Edmílson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Edmílson
Edmílson
Edmílson quando jogava no Barcelona.
Informações pessoais
Nome completo José Edmílson Gomes de Moraes
Data de nasc. 10 de julho de 1976 (45 anos)
Local de nasc. Taquaritinga (SP), Brasil
Nacionalidade brasileiro e italiano
Altura 1,86 m
destro
Informações profissionais
Clube atual Futebol Clube SKA Brasil
Posição volante e zagueiro
Clubes profissionais
Anos Clubes
1991–1994
1994–2000
2000–2004
2004–2008
2008
2009
2010–2011
2011
XV de Jaú
São Paulo
Lyon
Barcelona
Villarreal
Palmeiras
Real Zaragoza
Ceará
Seleção nacional
2000–2007 Brasil

José Edmílson Gomes de Moraes (Taquaritinga, 10 de julho de 1976), mais conhecido como Edmílson, é um ex-futebolista brasileiro que atuava como volante e zagueiro. Atualmente é presidente do Futebol Clube SKA Brasil.[1]

Durante sua carreira conquistou os dois maiores campeonatos do planeta: a Copa do Mundo em 2002 e a UEFA Champions League em 2006 jogando pelo Barcelona. Aposentou-se em 2012.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início de carreira[editar | editar código-fonte]

Edmílson iniciou sua trajetória profissional no XV de Jaú. Após obter destaque no clube do interior paulista assinou pelo São Paulo FC em 1995, conquistando dois títulos do Campeonato Paulista durante sua passagem. Em 2000, se transferiu ao Olympique Lyonnais. Pelo clube de Rhône-Alpes, atuou por 4 temporadas, ganhando 3 ligas francesas e 1 Copa da Liga. Em 2001, já acumulando convocações para a seleção brasileira, recebeu ofertas para se transferir para o Barcelona, mas que foram rejeitadas pelo clube francês.[2]

Passagem no futebol espanhol[editar | editar código-fonte]

Em julho de 2004, Edmílson finalmente assinou com o Barcelona por cerca de € 10 milhões.[3] Ele fez sua estreia em La Liga em 19 de setembro, em um empate em 1-1 fora de casa contra o Atlético de Madrid,[4] e terminou sua temporada de estreia com apenas seis partidas. Em 3 de outubro, depois de ter entrado como substituto de Samuel Eto'o durante um jogo em casa contra o CD Numancia, ele teve de ser substituído após apenas cinco minutos em campo, ficando afastado por seis meses.[5]

Edmílson se recuperou totalmente na temporada seguinte, desempenhando um papel importante na equipe de Frank Rijkaard, ao ganhar a liga espanhola e a Liga dos Campeões. Na competição continental, ele apareceu em nove partidas - sendo seis completas - incluindo o primeiro tempo da final contra o Arsenal.

Depois de uma péssima temporada de 2007-08 - tanto pessoal quanto coletiva, Edmílson, à época com 32 anos, deixou o Barcelona após o término de seu contrato.[6] Ele sofreu com novas lesões nesta época,[7][8] e o clube ficou apenas na 3ª posição do campeonato espanhol.

Ele assinou com o Villarreal por dois anos,[9] mas sequer chegou a ficar por 6 meses.[10]

Breve retorno ao Brasil e última passagem pela Europa[editar | editar código-fonte]

Após deixar o Villarreal, ele assinou com o Palmeiras por duas temporadas.[11] Sua estreia foi apenas 7 dias após a contratação, contra o Marília.[12] Seu primeiro gol foi contra o Real Potosí, 3 dias depois.[13] Entretanto, tanto ele quanto a equipe palestrina tiveram muitos altos e baixos durante a temporada. Após uma reformulação na equipe - que chegou a liderar boa parte do Campeonato Brasileiro, mas ficou apenas na 5ª posição - Edmilson foi dispensado devido aos altos salários, juntamente com Vágner Love.[14] Ele disputou 35 jogos pelo verdão, e marcou 4 gols.[15]

Após deixar o Palmeiras, assinou com o Zaragoza por um ano.[16]

Retorno ao Brasil e aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Após 12 jogos pelo Zaragoza, Edmílson acertou sua volta ao Brasil, para atuar pelo Ceará Sporting Clube por um ano.[17][18] No clube cearense, reencontrou seu ex-companheiro de São Paulo e seleção, Beletti.[19] No fim da temporada de 2011, após o rebaixamento do clube no Campeonato Brasileiro, o atleta foi dispensado.[20]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Atuou pela Seleção Brasileira em 42 ocasiões entre 2000 e 2007. Sua estreia na seleção ocorreu em 18 de julho de 2000, na derrota por 2-1 para o Paraguai.

