Seleção Butanesa de Futebol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Butão
Bhutan Football Federation.png
Alcunhas?  Druk Eleven[1]
Druk Yul[2]
Associação Federação Butanesa de Futebol
Confederação AFC
Material desportivo?  Tailândia FBT
Treinador Inglaterra Trevor Morgan
Capitão Karma Shedrup Tshering[3]
Mais participações Chencho Gyeltshen (37)
Melhor artilheiro Chencho Gyeltshen
(10)
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

A Seleção Butanesa de Futebol representa o Butão nas competições de futebol da FIFA. O time é controlado pela Federação Butanesa de Futebol fundada em 1983. Filiou-se à FIFA em 2000, sendo um dos mais novos membros da entidade.[5] Disputa suas partidas como mandante no Changlimithang Stadium, com capacidade máxima para 15.000 pessoas.

Até 2015, sua melhor colocação no ranking da FIFA havia sido um 187º lugar, alcançado após chegarem à semifinal da Copa da SAFF de 2008.[6] Desde então, Butão desceu até chegar ao último lugar, em dezembro de 2012, junto a San Marino e Turks e Caicos, os três em 207º.[6] A equipe caiu para 208º após a entrada do Sudão do Sul em 2014[6] e chegaram à 209ª posição, como a única seleção sem pontos, após San Marino empatar sem gols com a Estônia.[7] Mas, depois de ganhar duas vezes de Sri Lanka durante a primeira fase das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, Butão chegou a sua mais alta posição no ranking da FIFA em toda a sua história: 163º em abril de 2015,[8] e chegando a 159º em junho do mesmo ano.[9]

História[editar | editar código-fonte]

Anos 80 - O começo[editar | editar código-fonte]

A entrada de Butão no cenário internacional foi tarde, com o país disputando sua primeira partida em 1982, uma derrota de 3-1 para o Nepal pela ANFA Cup,[10] apesar de haver registros indicando que uma equipe representando a nação viajou para o Nepal oito anos antes e venceu a Shripanch Mahendra Gold Cup, não estando claro se esse torneio era entre seleções ou clubes.[11] Eles também jogaram contra o time do Exército de Kunming, cidade chinesa, perdendo por 3-1.[12] Os nomes daqueles que marcaram por Butão nesses jogos não foram registrados, sendo desconhecido quem fez o primeiro gol da história da seleção.[12] Nesse ano, a equipe foi organizada sem haver um campeonato nacional no país, que só surgiria quatro anos depois.

Changlimethang Stadium, onde Butão disputa suas partidas.

Apesar disso, Butão continuou enviando equipes para os Jogos Sul-Asiáticos. Eles jogaram na edição de 1984, mas perderam os três jogos que disputaram: 2-0 para Bangladesh, 5-0 para os anfitriões e futuros vencedores do Nepal e 1-0 para as Ilhas Maldivas, terminando em último entre as quatro nações participantes.[13] Não se sabe se houve uma partida pelo terceiro lugar entre Maldivas e Butão mas, se houve, o resultado é desconhecido.[13]

Butão enviou uma seleção para a edição de 1985 dos Jogos Sul-Asiáticos em Bangladesh. Os resultados foram como no ano anterior. O time caiu no grupo B com Índia e Nepal.[14] Eles perderam a primeira partida por pouco, 1-0 contra o Nepal, e foram derrotados por 3-0 pelos futuros campeões indianos, ficando em último lugar do grupo sem avançar para a próxima fase.[14]

A seleção butanesa não jogou nenhuma partida nos dois anos seguintes, uma vez que os Jogos Sul-Asiáticos se tornaram bienais,[10] e quando a competição chegou, uma equipe foi novamente enviada para lá, na edição de 1987 sediada em Kolkata na Índia.[15] Caindo no grupo B novamente, com Nepal e Bangladesh, perderam todas as suas partidas de novo: 3-0 para Bangladesh e 6-2 para o Nepal.[15] Os dois gols da última partida encerraram um período de cinco anos sem marcar.[15]

Anos 90[editar | editar código-fonte]

Apesar do estabelecimento de uma liga nacional em 1986,[16] e da FBF ter sido aceita como membro da AFC em 1994,[17] Butão não disputou nenhuma partida desde a derrota para o Nepal, em 1987, até 1999, perdendo quatro edições dos Jogos Sul-Asiáticos e voltando apenas na edição de 1999.[18]

