Víctor Valdés

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Víctor Valdés
Víctor Valdés
Víctor Valdés em 2012, atuando pelo Barcelona
Informações pessoais
Nome completo Víctor Valdés Arribas de La Fiore Gaviria
Data de nasc. 14 de janeiro de 1982 (38 anos)
Local de nasc. L'Hospitalet de Llobregat, Espanha
Nacionalidade espanhol
Altura 1,83 m[1]
destro
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Goleiro
Clubes de juventude
1992
1992–1995
1995–2000
Barcelona
Tenerife
Barcelona
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2000
2000–2003
2002–2014
2015–2016
2016
2016–2017
Barcelona C
Barcelona B
Barcelona
Manchester United
Standard de Liège (emp.)
Middlesbrough
0016 0000(0)
0077 0000(0)
0536 0000(0)
0002 0000(0)
0007 0000(0)
0028 0000(0)
Seleção nacional3
2000–2001
2001
2001
2002–2003
2005–2014
2001–2014
Espanha Sub-18
Espanha Sub-19
Espanha Sub-20
Espanha Sub-21
Espanha
Catalunha
0011 0000(0)
0003 0000(0)
0001 0000(0)
0011 0000(0)
0021 0000(0)
0012 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 8 de abril de 2017.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 5 de março de 2014.

Víctor Valdés Arribas de La Fiore Gaviria, mais conhecido como Víctor Valdés (L'Hospitalet de Llobregat, 14 de janeiro de 1982), é um ex-futebolista espanhol que atuava como goleiro.

Integrou o Barcelona desde os 10 anos de idade, mas nas categorias de base também foi goleiro do Tenerife. Ao conquistar a titularidade na grande estrela da Espanha, foi bem notado, reconhecido pelas boas atuações, foi convocado para defender não só a Seleção Espanhola como uma que está dentro de seu país, a Catalunha, foi o número 1 nesta equipe.[2]

Iniciou a carreira profissional em 2000 pelo Barcelona, clube que o revelou. Foi considerado o sucessor de Santi Cañizares, do qual é admirador confesso. Goleiro muito ágil e de condições físicas impressionantes, destacava-se por sua capacidade de mando e liderança em campo, apesar de sua juventude. Dominava os diferentes aspectos do jogo dos goleiros, tanto no jogo aéreo como no mano a mano. Desde agosto de 2011 é patrocinado pela Penalty, marca brasileira de artigos esportivos.[3]

Tratava-se de um goleiro de qualidade incontestada e que reunia muita experiência. Como titular, ganhou seis vezes a La Liga (2004–05, 2005–06, 2008–09, 2009–10, 2010–11), três Liga dos Campeões (2005–06, 2008–09, 2010–11), três Supercopas da Espanha (2005, 2006 e 2009) uma Copa do Rei (2008–09) e duas Copas da Catalunha (2004 e 2005).[4]

Individualmente, foi o ganhador do Troféu Zamora nas temporadas 2004–05, 2008–09, 2009–10 e 2010–11, prêmio concedido ao goleiro menos vazado da Liga. Recebeu sua primeira convocação para a Seleção Espanhola no dia 10 de maio de 2010, para a Copa do Mundo, realizada na África do Sul. Valdés foi reserva de Iker Casillas durante todo o torneio, mas pôde fazer parte do elenco campeão do mundo.[5]

Infância e juventude[editar | editar código-fonte]

Nascido em L'Hospitalet de Llobregat, em Barcelona, na Catalunha, filho de José Manuel Valdés e Arribas Águeda, Víctor iniciou sua carreira nas categorias de base do Barcelona. Em setembro, ele se mudou com sua família para Tenerife e teve que deixar o clube, voltando apenas três anos mais tarde. Depois de voltar, ele fez um rápido progresso através das equipes da juventude.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Barcelona[editar | editar código-fonte]

Em sua primeira temporada que foi 2002–03, o presidente do Barcelona, Roberto Bonano, pediu para o técnico dar algumas chances a Valdés para ele mostrar sua habilidade.

Na temporada 2003–04 ele ficou como goleiro titular, e na temporada 2004–05 atuou em quase todos os jogos do Barça, ajudando sua equipe a chegar ao seu primeiro título da liga em seis anos. Ele também ganhou o Troféu Zamora de melhor goleiro da Espanha.

