Joel Carli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Joel Carli
Joel Carli
Joel Carli em 2015
Informações pessoais
Nome completo Mauro Joel Carli[1]
Data de nasc. 19 de outubro de 1986 (33 anos)[1]
Local de nasc. Mar del Plata, Argentina[1]
Nacionalidade argentino
Altura 1,91 m[2]
Destro
Apelido JC3

Xerife

Capitán

Informações profissionais
Período em atividade 2005 – Atualmente
Clube atual sem clube
Número 3
Posição Zagueiro[2]
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2006–2011
2007–2008
2009–2010
2011–2015
2016–2020
Aldosivi
Deportivo Morón (emp.)
Gimnasia La Plata (emp.)
Quilmes
Botafogo
00068 0000(2)
00024 0000(4)
00000 0000(0)
00060 0000(1)
00154 0000(6)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 7 de março de 2020.

Mauro Joel Carli (Mar del Plata, 19 de outubro de 1986) é um futebolista argentino que atua na posição de zagueiro. Atualmente está sem clube.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Carreira na Argentina[editar | editar código-fonte]

Carli começou sua carreira no Aldosivi da Argentina, seu país de origem. Foi emprestado ao Deportivo Morón e foi contratado pelo Gimnasia y Esgrima para disputar a Primeira Divisão da Argentina. Depois, se transferiu para o Quilmes, onde chegou a atuar como lateral-direito.

Botafogo[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2015, Joel Carli assinou com o Botafogo, indo jogar pela primeira vez no Brasil. Muitos desconfiaram, pois a última temporada pelo Quilmes não foi regular.

Em 2016, o jogador estreou pelo clube e logo foi considerado um dos principais jogadores do time. O zagueiro teve a melhor média de zagueiros argentinos no mundo no ano, como o que menos sofreu gol, com mais desarmes e mais rebatidas.[3]

Na ausência do goleiro e ídolo Jefferson, Carli foi o capitão do Botafogo e ganhou o apelido de "Xerife". Pelas boas atuações e grande garra, seu contrato foi renovado por dois anos até o final de 2018.

No segundo jogo da final Campeonato Carioca de 2018 contra o Vasco, Joel Carli marcou (aos 49 minutos do segundo tempo) o gol que deu a vitória por 1 a 0 para o Botafogo e que levou à disputa para os pênaltis, já que na primeira partida da final, o Vasco havia vencido o Botafogo por 3 a 2. Nas penalidades, o Botafogo sagrou-se campeão e Carli levantou sua primeira taça pelo clube.

Em 2020, no processo de transição clube-empresa, o Comitê Executivo de Futebol do Botafogo entrou em contanto com o jogador para uma rescisão amigável. Mauro Joel Carli encerra a sua passagem pelo Glorioso como um dos principais personagens do título carioca de 2018, com 154 jogos (2016-2020), terceiro estrangeiro que mais vestiu a camisa do Glorioso, e 6 gols.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Botafogo

Referências

  1. a b c «"CARLI, Mauro Joel"» (em espanhol). Quilmes Atlético Club. 31 de julho de 2011. Consultado em 25 de dezembro de 2015 
  2. a b Mello, Jessica (4 de dezembro de 2015). «"Firme, bom jogo aéreo, mas reserva: conheça Joel Carli, o 1º reforço do Bota"». Globo Esporte. Consultado em 25 de dezembro de 2015. Cópia arquivada em 25 de dezembro de 2015 
  3. «Alô, Bauza! Carli tem melhor média do que zagueiros da Argentina em 2016». globoesporte.com. 11 de outubro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]