Arthur Melo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Arthur
Arthur
Arthur pela Juventus em 2021.
Informações pessoais
Nome completo Arthur Henrique Ramos
de Oliveira Melo
Data de nasc. 12 de agosto de 1996 (26 anos)
Local de nasc. Goiânia (GO), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,71 m
destro
Apelido Rei Arthur
Informações profissionais
Clube atual Liverpool
Número 29
Posição volante
Clubes de juventude
2008–2010
2010–2015
Goiás
Grêmio
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2015–2018
2018–2020
2020–2022
2022–
Grêmio
Barcelona
Juventus
Liverpool (emp.)
0070 0000(6)
0072 0000(4)
0063 0000(1)
0000 0000(0)
Seleção nacional3
2013
2017–
Brasil Sub-17
Brasil
0007 0000(1)
0022 0000(1)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 01 de setembro de 2022.
3 Partidas e gols pela seleção nacional estão atualizadas
até 29 de março de 2022.

Arthur Henrique Ramos de Oliveira Melo, mais conhecido como Arthur Melo ou simplesmente Arthur (Goiânia, 12 de agosto de 1996),[1] é um futebolista brasileiro que atua como volante. Atualmente joga no Liverpool, emprestado pela Juventus.


Nascido em Goiânia, Arthur começou sua carreira pelo Grêmio, ganhando diversos títulos, como a Copa do Brasil em 2016, a Copa Libertadores em 2017, o Campeonato Gaúcho e a Recopa Sul-Americana em 2018. Pelos seus três anos no Grêmio, Arthur se estabeleceu como uma promessa[2][3] o que levou o Barcelona a contratá-lo por uma taxa inicial de 31 milhões de euros em 2018.[4]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Em 2001, o pai de Arthur, o senhor Aílton, matriculou o menino, então quatro anos, na escolinha de futebol de seu primo, o ex-jogador Niltinho.[5] Após se destacar em uma partida contra o Goiás, surgiu o convite para treinar no clube esmeraldino, onde ficou até 2009.[6]

Grêmio[editar | editar código-fonte]

Base

Em 2010, Arthur chegou ao Grêmio, para seguir nas categorias de base do Tricolor Gaúcho. Destaque em todas as categorias que passou, foi eleito, em 2012, o melhor jogador da Copa Carpina.[7] Em abril de 2013, disputou o Sul-Americano Sub-17 com a Seleção Brasileira,[8] alcançando o 3º lugar[9] e a vaga para a Copa do Mundo que realizar-se-ia em outubro do mesmo ano, nos Emirados Árabes.[10] Em 2014, aos 18 anos, foi campeão estadual da categoria Sub-20.[11]

Principal

Subiu para a equipe principal do Grêmio no início de 2015, sob o comando do Técnico Luiz Felipe Scolari, após se destacar na Copa São Paulo de Futebol Júnior.[12] Estreou como profissional no dia 4 de fevereiro de 2015, no Estádio Cristo Rei, em partida contra o Aimoré, pelo Campeonato Gaúcho. Arthur começou como titular e foi substituído pelo argentino Matías Rodríguez no intervalo da partida.[13]

No dia 7 de dezembro de 2016, conquistou o seu primeiro título como profissional, pelo Grêmio: a Copa do Brasil, quinta conquista do clube gaúcho na competição, maior vencedor do torneio.[14] A conquista se tornou emblemática, visto encerrar um jejum de 15 anos da equipe gaúcha sem títulos de expressão nacional (o último havia sido justamente o tetracampeonato da Copa do Brasil, em 2001), além de isolar o Grêmio como maior campeão do torneio (antes, dividia o posto com o Cruzeiro).[15] Após dois anos como profissional, em 2017, Arthur se firmou como titular absoluto do meio campo gremista, sob o comando de Renato Gaúcho, na equipe que disputava a Copa Libertadores da América, Campeonato Brasileiro da Série A, Copa do Brasil e a Copa da Primeira Liga. O jogador começou a despertar as atenções após o Grêmio levar uma equipe reserva para o jogo contra o Guaraní-PAR, em Assunção. O jogador comandou o meio campo gremista, destacando-se por não errar nenhum passe e por ter realizado o lançamento para o gol da equipe gaúcha, marcado por Pedro Rocha.[16] Após essa partida, ganhou status de "xodó da torcida" e passou a ser constantemente solicitada a sua presença como titular, tanto pela imprensa quanto pela torcida.[17] Não demorou até Arthur se tornar titular incontestável, recebendo diversos elogios por sua visão de jogo e passes precisos, se tornando peça fundamental da equipe e passando a ser tratado como "joia", no Grêmio,[18] tendo o seu futebol comparado a craques como Iniesta e Thiago Alcântara[19] e despertando o interesse de clubes europeus.[20]

