA de 2014 sediada no Brasil. Disputou três jogos da campanha argentina que perdeu a final para a Alemanha na prorrogação por 1 a 0 no Maracanã, sendo escolhido como substituto de Angel Di Maria após ele ter se lesionado na partida contra a Bélgica nas quartas de final.

No ano seguinte disputou quatro partidas da campanha argentina na Copa América, sagrando-se vice-campeão diante do país-sede, Chile, na disputa por pênaltis. Marcou um gol na goleada sobre o Paraguai por 6 a 1 na semifinal.

Em 2016 disputou a Copa América Centenário, sagrando-se outra vez como vice-campeão ao perder para o Chile nos pênaltis.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Paris Saint-Germain

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Trivela.com (11 de julho de 2009). «Palermo contrata jovem destaque do Huracán» 
  2. estadao.com.br (30 de julho de 2011). «PSG faz contratação mais cara do futebol francês» 
  3. «The 100 best footballers in the world - interactive» (em inglês). The Guardian 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Javier Pastore