Final da Copa do Mundo FIFA de 1962

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Final da Copa do Mundo FIFA de 1962
Estadio Nacional de Chile - vista desde Av. Grecia.jpg
Evento Copa do Mundo FIFA de 1962 (Final)
Data 17 de junho de 1962
Local Estádio Nacional de Chile, Santiago,
Chile Chile
Árbitro União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Nikolay Latyshev
Público 68 679

A final da Copa do Mundo FIFA de 1962 foi disputada em 17 de junho no Estádio Nacional de Chile, em Santiago, entre a Seleção Brasileira e a Seleção Tchecoslovaca. Ambas as equipes já haviam se enfrentado antes neste mesmo torneio, e o resultado foi um empate. Foi a segunda vez na história das Copas que equipes que já haviam se enfrentando antes na mesma edição se encontraram novamente na Final (a outra havia sido em 1954)

Esta foi a segunda vez que a Tchecoslovaquia disputou uma final de Copa do Mundo (a outra foi em 1934). Já com relação ao Brasil, tratou-se da segunda vez numa final (a outra foi em na edição anterior), já que em 1950 não houve uma final propriamente dita, e sim uma rodada final de um quadrangular.

Ao final de 90 minutos, o Brasil venceu a Tchecoslovaquia por 3–1 e se tornou bicampeão do mundo. Desta forma, essa foi a segunda, e por enquanto última, vez que uma equipe conseguiu o bi-campeonato da Copa de maneira consecutiva

Caminho Até a Final[editar | editar código-fonte]

Brasil Brasil Fase Flag of the Czech Republic.svg Tchecoslováquia
Oponente Resultado Fase de grupos Oponente Resultado
Flag of Mexico.svg México 2–0 Rodada 1 Flag of Spain (1945–1977).svg Espanha 1–0
Flag of the Czech Republic.svg Tchecoslováquia 0–0 Rodada 2 Brasil Brasil 0–0
Flag of Spain (1945–1977).svg Espanha 2–1 Rodada 3 Flag of Mexico.svg México 1–3
Pos. Seleção P J V E D GP GC SG
1 Brasil Brasil 5 3 2 1 0 4 1 +3
2 Flag of the Czech Republic.svg Tchecoslováquia 3 3 1 1 1 2 3 –1
3 Flag of Mexico.svg México 2 3 1 0 2 3 4 –1
4 Flag of Spain (1945–1977).svg Espanha 2 3 1 0 2 2 3 –1
Resultado final
Pos. Seleção P J V E D GP GC SG
1 Brasil Brasil 5 3 2 1 0 4 1 +3
2 Flag of the Czech Republic.svg Tchecoslováquia 3 3 1 1 1 2 3 –1
3 Flag of Mexico.svg México 2 3 1 0 2 3 4 –1
4 Flag of Spain (1945–1977).svg Espanha 2 3 1 0 2 2 3 –1
Oponente Resultado Fase final Oponente Resultado
Flag of England.svg Inglaterra 3–1 Quartas de final Flag of Hungary.svg Hungria 1–0
Flag of Chile.svg Chile 4–2 Semifinais Flag of Yugoslavia (1946-1992).svg Iugoslávia 3–1

Detalhes da partida[editar | editar código-fonte]

17 de junho de 1962 Brasil Brasil 3 – 1 Flag of the Czech Republic.svg Tchecoslováquia Estádio Nacional de Chile ,Santiago
14:30
Amarildo Gol marcado aos 17 minutos de jogo 17'
Zito Gol marcado aos 69 minutos de jogo 69'
Vavá Gol marcado aos 78 minutos de jogo 78'
Relatório Masopust Gol marcado aos 15 minutos de jogo 15' Público: 68 679
Árbitro: União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Nikolay Latyshev
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Brazil
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Tchecoslovaquia
GK 1 Gilmar
LD 2 Djalma Santos
Z 3 Mauro Ramos de Oliveira Capitão
Z 5 Zózimo
LE 6 Nílton Santos
M 4 Zito
M 8 Didi
PD 7 Garrincha
PE 21 Mário Zagallo
CA 19 Vavá
CA 20 Amarildo
Técnico:
Brasil Aymoré Moreira
BRA-TCH 1962-06-17.svg
GK 1 Viliam Schrojf
LD 12 Jiří Tichý
Z 3 Ján Popluhár
Z 5 Svatopluk Pluskal
LE 4 Ladislav Novák Capitão
MD 17 Tomáš Pospíchal
V 19 Andrej Kvašňák
ME 6 Josef Masopust
PD 11 Josef Jelínek
CF 8 Adolf Scherer
PE 18 Josef Kadraba
Técnico:
República Checa Rudolf Vytlačil

Árbitros Assistentes:
Leo Horn (Netherlands)
Bobby Davidson (Scotland)

Regras

  • 2 tempos de 45 minutos.
  • 30 minutos de Prorrogação (2 tempos de 15 minutos), caso os 90 min terminem empatados.
  • Uma nova partida será marcada se, ao final dos 120 min., o placar continuar igual.
  • Substituições não permitidas.

Referências