Fernando Manuel Silva Couto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Fernando Couto)
Ir para: navegação, pesquisa
Fernando Couto
FCouto.JPG
Informações pessoais
Nome completo Fernando Manuel Silva Couto
Data de nasc. 2 de agosto de 1969 (48 anos)
Local de nasc. Espinho, Espinho,  Portugal
Altura 1,84 m
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Defesa Central
Clubes de juventude
1985-1987 Portugal FC Porto
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1987-1994
1988-1989
1989-1990
1994-1996
1996-1998
1998-2005
2005-2008
Total
Portugal FC Porto
Portugal FC Famalicão (emp.)
Portugal Académica (emp.)
Itália Parma
Espanha FC Barcelona
Itália SS Lazio
Itália Parma
00131 000(12)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00051 0000(5)
00060 0000(2)
00215 000(11)
00068 0000(2)
00525 000(31)
Seleção nacional
1989
1989-1990
1990-2004
Flag of Portugal.svg Portugal Sub 20
Flag of Portugal.svg Portugal Sub 21
Flag of Portugal.svg Portugal
00004 0000(0)
00006 0000(1)
00110 0000(8)

Fernando Manuel Silva Couto CvIHOIH (Espinho, Espinho, 2 de agosto de 1969) é um ex-futebolista português. Retirou-se no final da temporada 2007/08, após 21 anos de carreira. Jogava como defesa central. Participou no Campeonato Mundial de 2002 e em três Campeonatos Europeus de futebol.

História[editar | editar código-fonte]

Desde o início da sua carreira destacou-se na posição de defesa-central e as suas exibições nos escalões jovens do Sp. Espinho e do Lusitânia de Lourosa chamaram a atenção do FC Porto. Ainda com idade de júnior ingressou no clube das Antas.

Na temporada 1987/88, fez a sua estreia na equipa sénior do FC Porto ao ser lançado pelo treinador jugoslavo Tomislav Ivic. No entanto, acabou por só participar numa partida. Para ganhar mais experiência, foi emprestado a equipas de escalões inferiores. Jogou no Futebol Clube Famalicão, da III Divisão, em 1988/89, e na Académica de Coimbra, da II Divisão, na temporada seguinte.

Entretanto, em 1989, foi campeão do mundo do escalão sub-19, depois de Portugal vencer a Nigéria por 2-0 na final do torneio disputado na Arábia Saudita, e a 26 de Agosto do mesmo ano foi feito Cavaleiro da Ordem do Infante D. Henrique.[1]

Em 1990/91 regressou ao FC Porto e impôs-se logo como titular, numa equipa treinada por Artur Jorge. Fernando Couto actuou como titular em 25 jogos do campeonato e ganhou a Taça de Portugal. Nas duas temporadas seguintes, sempre na condição de titular indiscutível, foi campeão nacional. Em 1993/1994 ganhou mais uma Taça de Portugal ao serviço do FC Porto.

As boas exibições constantes levaram a que chamasse a atenção de grandes clubes estrangeiros e a partir da temporada de 1994/1995 passou a representar o Parma, um dos mais importantes clubes italianos na altura. Ao serviço deste clube venceu a Taça UEFA, uma das mais prestigiadas competições europeias de clubes. Fernando Couto era já considerado um dos melhores defesas centrais da Europa e na época 1996/97 foi transferido para o FC Barcelona, de Espanha, um dos maiores clubes do Mundo. Nessa temporada venceu a Taça das Taças, outra importante competição europeia de clubes e em 1997/98 conquistou o campeonato espanhol.

Em 1998/99 regressou a Itália, desta vez para representar a SS Lazio de Roma, outro clube histórico. Fernando Couto venceu em 1999/2000 a Taça das Taças e o campeonato italiano. Em 2001 foi pego no exame antidopagem para a substância proibida nandrolona e foi punido a nove meses de suspensão.[2] Já na fase final da sua carreira, Fernando Couto regressou em 2005/2006 ao Parma.

A nível da selecção principal de Portugal, Fernando Couto estreou-se em Dezembro de 1990, pela mão de Artur Jorge, com uma vitória por 1-0 contra os EUA e mais tarde tornou-se num dos jogadores portugueses com mais internacionalizações. Esteve presente na Euro 96, onde Portugal chegou aos quartos-de-final, na Euro de 2000 (meia-finais), no Copa do Mundo de 2002 (eliminação na primeira fase) e na Euro 2004, onde Portugal chegou à final, tendo perdido o título para a selecção grega (com o resultado de 1-0). Neste último evento perdeu a titularidade e depois não voltou a ser mais convocado.

A 5 de Julho de 2004 foi elevado a Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.[1]

Dirigente[editar | editar código-fonte]

No dia 19 de Junho de 2010, assume funções como o novo director de futebol do Sporting Clube de Braga, sucedendo a Carlos Freitas sendo a sua primeira experiência com um cargo administrativo.

Treinador[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2012, rescindiu o contrato de director de futebol para ser treinador de um clube de Calcutá na Índia.[3][4][5]

Em fevereiro de 2014, Fernando Couto é um dos treinadores que António Salvador está a equacionar para orientar o Sp. Braga até final da temporada, tendo como adjunto Jorge Vital[6].

Palmarés[editar | editar código-fonte]

Competições nacionais
Competições europeias
Competições internacionais

Referências

  1. a b «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Fernando Manuel Silva Couto". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 7 de julho de 2014 
  2. «Davids and Couto hit with FIFA bans» (em inglês). Telegraph.co.uk. 31 de maio de 2001 
  3. Maisfutebol.iol.pt http://www.maisfutebol.iol.pt/sp-braga/fernando-couto-sp-braga-braga-india/1317687-1468.html  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  4. Desporto.sapo.pt http://desporto.sapo.pt/futebol/internacional/artigo/2012/01/16/fernando_couto_ser_treinador_na.html  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  5. Revista Lux http://www.lux.iol.pt/nacionais/fernando-couto-vai-ser-treinador-na-liga-da-india-fernando-couto-futebol-india/1317789-4996.html  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  6. «Fernando Couto treina Sp. Braga» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de PortugalSoccer icon Este artigo sobre futebolistas portugueses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.