Valdés atuando em uma partida contra o Mallorca, em 2007.

Na temporada 2005–06, em um jogo da Liga dos Campeões, teve papel fundamental na final contra o Arsenal; ele defendeu dois chutes a queima-roupa de Thierry Henry. Suas defesas rasgaram elogios do técnico Frank Rijkaard. Valdés, porém, ficou em terceiro lugar no Troféu Zamora, depois de Santiago Cañizares e o vencedor, José Manuel Pinto.

No dia 17 de junho de 2007, na última rodada da La Liga, Valdés conquistou um recorde de não ser substituído em todas as 38 partidas do Campeonato Espanhol.[6]

Bateu um recorde no clube de não sofrer nenhum um gol nas competições europeias com uma partida sem sofrer gols contra o Rangers, no dia 7 de novembro de 2007, e ficou sem sofrer um gol por 466 minutos. Valdés perdeu o recorde duas vezes contra o Lyon, pelo gol de Juninho, em um chute de pênalti fora de casa.[7] No dia 1 de abril de 2008, Valdés fez a sua partida 250º para o Barcelona.[8]

No dia 27 de maio de 2009, foi titular e teve boa atuação na final da Liga dos Campeões contra o Manchester United, em jogo que o Barcelona venceu por 2 a 0.[9]

Em 16 de maio de 2010, ganhou seu quarto título com o Barcelona, conquistando o segundo título consecutivo do Campeonato Espanhol com Pep Guardiola, terminando a temporada com 99 pontos.[10]

No dia 29 de agosto de 2011, fez sua 410º partida pelo Barcelona e se igualou com Andoni Zubizarreta.[11]

Já no dia 25 de agosto de 2011, Victor Valdés assinou um contrato de cinco anos com a empresa brasileira de materiais esportivos Penalty.[12] Valdes chega para ser, se não a maior, uma das maiores contratações da história da marca brasileira.[13][14]

Em 24 de maio, de 2013, chegou a se despedir dos membros da equipe do Barcelona, incluindo técnicos e auxiliares para uma confraternização,[15] porém permaneceu mais uma temporada até o fim de seu contrato. Sua última partida pelo clube ocorreu pela La Liga no dia 26 de março de 2014, contra o Celta de Vigo, quando contundiu-se no joelho direito. Foi operado na Alemanha e ficou afastado dos gramados por meses.[16]

Manchester United[editar | editar código-fonte]

Após dez meses desde sua última partida, Valdés foi contratado pelo Manchester United no dia 8 de janeiro de 2015, assinando vínculo até junho de 2016.[17] Obteve poucas oportunidades com o treinador Louis van Gaal, especialmente quando recusou-se a atuar pela equipe "B" em competição de segundo escalão.[18]

Standard de Liège[editar | editar código-fonte]

Foi emprestado em 24 de janeiro de 2016 ao Standard de Liège até junho. Disputou sete jogos.[19]

No dia 29 de abril de 2016, foi devolvido ao Manchester United.[20]

Middlesbrough[editar | editar código-fonte]

Após rescindir o contrato com o Manchester United, Valdés foi contratado pelo Middlesbrough para jogar a Premier League de 2016–17.[21] A equipe terminou a temporada em 19º lugar e acabou rebaixada para a Championship. Ao final da temporada, Valdés anunciou sua aposentadoria.[22]

Seleção Espanhola[editar | editar código-fonte]

Valdés atuando pela Seleção Espanhola.

No dia 16 de agosto de 2005, Valdés foi convocado para um amistoso contra o Uruguai, mas não jogou.[23] Já no dia 20 de maio de 2010 ele foi incluído na lista para a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, como o terceiro goleiro da Espanha, atrás de Iker Casillas e Pepe Reina. Utilizou a camisa 12.[24]

No dia 3 de junho de 2010, Valdés fez sua estreia no amistoso entre Espanha e Coreia do Sul no Tivoli-Neu, em Innsbruck na Áustria.[25] Em julho de 2010, ele foi campeão da Copa do Mundo de 2010 com a Espanha. Atuou no jogo entre México e Espanha no empate por 1 a 1, após substituir Casillas.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Valdés é casado com Yolanda Cardona. No dia 20 de agosto de 2009, Cardona deu à luz o primeiro filho do casal, o filho Dylan Valdés Cardona, em Barcelona. Seu segundo filho,