A sua saída do cenário internacional não resultou em nenhuma melhoria no padrão de jogo, mesmo com a existência de um campeonato nacional nas últimas quatro temporadas.[16] O primeiro jogo contra o Nepal resultou numa desastrosa derrota por 7-0.[18]O time já estava perdendo por 3-0 nos primeiro vinte minutos, com dois gols de Hari Khadka. Na segunda partida, a derrota foi por 3-0 para a Índia. Fora da competição, Butão enfrentou Paquistão e tiveram sua melhor performance no torneio. Dinesh Chhetri abriu o placar para Butão aos vinte minutos, mas na segunda etapa o Paquistão virou com dois gols de Haroon Yousaf.[18]

Anos 2000 - A estreia internacional[editar | editar código-fonte]

Na virada do século, depois de passar a maior parte das duas últimas décadas competindo apenas contra times do sul da Ásia, Butão fez sua primeira partida internacional em um maior nível continental, competindo nas eliminatórias para a Copa da Ásia de 2000. Este torneio acabou sendo um dos pontos mais baixos da história da seleção assumidamente montada às pressas.[19] A derrota para o Nepal na estreia por 3-0 não foi uma surpresa, já que Butão nunca havia conseguido um bom resultado contra seus vizinhos do Himalaia, e tendo, naquela época, marcado apenas um gol contra eles na ANFA Cup em 1982.[20] Quatro dias depois, eles enfrentaram o Kuwait e foram derrotados por 20-0.[20] Sete dos dez jogadores de linha do Kuwait marcaram gols, incluindo Bashar Abdullah, com oito tentos, e Jassem Al-Houwaidi com cinco. Butão foi seriamente prejudicado pelos seus anos sem adversários mais competitivos, mas o time não se ajudou ao cometer quatro pênaltis e ter dois jogadores expulsos.[21] Esta derrota foi um recorde mundial entre seleções nacionais, apesar de 14 dias depois a Austrália bater Tonga por 22-0.[22] Derrotas pesadas se seguiram, com uma goleada de 8-0 para o Turcomenistão e outra por 11-2 para o Iêmen. Seguindo estes resultados, a Federação Butanesa de Futebol foi admitida como o 204º[17] membro da FIFA.[23]

2002: A outra final[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: The Other Final

Na mesma data da final da Copa de 2002 entre Alemanha e Brasil, foi disputada uma partida entre as duas últimas seleções do ranking da FIFA da época: Butão (que, na época, ocupava o 202º lugar do ranking) e Montserrat (na época, o 203º colocado) disputaram o título de pior seleção do mundo, em um jogo conhecido como "A outra final". O amistoso, organizado por uma empresa holandesa, foi filmado e transformado em um documentário, dirigido por Johan Kramer. Realizado no Butão, o jogo terminou 4 a 0 para a seleção butanesa.

2003 - 2005[editar | editar código-fonte]

Apesar da vitória memorável, Butão não foi capaz de carregar o bom desempenho em partidas competitivas. Mesmo com o dinheiro que a federação recebia como membro da FIFA, ainda havia poucos recursos para os jogadores, mesmo para aqueles que jogavam pela seleção nacional.[24] Jogadores desempregados fora do futebol tinham de sobreviver com um subsídio da federação de apenas Nu3 a Nu5.500 por mês, e não havia técnicos no país certificados internacionalmente, apenas amadores ou professores escolares.[24] Não foi uma surpresa que Butão tenha perdido seus três jogos na SAFF Gold Cup de 2003, sendo batidos por 6-0 pelas Ilhas Maldivas, 2-0 para o Nepal e 3-0 para os anfitriões do Bangladesh, retornando para casa em último lugar do grupo e sem marcar nenhum gol.[25]

Na primeira fase das eliminatórias para a Copa da Ásia de 2004, os butaneses levaram vantagem ao sediar os jogos do Grupo F.[26] Eles caíram com Guam e Mongólia, dois times ranqueados muito mais perto deles do que a maioria de seus adversários anteriores. A campanha começou com uma vitória impressionante de 6-0 sobre Guam e foi seguida de um empate de 0-0 com a Mongólia, ficando em primeiro no grupo e avançando para a fase seguinte.[26] A vitória sobre Guam foi a maior vitória de Butão na história e os dois jogos da primeira fase foi a maior série sem derrotas do time até 2014.[10] Na fase seguinte, entretanto, eles caíram em um grupo muito mais complicado, com Arábia Saudita, Indonésia e Iêmen.[26] Ao encarar adversários mais fortes, Butão perdeu os seis jogos que disputou e não marcou um único gol.[26] A série de derrotas continuou na SAFF Gold Cup de 2005, na qual eles novamente retornaram para casa sem vitória, perdendo por 3-0 para Bangladesh e Índia e por 3-1 para o Nepal, com Bikash Pradhan marcando o único gol de Butão no campeonato.[27]

