Jackson Martínez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jackson Martínez
Jackson Martínez
Jackson Martínez em 2014
Informações pessoais
Nome completo Jackson Arley Martínez Valencia
Data de nasc. 3 de outubro de 1986 (29 anos)
Local de nasc. Quibdó, Colômbia
Nacionalidade Colômbia colombiano
Altura 1,85 m
Destro
Apelido Cha-Cha-Cha[1]
Informações profissionais
Clube atual China Guangzhou Evergrande
Número 9
Posição Atacante
Clubes de juventude
2000–2004 Colômbia Independiente Medellín
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2004–2009
2010–2012
2012–2015
2015
2016–
Colômbia Independiente Medellín
México Chiapas
Portugal Porto
Espanha Atlético de Madrid
China Guangzhou Evergrande
0091 000(48)
0068 000(34)
0136 000(92)
0015 0000(3)
0000 0000(0)
Seleção nacional3
2009– Flag of Colombia.svg Colômbia 0039 000(10)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 8 de novembro de 2015.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 12 de novembro de 2015.

Jackson Arley Martínez Valencia (Quibdó, 3 de outubro de 1986) é um futebolista colombiano que atua como atacante. Atualmente, joga pelo Guangzhou Evergrande.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Independiente Medellín[editar | editar código-fonte]

Em 2009, ele tornou-se o melhor marcador de todos os tempos de liderança em uma temporada, com 18 golos no Campeonato Colombiano. Ele também levou o Independiente Medellín ao quinto título.[2]

Chiapas[editar | editar código-fonte]

Ele terminou uma boa temporada em primeiro lugar com um total de nove golos marcados, colocando-o em quarto na tabela dos melhores marcadores. Ao longo dos anos, ele dominou no México, e foi mesmo o capitão do Jaguares no início da temporada de 2012.[3] Fez um total de 30 golos nessa época.[4] [5]

FC Porto[editar | editar código-fonte]

2012–13[editar | editar código-fonte]

Jackson chegou ao FC Porto por um valor de 8 milhões de euros, tendo-se transferido do Jaguares para o clube nortenho. Martínez tinha outras propostas de outros clubes europeus, nomeadamente o Liverpool, mas Jackson preferiu o clube português. Logo no seu primeiro jogo oficial, na Supertaça Cândido de Oliveira, marcou o golo decisivo aos 90 minutos, que levou o FC Porto à sua quarta Supertaça Cândido de Oliveira consecutiva e ao seu primeiro título ao serviço do FC Porto.[6] Foi também o seu primeiro golo no FC Porto, visto que na pré-época não marcou nenhum.[7]

Estreou-se a marcar na Primeira Liga a 25 de agosto de 2012 no seu segundo jogo no campeonato, contra o Vitória de Guimarães, tendo marcado o quarto e último golo do jogo, de penalti à panenka, numa vitória de 4–0 no Estádio do Dragão. No seu primeiro jogo da liga, não tinha marcado nenhum no empate sem golos contra o Gil Vicente, em Barcelos.

Na Europa, marcou o seu primeiro golo contra o Dínamo de Kiev a 24 de outubro de 2012 no Dragão, tendo marcado também o golo decisivo aos 78 minutos que deu a terceira vitória do clube na Liga dos Campeões, por 3–2.[8] [9] Foi também o seu primeiro bis. Desde o jogo anterior com o Sporting, só parou de marcar no jogo de ida contra o Dínamo de Kiev, quando já tinha marcado seis golos em quatro jogos.[10]

Em 2 de fevereiro de 2013, Jackson fez um hat-trick pela primeira vez, contra o Vitória de Guimarães fora, num jogo que acabou com a vitória do FC Porto por 4–0. Marcou os últimos três golos da partida no seu terceiro jogo consecutivo a marcar.[11] Jackson tinha marcado um golo ao Gil Vicente no jogo anterior, e dois golos contra o Vitória de Setúbal, jogo esse que marcou pela segunda vez de penalti.[12]

No final da temporada, registou um total de 31 golos em 43 jogos,[13] e ganhou dois títulos: a já mencionada Supertaça Cândido de Oliveira, e a Primeira Liga.