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Seleção[editar | editar código-fonte]

[26]

Espanha
Ano Jogos Gols
2010 3 0
2011 4 0
2012 3 0
2013 9 0
2014 1 0
Total 20 0

Títulos[editar | editar código-fonte]

Valdés comemorando o título do Mundial de Clubes de 2011.
Barcelona B
  • Segunda Divisão B: 2001–02
Barcelona
Standard de Liège
Seleção Espanhola

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

  • Trofeo Zamora: 2004–05, 2008–09, 2009–10, 2010–11, 2011–12
  • Real Ordem de Mérito Esportivo: 2011[28]

Referências

  1. Perfil no site do Barcelona
  2. «Gossip: Barca, Moyes and More». Consultado em 11 de Março de 2013 
  3. http://www.penalty.com/pt/noticia/45/ViCTOR-VALDES-ESTREOU-PARCERIA-COM-A-PENALTY-.aspx
  4. «Taffarel aconselha Victor Valdés a jogar no Brasil». Consultado em 16 de Março de 2013 
  5. «Victor Valdés: O substituto de Ceni?». Consultado em 14 de Outubro de 2012 
  6. «The long shadow of Zamora». Consultado em 2 de Julho de 2009 
  7. «Valdés quebra invencibilidade Europeia». Consultado em 7 de Novembro de 2007 
  8. «Descubra por que Valdés pode substituir Rogério Ceni no São Paulo». Consultado em 12 de Março de 2013 
  9. «Barcelona vence Manchester United e conquista o título da Liga dos Campeões». Gazeta do Povo. 27 de maio de 2009. Consultado em 8 de outubro de 2019 
  10. «Barca clinch La Liga league title». Consultado em 10 de Maio de 2010 
  11. «Victor Valdes 'very proud' to equal Andoni Zubizarreta's record as goalkeeper with most Barcelona appearances». Consultado em 30 de Agosto de 2011 
  12. «BOMBA: Victor Valdes agora é Penalty!!!». guarda-metas.com. 25 de agosto de 2011 
  13. «Messi marca, sai machucado e vê Barça ceder empate ao PSG no fim». Consultado em 2 de Abril de 2013 
  14. «Com gol de Matuidi no fim, PSG consegue empate e segue vivo na Liga». Consultado em 3 de Abril de 2013 
  15. «Victor Valdés se despede do Barcelona». Consultado em 24 de Maio de 2013 
  16. «Víctor Valdés, siete meses de baja» (em espanhol). Sítio oficial FC Barcelona. 31 de março de 2014 
  17. «Manchester United sign Victor Valdes». manutd.com (em inglês). 8 de janeiro de 2015 
  18. «Van Gaal impõe 'última humilhação' a Valdés e impede goleiro de ter contato com colegas». ESPN. 13 de novembro de 2015 
  19. «Manchester United's Victor Valdes agrees loan move to Standard Liege» (em inglês). ESPNFC. 24 de janeiro de 2016 
  20. «Passagem de Valdes pela Bélgica acaba antes do esperado». oGol. 29 de abril de 2016. Consultado em 8 de outubro de 2019 
  21. «Ex-Barcelona e Manchester United, Víctor Valdés acerta com o Middlesbrough». ESPN.com.br. 7 de julho de 2016. Consultado em 8 de outubro de 2019 
  22. «Victor Valdés confirma aposentadoria do futebol após postagem inusitada». LANCE!. 3 de janeiro de 2018. Consultado em 8 de outubro de 2019 
  23. «Reina y Valdés cruzan sus caminos». Consultado em 15 de Agosto de 2005 
  24. «Spain omit Marcos Senna from 2010 World Cup squad». Consultado em 20 de Maio de 2010 
  25. «Valdés debuta con La Roja». Consultado em 3 de Junho de 2010 
  26. «National Football Teams- Víctor Valdés» 
  27. «Valdés gana su primer título con el Standard de Lieja» (em espanhol). Marca. 20 de março de 2016 
  28. «Royal Order of Sporting Merit 2011» 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Víctor Valdés