2006 - 2010[editar | editar código-fonte]

Os três anos seguintes mostrariam uma evolução de Butão. Ao jogar na primeira AFC Challenge Cup, em 2006, Butão sofreu derrotas magras para Nepal, 2-0, e Sri Lanka, 1-0, antes de segurar um empate de 0-0 contra Brunei.[28] Apesar de não ter conseguido marcar um gol sequer e ser eliminado da competição, o empate contra Brunei foi seu primeiro resultado positivo em quase três anos, após um empate sem gols com a Mongólia, e encerrou uma série de 11 derrotas sucessivas.[10] O time não jogou nenhuma partida internacional durante os dois anos seguintes, aparecendo novamente na AFC Challenge Cup de 2008.[29] Sua performance no torneio foi similar à da edição anterior, começando com uma derrota por 3-1 para o Tajiquistão, com gol de Passang Tshering.[29] Butão se recuperou no jogo seguinte, empatando em 1-1 com Brunei, com Nawang Dendhup dando a vantagem de 1-0 ao Butão até os 31 minutos do segundo tempo.[29] A derrota por 3-0 contra as Filipinas no último jogo do grupo confirmou que, novamente, Butão não prosseguiria na competição. No entanto, os dois gols marcados por eles e o empate conseguido fez com que eles terminassem em terceiro no grupo, a frente de Brunei.[29]

Butão manteve os resultados positivos dos últimos torneios quando foram participar da Copa da SAFF de 2008. Um gol de Nima Sangay foi o suficiente para a vitória no jogo inicial contra Bangladesh.[30] Eles escorregaram contra o Sri Lanka, perdendo por 2-0, mas se recuperaram no jogo final contra o Afeganistão, vencendo por 3-1, com dois gols de Yeshey Gyeltshen e outro de Yeshey Dorji.[30] Sri Lanka bateu Bangladesh no outro jogo final do grupo, deixando Butão em segundo no grupo e classificando o time para o mata-mata do torneio pela primeira vez na história. Na semifinal contra a Índia, eles abriram o placar com um gol de Kinley Dorji aos 18 minutos. Ainda no primeiro tempo, Sunil Chhetri empatou.[30] O jogo foi para a prorrogação para, nos acréscimos do segundo tempo, Gouramangi Singh marcar o gol que decretou a vitória dos indianos, encerrando ali a então melhor campanha de Butão em uma competição.[30]

Infelizmente, a equipe não conseguiu repetir os bons resultados alcançados em 2008. Sua derrota para a Índia foi o início da mais longa série de derrotas em sua história, chegando a 19 jogos em 2014.[10] As eliminatórias para a AFC Challenge Cup de 2010 começou com uma derrota simples para as Filipinas por 1-0,[31] mas depois vieram as goleadas de 7-0 para o Turcomenistão e 5-0 para as Ilhas Maldivas, encerrando sem pontos e sem um único gol.[31] Um gol de Passang Tshering serviu de consolação em um amistoso perdido para o Nepal que não encerrou a série de derrotas,[10] antes de uma Copa da SAFF desastrosa, na qual eles perderam por 4-1 para Bangladesh (com gol de Nawang Dendhup), 6-0 para o Sri Lanka e 7-0 para o Paquistão.[32]

Retiraram-se da disputa das eliminatórias asiáticas para a Copa de 2010, pois o seu estádio não atendia aos padrões da FIFA para a disputa de uma partida eliminatória e as reformas não ficariam prontas em tempo para o jogo contra o Kuwait.

