Taça Intercontinental de Hóquei em Patins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Taça Intercontinental de Hóquei em Patins
Dados gerais
Organização World Skate
Edições 15
Sistema Não disponível
Soccerball current event.svg Edição atual
editar

A Taça Intercontinental de Hóquei em Patins é uma competição internacional de clubes de Hóquei em Patins que deveria ser disputada pelos clubes campeões em título da World Skate Europe – Rink Hockey, World Skate America – Rink Hockey, World Skate Africa – Rink Hockey e World Skate Asia – Rink Hockey e World Skate Oceania – Rink Hockey[1] (neste formato, isto é, disputada por estes campeões continentais, deveria ser disputada desde 2018, apesar de não se cumprir como se pode ver logo na própria edição de 2018[2]). É organizada pela World Skate. A/s equipa/s pan-americana/s pode-se/m-se reforçar com 2 jogadores especificamente para esta competição.

A primeira edição oficial foi realizada em 1985 e foram disputados dois jogos, um na casa da equipa campeã da Europa e outro na casa da campeã da América, sendo que este formato manteve-se até à edição de 1993. Em 1998 apenas foi disputado um jogo, na edição de 2004 foram disputados dois e nas edições de 2005, 2007, 2008, 2010, 2012, 2013 e 2014 apenas um.

A edição de 2017 foi disputada num formato de Final Four pelos campeões europeus de 2016 e 2017, Benfica e Reus respetivamente, e pelos campeões sul-americanos de 2016 e campeões pan-americanos de 2017 (edição não oficial), Andes Talleres e Concepción Patín Club respetivamente, com o Benfica a enfrentar o Andes Talleres e o Reus a enfrentar o Concepción Patín Club.

Como é dito pelo que está entre parêntesis no primeiro parágrafo, a edição de 2018 não será disputada pelos campeões continentais de todos os continentes como deveria ser mas sim num formato de Final Four pelo FC Barcelona, o campeão europeu de 2018, o FC Porto, o vice-campeão europeu de 2018, o Clube Leonardo Murialdo, o campeão pan-americano de 2018, e o Concepción Patín Club, o vice-campeão pan-americano de 2018. O FC Porto e o Concepción Patín Club foram convidados uma vez que não ficaram definidos os campeões de África e Ásia e Oceânia. A primeira meia-final oporá o FC Barcelona ao Concepción Patín Club e a segunda o FC Porto ao Clube Leonardo Murialdo.

Historial[editar | editar código-fonte]

Edição Ano Campeão Resultado Vice-campeão
1985 Argentina UV Trinidad 5-3, 5-4 Espanha FC Barcelona
1987 Espanha Hockey Club Liceo 7–3, 17–2 Argentina Concepción PC
1989 Espanha Hockey Club Liceo 11–4, 8–2 Argentina Estudantil
1992 Portugal OC Barcelos 2–1, 7–3 Brasil Sertãozinho
1993 Espanha Hockey Club Liceo 7–5, 11–3 Argentina Estudantil
1998 Espanha FC Barcelona 13–1 Argentina UV Trinidad
2004 Espanha Hockey Club Liceo 9–1, 10–2 Argentina Estudantil
2005 Espanha FC Barcelona 8–3 Argentina Olimpia
2007 Itália Follonica Hockey 4–2 Argentina Concepción PC
10ª 2008 Espanha FC Barcelona 3–1 Argentina Concepción PC
11ª 2010 Espanha Reus Deportiu 4–1 Argentina Petroleros YPF
12ª 2012 Espanha Hockey Club Liceo 6–4 Argentina Club Atlético Huracán
13ª 2013 Portugal SL Benfica 10–3 Brasil Sport Recife
14ª 2014 Espanha FC Barcelona 6–2 Argentina Petroleros YPF
15ª 2017 Portugal SL Benfica 5–3 Espanha Reus Deportiu

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Vitórias por equipa[editar | editar código-fonte]

Clube Campeão Vice-campeão Presenças
Espanha Hockey Club Liceo 5 (1987, 1989, 1993, 2004, 2012) 0 5
Espanha FC Barcelona 4 (1998, 2005, 2008, 2014) 1 (1985) 5
Portugal SL Benfica 2 (2013, 2017) 0 2
Argentina UV Trinidad 1 (1985) 1 (1998) 2
Espanha Reus Deportiu 1 (2010) 1 (2017) 2
Portugal OC Barcelos 1 (1992) 0 1
Itália Follonica Hockey 1 (2007) 0 1
Argentina Estudantil 0 3 (1989, 1993, 2004) 3
Argentina Concepción Patín Club 0 3 (1987, 2007, 2008) 3
Argentina Petroleros YPF 0 2 (2009, 2014) 2
Argentina Club Atlético Huracán 0 1 (2012) 1
Brasil Sertãozinho 0 1 (1992) 1
Argentina Olímpia 0 1 (2006) 1
Brasil Sport Recife 0 1 (2013) 1

Vitórias por país[editar | editar código-fonte]

País Títulos Vice-campeonatos
Espanha Espanha 10 2
Portugal Portugal 3 0
Argentina Argentina 1 11
Itália Itália 1 0
Brasil Brasil 0 2

Referências[editar | editar código-fonte]