Em 27 de abril de 2017, Arthur recebeu o seu primeiro prêmio de melhor jogador da partida, como profissional, em partida contra o Guaraní-PAR, na Arena do Grêmio, válida pela Copa Libertadores da América.[21] A equipe gaúcha venceu a partida pelo placar de 4 a 1, com um gol de Pedro Geromel e três do paraguaio Lucas Barrios. Arthur ficou surpreso com o prêmio, visto que o seu companheiro havia marcado um hat-trick, mas a atuação do garoto foi de grande destaque, comandando o meio-campo gremista sem errar nenhum passe, sofrendo pênalti e causando a expulsão de um jogador da equipe adversária, em outro lance.[22]

Marcou o seu primeiro gol como profissional no dia 17 de maio, na Arena do Grêmio, contra o Fluminense, em partida válida pela Copa do Brasil. A equipe gaúcha venceu a equipe carioca pelo placar de 3 a 1, e o gol de Arthur foi o primeiro do Grêmio no jogo, após tabelar com Lucas Barrios e driblar o goleiro Diego Cavalieri, antes de colocar a bola para o fundo das redes.[23]

Em 29 de novembro, foi eleito o melhor jogador em campo na partida de volta da final da Copa Libertadores da América, contra o Lanús, da Argentina. O meio-campista, que já havia tido atuação de destaque na partida de ida, foi um dos principais jogadores do Grêmio no jogo de volta, mas terminou se lesionando e não ficou em campo até o final do embate, sendo substituído no começo do segundo tempo. Na ocasião, Arthur conquistou também seu segundo título na equipe principal do Grêmio, levantando o tricampeonato da América após a vitória por 2 a 1 contra os argentinos, no Estádio La Fortaleza. A lesão no tornozelo sofrida durante o jogo contra o Lanús acabou o tirando da disputa do Mundial de Clubes da FIFA.[24]

Barcelona[editar | editar código-fonte]

Arthur em 2019.

No dia 8 de março de 2018, após um extenso período de especulações, foi confirmada a transferência de Arthur para o Barcelona. O negócio foi firmado em 30 milhões de euros, podendo chegar a 40 milhões através de cláusulas de recompensa por desempenho, e foi acordado que Arthur se juntaria ao clube em janeiro de 2019.[25]

Contudo, em 6 de julho de 2018, a sua apresentação ao Barcelona foi antecipada. Assim, o negócio foi finalizado em 32,8 milhões de euros, além de serem mantidos os 9 milhões de bônus através de cláusulas de desempenho.[26]

Sua passagem pelo clube catalão foi marcada por várias polêmicas, e ao sair para a Juventus, dois anos depois, após 72 jogos e quatro gols pelo catalães.[28]

Juventus[editar | editar código-fonte]

No dia 28 de junho de 2020, Arthur assinou um contrato de 5 anos com a Juventus. O contrato entrou em vigor apenas a partir da temporada 2020–21.[29]

Arthur estreou no clube e na Serie A em 27 de setembro, entrando como substituto em um empate fora de casa por 2 a 2 contra a Roma, substituindo Weston McKennie aos 58 minutos.[31]

Em 20 de janeiro de 2021, ele conquistou seu primeiro troféu com a camisa preta e branca, jogando como titular na final da Supercopa da Itália, que viu os bianconeri vencerem o Napoli por 2 a 0.[32]

Arthur fez seu primeiro gol com o clube bianconeri, abrindo o placar na vitória por 2-0 em casa sobre o Bologna.[33]

Arthur chegou à Juventus em 2020, com contrato até junho de 2025. Porém que chegou a Velha Senhora, Arthur sofreu com muitos problemas físicos na tentativa de se firmar na equipe, o que não aconteceu.[34]

Liverpool[editar | editar código-fonte]

Em 1 de setembro de 2022, Arthur foi contratado pelo Liverpool por emprestimo de uma temporada, sob pagamento de 4,5 milhões de euros, com opção de compra de 37,5 milhões pagos em dois anos.[35]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Arthur na Copa América de 2019.