2011 - atualmente[editar | editar código-fonte]

A seleção se afastou do futebol internacional pelos dois anos seguintes, voltando a jogar em duas partidas amistosas contra Nepal na preparação para a AFC Challenge Cup de 2012. Os dois jogos resultaram em derrotas, por 1-0 e 2-1.[10] As eliminatórias para a competição praticamente terminaram antes de começar. Ao invés de ser sorteado em um grupo, o processo de qualificação foi mudado de modo que os oito piores times jogariam duas partidas ida e volta de play-off.[33] Talvez o fato de Butão ter jogado as duas partidas fora (ambas em Gurgaon, Índia)[34][35] possa ter atrapalhado. Contudo, um hat-trick de Siqiq Walizada no primeiro jogo, deixando o Afeganistão com a vantagem dos três gols[36] fez o segundo encontro, no qual o Afeganistão venceu por 2-0, irrelevante.[36]

Butão x Ilhas Maldivas durante a Copa da SAFF de 2013.

O ano decepcionante piorou com três derrotas na Copa da SAFF: 3-0 para o Sri Lanka, 5-0 para a Índia e 8-1 para o Afeganistão (gol de Chencho Gyeltshen).[37]

O time jogou apenas uma partida em 2012, uma derrota de 2-0 para a Tailândia,[38] antes de participar da Copa da SAFF de 2013. Este torneio teve um resultado praticamente idêntico ao da última edição. A seleção começou perdendo de 3-0 para o Afeganistão,[39] depois foi goleada por 8-2 para as Ilhas Maldivas, mesmo ganhando por 2-1 no primeiro tempo,[39] para terminar com mais uma derrota para o Sri Lanka.[39] Uma das razões sugeridas para a decadência de Butão foi a quantidade de dinheiro disponível para os jogadores, mesmo para aqueles que jogavam pelo país. Yeshey Dorji, um dos melhores jogadores do país, anunciou sua aposentadoria após a Copa da SAFF de 2013, dizendo que não era possível viver só do futebol.[40] A Federação Butanesa havi deixado de pagar os Nu 4.000 por mês que os futebolistas da seleção recebiam,[40] e embora o dinheiro estivesse sendo gasto nos campos de grama, mais precisava ser feito pela seleção, uma vez que o então treinador Kazunori Ohara percebeu que quando os jogadores passavam da idade escolar, eles deixavam o futebol completamente.[40]

Butão fez sua primeira tentativa para se classificar para uma Copa do Mundo entrando para as eliminatórias asiáticas da Copa do Mundo de 2018 contra Sri Lanka na primeira fase.[41] Na preparação para os dois jogos, para aumentar a qualidade geral do futebol do país e atrair mais jogadores, a Federação Butanesa de Futebol ofereceu um salário mensal de Ng 10.000 para todos os jogadores da seleção que já não estivessem recebendo bolsa da própria federação.[42]

Sri Lanka era a segunda mais bem colocada seleção entre as 12 piores da Ásia escolhidas para disputar duas partidas, ida e volta, de play-off,[43] enquanto Butão permanecia na última colocação do ranking da FIFA. Os jogadores butaneses treinaram juntos durante um mês na Tailândia para se acostumar ao clima de Colombo, cidade do primeiro jogo.[43] Os cingaleses planejaram o placar de 4-0 e um ex-capitão do time afirmou que "jogar contra Butão não é muito útil, mesmo que seja para adquirir experiência".[43] Contudo, Tshering Dorji contrariou as expectativas e deu a vitória à Butão por 1-0, depois de um jogo mais equilibrado do que se esperava.[43] Na volta, no Changlimithang Stadium em Thimphu, Chencho Gyeltshen, o único jogador profissional do grupo, abriu o placar para os donos da casa. Antes do intervalo Sri Lanka empatou.[44] O resultado fazia Butão avançar de fase, mas, aos 45 minutos do segundo tempo, Sri Lanka teve a melhor chance para virar o jogo e passar dos play-offs pela regra do gol fora de casa. A bola foi na trave e no contra-ataque Chencho Gyeltshen marcou seu segundo gol no jogo e levou Butão para a próxima etapa das eliminatórias para a Copa do Mundo em sua primeira participação no torneio.[44]

Depois de eliminarem Sri Lanka, Butão avançou para a segunda fase das eliminatórias da AFC, caindo no Grupo C junto com China, Catar, Hong Kong e Ilhas Maldivas. Em seu primeiro jogo, a equipe perdeu de Hong Kong por 7-0.[45]

Uniforme[editar | editar código-fonte]

Casa

Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2002
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2014
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2015–

Fora

Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2002
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2014
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2015–