2013–14[editar | editar código-fonte]

A abrir a segunda época no Dragão, Jackson conquista mais uma vez a Supertaça Cândido de Oliveira, tendo derrotado o Vitória de Guimarães por 3–0, com golos do próprio Jackson e de Licá e Lucho González.[14]

Registou o seu nome na lista dos marcadores pela primeira vez no campeonato logo na primeira jornada da liga, quando a equipa venceu fora o Vitória de Setúbal por 3–1,[15] e desde aí não parou de marcar até ao jogo contra o Vitória de Guimarães, no qual venceu apenas por 1–0 em casa, com o golo da autoria de Josué.[16]

Marcou o primeiro golo na Europa esta época na segunda jornada da fase-de-grupos da Liga dos Campeões, contra o Atlético de Madrid em casa. Contudo, o resultado acabou por ser negativo, visto que a equipa perdeu 2–1.[17]

Atlético de Madrid[editar | editar código-fonte]

Em 15 de julho de 2015 foi contratado pelo Atlético de Madrid por aproximadamente 35 milhões de euros.[18] Pórem seu contrato foi rescindido após 6 meses no clube (o contrato foi rescindido dia 2 de fevereiro de 2016)

Guangzhou Evergrande[editar | editar código-fonte]

No dia 2 de fevereiro de 2016 acertou com o Guangzhou Evergrande por € 42 milhões (R$ 183 milhões).

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Estreou pela Seleção Colombiana principal em 5 de setembro de 2009 em partida válida pelas Eliminatórias do Campeonato do Mundo de 2010 contra o Equador, quando também marcou seu primeiro gol. Já defendeu a seleção na Copa América de 2011 e 2015 e na Copa do Mundo FIFA de 2014.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Clube[editar | editar código-fonte]

Indepediente Medellín
Jaguares de Chiapas
  • Copa Mesoamericana: 2011
FC Porto

Individual[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Jackson Martínez supera en goles al Falcao del Porto (em espanhol) Terra (24 de janeiro de 2013).
  2. Martínez jugando mucho en Indepediente. Visitado em 2012.
  3. Olhanense 2-3 FC Porto. Visitado em 1 de setembro de 2012.
  4. FC Porto 4-0 Beira-Mar. Visitado em 4 de maio de 2012.
  5. James foi agente secreto na missão Algarve (2x3). Visitado em 1 de setembro]de 2012.
  6. Rio Ave 2-2 FC Porto. Visitado em 22 de setembro de 2012.
  7. FC Porto 2-0 Sporting. Visitado em 6 de outubro de 2012.
  8. Jackson supera Falcão. Visitado em 15 de novembro de 2012.
  9. Estoril Praia 1–2 FC Porto. Visitado em 28 de outubro de 2012.
  10. FC Porto 5–0 Marítimo. Visitado em 4 de setembro de 2012.
  11. Duarte Monteiro. Com a cabeça na liderança (0x4) Zerozero. Visitado em 3 de fevereiro de 2013.
  12. Porto striker Jackson Martinez insists he is not being turned by speculation over his future. Visitado em 16 de novembro de 2012.
  13. Jackson Martínez em 2012–13 Zerozero. Visitado em 29 de julho de 2013.
  14. Nota 20 para um Dragão de Lucho! Zerozero. Visitado em 25 de agosto de 2013.
  15. Luís Paulo Rodrigues (18 de agosto de 2013). FC Porto intermitente, mas contundente na hora da verdade (3x1) Zerozero. Visitado em 25 de novembro de 2013.
  16. José Bragança (27 de setembro de 2013). Regresso à normalidade na Invicta (1x0) Zerozero. Visitado em 25 de novembro de 2013.
  17. Cláudia Martins (1 de outubro de 2013). Remontada do Atlético no Dragão Zerozero. Visitado em 2 de outubro de 2013.
  18. Acuerdo con el Oporto para el traspaso de Jackson Martínez (em espanhol) Sítio oficial Atlético de Madrid (15 de julho de 2015).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Jackson Martínez