Em 15 de setembro de 2017, foi convocado pelo primeira vez pelo técnico Tite para a disputa das duas últimas partidas das Eliminatórias, diante da+ e do Chile.[36] Foi incluído na lista de suplentes do técnico Tite, para a Copa do Mundo FIFA de 2018, porém, não a disputou.[37]

Fez a sua estreia pela Seleção Brasileira, no dia 7 de setembro de 2018, na partida amistosa contra o Estados Unidos, vencido pela Seleção Brasileira por 2 a 0.[38] Ao fim da partida, foi elogiado por Tite: "Ele sempre encontra a melhor saída, o melhor desmaio". Mesmo que ele não forneça assistência, ele recebe o passe que ajudará o jogador ", disse o treinador da Seleção[39].

No dia 17 de maio de 2019, foi convocado para a Copa América de 2019[40], na qual foi titular em 5 das 6 partidas, dando assistência para Gabriel Jesus, na vitória por 3 a 1 na final contra o Peru.[41]

No dia 23 de outubro de 2020, foi convocado para a disputa das Eliminatórias, para partidas contra as seleções da Venezuela e Uruguai.[42] No dia 17 de novembro de 2020, Arthur marcou seu primeiro gol defendendo a Seleção Brasileira em partida contra a seleção do Uruguai, na cidade de Montevidéu, na qual terminou com triunfo brasileiro pelo placar de 2 a 0.[43]

Estilo de jogo[editar | editar código-fonte]

Arthur é considerado uma das maiores promessas do futebol mundial, sendo comparado com Xavi e Iniesta.[44] É um volante talentoso, que se destaca pela qualidade nos passes. Outra das suas características é a capacidade de desmarque e triangulação com os companheiros, o que lhe transforma em um verdadeiro perigo próximo da área rival, além de proteger bem a bola e ser perigoso no último passe.[45]

É um jogador criativo e habilidoso com a bola nos pés.[46] Tem uma excelente visão de jogo e qualidade no passe. Possui um perfil ofensivo, mas tem facilidade para realizar tarefas defensivas.[47]

Com uma boa mudança de ritmo e fiabilidade na condução da bola, se destaca pela verticalidade e precisão no chamado 'último passe'. Sua juventude e talento para o jogo coletivo, lhe tornam um atleta com um futuro prometedor.[48]

Durante uma partida contra o Valencia, ele tentou 142 passes, 135 deles bem-sucedidos; esse foi o maior número de passes bem-sucedidos em um único, da La Liga que qualquer jogador produziu desde Xavi, em novembro de 2012, contra o Levante.[49] A maior precisão de passe de Arthur em uma única partida com o Barcelona é de 98,6%, o que ele alcançou quando completou 71 passes em 72 tentativas em uma partida contra o Lyon, em 2019, pela Liga dos Campeões da UEFA.[50]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizado até 16 de dezembro de 2020.[51]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Equipe Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c][d]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Grêmio 2015 0 0 0 0 0 0 0 0 0 1 0 0 1 0 0
2016 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 1 0 0
2017 27 1 0 5 1 0 12 0 1 6 0 0 50 2 1
2018 7 1 1 1 0 0 3 0 1 7 3 1 18 4 3
Total 35 2 1 6 1 0 15 0 2 14 3 1 70 6 4
Barcelona 2018–19 27 0 1 7 0 1 9 0 0 1 0 0 44 0 2
2019–20 22 3 3 3 1 0 3 0 1 0 0 0 28 4 4
Total 49 3 4 10 1 1 12 0 1 1 0 0 72 4 6
Juventus 2020–21 6 0 0 0 0 0 7 0 0 0 0 0 13 0 0
Total 6 0 0 0 0 0 7 0 0 0 0 0 13 0 0
Total na carreira 90 5 5 16 2 1 34 0 3 15 3 1 155 10 10

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão listados todos jogos e gols do futebolista pela Seleção Brasileira. Abaixo da tabela, clique em expandir para ver a lista detalhada dos jogos de acordo com a categoria selecionada.