Fez parte do elenco campeão da Copa do Mundo da Coreia e Japão em 2002, disputando seis partidas contra Turquia, Costa Rica, Bélgica, Inglaterra, Turquia (semifinais) e Alemanha. No torneio, Edmílson marcou um gol de bicicleta contra os costa-riquenhos.[21]

O atleta já treinava com a equipe para a disputa da Copa do Mundo FIFA de 2006, mas foi cortado a menos de 15 dias da estreia devido a uma lesão no joelho.[22]

Projetos após a aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Participou como apresentador e avaliador do reality show Menino de Ouro, exibido pelo SBT em 2013.[23]

Tornou-se Vice-presidente e Diretor de Futebol do Grêmio Barueri.[24]

Em 2014, foi comentarista de futebol no programa Arena SBT.[25]

Edmílson comentou as finais da Liga dos Campeões da UEFA e da Liga Europa pelo canal Esporte Interativo.[26]

Atualmente é "Embaixador Mundial das escolas do FC Barcelona", Embaixador da Fundação Barcelona e atleta do FCB Legends, além de presidente do Futebol Clube SKA Brasil.[1]

No final de 2006 Edmílson inaugurou a Fundação Edmílson, em Taquaritinga, sua cidade natal, destinada a ajudar jovens da região.[27]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Clube[editar | editar código-fonte]

São Paulo
Lyon
  • Campeonato Francês: 2001-02, 2002-03 e 2003-04
  • Supercopa da França: 2002, 2003 e 2004
  • Copa da Liga: 2000-01
Barcelona

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Pentacampeão Edmílson cria novo time, vira dirigente e quer formar jogadores para grandes clubes». ge. Consultado em 31 de julho de 2021 
  2. «Lyon desmente interesse do Barcelona em Edmilson». www.record.pt. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  3. UEFA.com (29 de julho de 2004). «Edmílson bound for Barcelona». UEFA.com (em inglês). Consultado em 14 de setembro de 2021 
  4. «Torres estraga estréia do Edmílson no Barcelona - 19/09/2004 - UOL Esporte - Futebol». www.uol.com.br. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  5. UEFA.com (4 de outubro de 2004). «Edmílson faces six months out». UEFA.com (em inglês). Consultado em 14 de setembro de 2021 
  6. «Globoesporte.com > Futebol Internacional > Campeonato Espanhol - NOTÍCIAS - Edmílson fala em deixar o Barcelona». globoesporte.globo.com. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  7. «Com nova lesão, Edmílson volta a desfalcar Barcelona - Notícias». Diário Gaúcho. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  8. «Edmílson sofre lesão muscular na coxa». Trivela. 10 de janeiro de 2008. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  9. «Villarreal contrata Edmilson para as próximas duas temporadas - 23/05/2008 - UOL Esporte - Futebol». www.uol.com.br. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  10. «Sondado pelo Palmeiras, Edmílson admite deixar Villarreal». Terra. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  11. «Palmeiras confirma contratação de Edmílson». Terra. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  12. «Edmílson comemora boa estreia pelo Palmeiras - Esportes». Estadão. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  13. «Palmeiras goleia o Real Potosí por 5 a 1 e vai à altitude com folga - 29/01/2009 - UOL Esporte - Futebol». www.uol.com.br. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  14. «"Salário alto" pode provocar saída de Edmílson do Palmeiras». Terra. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  15. . «Edmílson deixa Palmeiras após a chegada de Edinho». Acervo. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  16. «Zaragoza anuncia contratação de Edmílson». Trivela. 1 de fevereiro de 2010. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  17. Comunicação, Departamento de. «Edmílson é apresentado à imprensa e se mostra motivado». CearaSC.com. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  18. «Edmilson se une a grupo de veteranos e reforça Ceará». Terra. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  19. «Ceará acerta contratação de outro jogador da seleção pentacampeã em 2002: Edmílson». Extra Online. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  20. «Pentacampeão Edmílson está perto de deixar o Ceará». O Estado CE. 1 de janeiro de 1970. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  21. «Edmílson relembra gol contra a Costa Rica na Copa». Confederação Brasileira de Futebol. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  22. «Edmílson é cortado por causa de lesão, e Mineiro é chamado - 31/05/2006 - Esporte - Copa do Mundo - Brasil». www.uol.com.br. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  23. «"Sou o treinador 'paizão' e Edmílson, o linha-dura", diz Zetti sobre reality de futebol». UOL TV e Famosos. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  24. Paulista A2: Grêmio Barueri anuncia nova diretoria com pentacampeão mundial
  25. «SBT fecha com Edmilson, que estreia em jogo do Palmeiras na Libertadores». www.uol.com.br. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  26. «Edmílson comentará finais de campeonatos europeus no Esporte Interativo». NaTelinha. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  27. «Edmilson: o "improvável" que conquistou o mundo dentro e fora de campo». Metrópoles. 30 de agosto de 2021. Consultado em 14 de setembro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]