Dalton Moreira Neto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde fevereiro de 2010). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Dalton
Informações pessoais
Nome completo Dalton Moreira Neto
Data de nasc. 5 de fevereiro de 1990 (28 anos)
Local de nasc. Rio das Ostras (RJ), Brasil
Nacionalidade brasileira
Altura 1,87 m
Destro
Informações profissionais
Período em atividade 2009–presente
Clube atual Bangu
Posição Zagueiro
Clubes de juventude
2003–2009 Fluminense
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2009–2010
2010–2014
2011
2012
2014–2015
2015
2016
2017
2018–
Fluminense
Internacional
Atlético Paranaense (emp.)
Criciúma (emp.)
Universitario
Red Bull Brasil
Fort Lauderdale Strikers
Luverdense
Bangu
00022 000(0)
00012 000(0)
00005 000(0)
00001 000(0)
00010 000(4)
00000 000(0)
00020 000(0)
00012 000(1)
00002 000(0)
Seleção nacional
2009 Brasil Sub-20 00006 000(1)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 21 de janeiro de 2018.

Dalton Moreira Neto, mais conhecido como Dalton, (Rio das Ostras, 5 de fevereiro de 1990) é um futebolista brasileiro que atua como zagueiro. Atualmente, está no Bangu.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Fluminense[editar | editar código-fonte]

Começou a carreira no Projeto Criança no Esporte aos seis anos e ficou na escolinha de futebol até aos 13 anos, quando passou nos testes para o Fluminense. No primeiro ano no time carioca, sagrou-se campeão estadual na categoria Mirim. Nas categorias de base do clube, o jogador colecionou títulos, sendo duas vezes campeão mundial, sendo o primeiro em 2005 na China, vencendo na final a equipe do PSG, e outra em 2007 contra o Manchester United, na Irlanda do Norte. Em 2008, o atleta foi eleito pela mídia especializada o melhor zagueiro da Copa São Paulo de Juniores. Após participar do Campeonato Mundial Sub-20 com a Brasil (onde foi vice-campeão e um dos melhores do torneio), o jogador teve sua chance no time titular do Fluminense, e foi um dos destaques da arrancada tricolor no Brasileirão. Ao abandonar o clube que o projetou, sua carreira entrou em trajetória decadente. Antes tido como promessa, passou a não figurar nem na reserva do Internacional, apresentando um futebol pouco convincente.

Internacional[editar | editar código-fonte]

Em abril de 2010, Dalton ajuizou um processo contra o Fluminense, clube que o empregava e que o havia revelado, por causa de um suposto atraso no FGTS. Surpreendentemente, obteve ganho de causa em julho daquele ano, assinando contrato com o Internacional.

Atlético Paranaense[editar | editar código-fonte]

Em 15 de março de 2011, não sendo aproveitado no elenco principal do Internacional, Dalton acertou a sua ida ao Atlético Paranaense. Em maio do mesmo ano, muito pouco aproveitado e fora dos planos do técnico Adilson Batista, o jogador retornou ao Internacional.

Retorno ao Internacional[editar | editar código-fonte]

Devido a sucessivas lesões, Dalton foi muito pouco utilizado no time colorado. Nas vezes em que atuou, mostrou-se um zagueiro desconcentrado e inseguro. Posteriormente, foi trocado pelo meia Jajá. Teve a sua primeira oportunidade como titular em 16 de junho de 2012, no jogo contra o Botafogo, no Beira-Rio, devido às contusões de Rodrigo Moledo e Bolívar. Atuou os 90 minutos, mas falhou no primeiro gol do adversário. O Internacional perdeu o jogo por 2 a 1.

Criciúma[editar | editar código-fonte]

Sem oportunidades no Internacional com o técnico Fernandão no primeiro semestre de 2012, foi emprestado ao clube de Santa Catarina para a disputa do segundo turno do Campeonato Brasileiro da Série B. No dia 23 de novembro de 2012 foi dispensado do Criciúma, retornando ao Internacional[1]

Universitario de Deportes[editar | editar código-fonte]

Foi emprestado, ao Universitario de Deportes, para a temporada de 2014.[2] Logo em um dos primeiros jogos pelo novo clube, pela fase de grupos da Taça Libertadores da América, foi pego no exame antidoping realizado após a partida.[3]

Red Bull Brasil[editar | editar código-fonte]

Após o período de suspensão por doping, seu contrato com o Internacional acabou, e transferiu-se discretamente para o Red Bull Brasil.

FL Strikers[editar | editar código-fonte]

No início do ano, Dalton acertou com o FL Strikers.[4]

Luverdense[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2016, Dalton foi anunciado como novo reforço do Luverdense para a temporada de 2017.[5]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Quando ainda era jogador do Fluminense Football Club, foi convocado para a disputa Campeonato Sul-Americano Sub-20, pela Seleção Brasileira, em 2009, onde foi titular, e também ao Campeonato Mundial Sub-20, também como titular. Após a saída do Fluminense, nunca mais foi convocado.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Brasil Internacional
Brasil Seleção Brasileira
Brasil Luverdense

Referências

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.