Seleção principal

Ano
Jogos Gols Assist.
2018 6 0 0
2019 14 0 1
2020 1 1 0
Total 21 1 1

Títulos[editar | editar código-fonte]

Grêmio
Barcelona
Juventus
Seleção Brasileira

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Portal Oficial do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense - Plantel». Portal Oficial do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. Consultado em 28 de dezembro de 2017. Arquivado do original em 8 de outubro de 2017 
  2. https://www.sport-english.com/en/news/barca/xavi-hernandez-arthur-can-mark-an-era-at-barcelona-7097503
  3. «Barcelona's new Xavi? Impressive Arthur a ray of light in Valencia draw | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 6 de junho de 2020 
  4. «Oficial: Barcelona anuncia Arthur por seis temporadas ao custo de R$ 180 milhões». GloboEsporte.com. 9 de julho de 2018. Consultado em 16 de junho de 2020 
  5. «Cheio de moral, volante é capitão e ressurge no Sub-20 Grêmio | JB Filho Repórter». Consultado em 28 de junho de 2017 
  6. sportsoulbrazil (15 de agosto de 2012), Arthur - Volante, consultado em 28 de junho de 2017 
  7. «Copa Carpina sub 16». Copa Carpina sub 16. Consultado em 28 de junho de 2017 
  8. «Seleção convoca 25 jogadores para Sul-Americano Sub-17». Terra 
  9. «Campeonato Sul-Americano de Futebol Sub-17 de 2013». Wikipédia, a enciclopédia livre. 22 de maio de 2017 
  10. «Copa do Mundo FIFA Sub-17 de 2013». Wikipédia, a enciclopédia livre. 28 de dezembro de 2016 
  11. «Grêmio bate o São José por 3 a 0 e é campeão do Estadual Sub-20». globoesporte.com 
  12. «Arthur quer ganhar Felipão nos treinos e promete: "Dedicação não faltará"». globoesporte.com 
  13. «Ao vivo: Aimoré x Grêmio - Campeonato Gaúcho | globoesporte.com | tempo real». globoesporte.com. Consultado em 28 de junho de 2017 
  14. «Rei da Copa: Grêmio segura o Galo e é pentacampeão da Copa do Brasil». globoesporte.com 
  15. «Grêmio encerra jejum de 15 anos e vira o maior campeão da Copa do Brasil». ESPN 
  16. «Guaraní-PAR x Grêmio - Taça Libertadores 2017-2017 - globoesporte.com». globoesporte.com. Consultado em 28 de junho de 2017 
  17. «Arthur é a nova revelação da fábrica de volantes do Grêmio». ZH 2014 
  18. «Arthur e Barrios são indispensáveis no time titular do Grêmio». espnfc.espn.uol.com.br. Consultado em 28 de junho de 2017 
  19. «Para Ricardo Rocha, Arthur cairia como uma luva no Barça: "Lembra o Iniesta"». sportv.com 
  20. «Atlético de Madrid envia olheiro para observar Arthur, do Grêmio». ZH 2014 
  21. Mattiollo, Giovani (29 de abril de 2017). «Arthur cumpre sonho e leva troféu de melhor em campo na Libertadores: "Indescritível" - Sangue Azul». Sangue Azul 
  22. «Grêmio x Guaraní-PAR - Taça Libertadores 2017-2017 - globoesporte.com». globoesporte.com. Consultado em 28 de junho de 2017 
  23. «Grêmio x Fluminense - Copa do Brasil 2017 - globoesporte.com». globoesporte.com. Consultado em 28 de junho de 2017 
  24. «Arthur deve parar por 45 dias e desfalca Grêmio no Mundial de Clubes». globoesporte.com. 1 de dezembro de 2017 
  25. Eduardo Deconto e Eduardo Moura (8 de março de 2018). «Grêmio e Barcelona fecham acordo e acertam transferência de Arthur». GloboEsporte.com. Consultado em 16 de junho de 2020 
  26. «Grêmio ganha um extra de R$ 12,7 milhões para liberar Arthur para o Barcelona agora, aponta jornal». ESPN.com.br. 7 de julho de 2018. Consultado em 16 de junho de 2020 
  27. «Arthur é apresentado e fala do sonho de atuar pelo Barcelona». correio do povo. Consultado em 1 de setembro de 2022 
  28. «Festas, polêmicas e críticas: Arthur vai de esperança a decepção na Europa». placar. Consultado em 1 de setembro de 2022 
  29. «Juventus oficializa a contratação do volante Arthur». GaúchaZH. 29 de junho de 2020. Consultado em 29 de junho de 2020 
  30. «Em apresentação na Juventus, Arthur comemora poder jogar com Cristiano Ronaldo». ESPN. Consultado em 1 de setembro de 2022 
  31. «AS Roma vs. Juventus - Football Match Report» (em inglês). ESPN. Consultado em 1 de setembro de 2022 
  32. «SUPERJUVE!» (em italiano). juventus. Consultado em 1 de setembro de 2022 
  33. «Juventus-Bologna 2-0: Arthur e McKennie rilanciano i bianconeri. Milan a meno 7» (em italiano). corriere. Consultado em 1 de setembro de 2022 
  34. «Liverpool e Juventus chegam a acordo pelo brasileiro Arthur». metropoles. Consultado em 1 de setembro de 2022 
  35. «Lesões, emergência e custo: o que explica Arthur no Liverpool». Placar. Consultado em 1 de setembro de 2022 
  36. Tite convoca Diego, do Flamengo, e Arthur, do Grêmio, para a seleção
  37. Alexandre Lozetti, Edgard Maciel de Sá e Tossiro Neto (25 de maio de 2018). «Lista de 35 de Tite para a Copa tem três novatos: Dedé, Maicon e Paquetá». GloboEsporte.com. Consultado em 14 de maio de 2020 
  38. «Douglas Costa brilha, Neymar marca, e Seleção inicia novo ciclo com vitória». GloboEsporte.com. 7 de setembro de 2018. Consultado em 14 de maio de 2020 
  39. «Tite, sobre Arthur: "Sempre encontra a melhor saída, o melhor passe"» 
  40. «Seleção Brasileira: convocados por Tite para a Copa América 2019» 
  41. Smyth, Rob (7 de julho de 2019). «Brazil 3-1 Peru: Copa América 2019 final – as it happened». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077 
  42. «Tite convoca a seleção brasileira e volta a chamar Vini Junior, Arthur e Militão» 
  43. «Com gols de Arthur e Richarlison, Brasil vence Uruguai fora de casa e segue 100% nas Eliminatórias» 
  44. «Comparado a Xavi e Iniesta, Arthur é apresentado pelo Barça - Band.com.br». Band. 12 de julho de 2018. Consultado em 14 de maio de 2020 
  45. «Comparado a Xavi, Arthur ganha elogios do ex-craque do Barcelona: "Eu me vejo nele"». GloboEsporte.com. 31 de outubro de 2018. Consultado em 14 de maio de 2020 
  46. «Jornal de Madri elogia Arthur: 'Liderou o time como Xavi fez'». LANCE!. 31 de janeiro de 2019. Consultado em 14 de maio de 2020 
  47. Diogo Magri (25 de maio de 2019). «Arthur, o xodó de Messi que organiza o meio-campo da seleção de Tite». EL PAÍS. Consultado em 14 de maio de 2020 
  48. «Arthur Henrique Ramos de Oliveira Melo | FC Barcelona». FC Barcelona. Consultado em 1 de novembro de 2018 
  49. «Com melhor passe do futebol espanhol, Arthur confirma fama de "novo Xavi"». Blog do Rafael Reis. 13 de março de 2019. Consultado em 14 de maio de 2020 
  50. «r/Barca - 98.6% - Arthur Melo completed 98.6% of his passes against Lyon (71/72), his best passing accuracy in a game for FC Barcelona in all competitions.» (em inglês) 
  51. «Perfil do Arthur». Soccerway. Consultado em 28 de março de 2018 
  52. Della Valle, Fabiana (20 de janeiro de 2021). «Supercoppa alla Juve, Insigne sbaglia, Ronaldo e Szczesny firmano la vittoria» Supertaça da Juve, Insigne erra, Ronaldo e Szczesny assinam vitória (em italiano). Gazzetta dello Sport. Consultado em 20 de janeiro de 2021 
  53. Taglioli, Livia (19 de maio de 2021). «Juve, è qui la festa: la Coppa Italia è tua! Chiesa fa piangere l'Atalanta» (em italiano). La Gazzetta dello Sport. Consultado em 19 de maio de 2021 
  54. esporte.uol.com.br/ Conmebol monta equipe ideal da Copa América com cinco brasileiros

Ligações externas[editar | editar código-fonte]