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

No. Pos. Jogador Idade Jogos Gols Clube
1 GR Ngawang Jamphel 27 de setembro de 1992 (27 anos) 0 0 Butão Ugyen Academy
12 GR Tshering Dendup 4 de abril de 1994 (25 anos) 1 0 Butão Yeedzin
21 GR Hari Gurung 18 de fevereiro de 1992 (27 anos) 4 0 Butão Yeedzin
2 D Man Bahadur Gurung 15 de março de 1993 (26 anos) 4 0 Butão Thimphu City
3 D Dhan Bahadur Biswa 6 de julho de 1994 (25 anos) 0 0 Butão Drukstars
4 D Jigme Tshering Dorjee 26 de fevereiro de 1995 (24 anos) 3 0 Butão Thimphu City
5 D Ugyen Tsheten 23 de março de 1991 (28 anos) 0 0 Butão Yeedzin
11 D Karma Nidup 31 de dezembro de 1993 (25 anos) 1 0 Butão Thimphu City
20 D Dawa Gyeltshen 17 de julho de 1992 (27 anos) 9 0 Butão Thimphu City
23 D Karun Gurung 9 de junho de 1986 (33 anos) 7 0 Butão Tertons
6 M Lungtok Dawa 18 de dezembro de 1998 (20 anos) 1 0 Butão Drukstars
8 M Karma Shedrup Tshering 9 de abril de 1990 (29 anos) 7 0 Butão Thimphu City
9 M Ugyen Dorji 12 de março de 1993 (26 anos) 3 0 Butão Tertons
13 M Chimi Dorji 22 de dezembro de 1993 (25 anos) 16 0 Butão Drukstars
14 M Sonam Phuntsho 13 de outubro de 1995 (24 anos) 0 0 Butão Tertons
15 M Kuenga Gyeltshen 5 de maio de 1992 (27 anos) 0 0 Butão Druk United
17 M Biren Basnet 31 de dezembro de 1994 (24 anos) 2 0 Butão Thimphu City
18 M Thinley Dorji 20 de outubro de 1996 (23 anos) 2 0 Butão Thimphu
19 M Kezang Wangdi 1 de janeiro de 1997 (22 anos) 3 0 Butão Drukstars
22 M Lhendup Dorji 5 de dezembro de 1994 (24 anos) 1 0 Butão Drukstars
7 A Chencho Gyeltshen 10 de maio de 1996 (23 anos) 16 10 Tailândia Surin City
10 A Diwash Subba 9 de março de 1989 (30 anos) 5 0 Butão Yeedzin
16 A Tshering Dorji 11 de setembro de 1995 (24 anos) 6 1 Butão Thimphu City

Nota: Clubes, jogos e datas de nascimento provenientes das páginas dos jogadores no National Football Teams. As referências estão nas páginas individuais de cada um.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Desempenho em competições oficiais[editar | editar código-fonte]

Copa do Mundo[editar | editar código-fonte]

Copa do Mundo FIFA
Países / Ano Resultado J V E* D GP GC
Alemanha 2006 Não entrou
África do Sul 2010 Desistiu
Brasil 2014 Não entrou
Rússia 2018 Não se classificou
Total 0 0 0 0 0 0

Copa da Ásia[editar | editar código-fonte]

Copa da Ásia
Países / Ano Resultado J V E* D GP GC
Hong Kong 1956 até =Emirados Árabes Unidos 1996 Não entrou - - - - - -
Líbano 2000 Não se classificou - - - - - -
China 2004 Não se classificou - - - - - -
Indonésia Malásia Tailândia Vietname 2007 até Austrália 2015 Não entrou - - - - - -
Total 0 0 0 0 0 0

Copa da SAFF[editar | editar código-fonte]

South Asian Football Federation Cup
Hosts / Year Result GP W D* L GS GA
Paquistão 1993 até Índia 1999 Não entrou - - - - - -
Bangladesh 2003 Fase de grupos 3 0 0 3 0 11
Paquistão 2005 Fase de grupos 3 0 0 3 1 9
Maldivas Sri Lanka 2008 Semifinal 4 1 1 2 5 6
Bangladesh 2009 Fase de Grupos 3 0 0 3 0 17
Índia 2011 Fase de Grupos 3 0 0 3 0 16
Nepal 2013 Fase de Grupos 3 0 0 3 4 16
Índia 2015 A definir
Total 19 1 1 17 6 75

AFC Challenge Cup[editar | editar código-fonte]

AFC Challenge Cup
Países / Ano Resultados J V E* D GP GC
Bangladesh 2006 Fase de grupos 3 0 1 2 0 3
Índia 2008 Não se classificou - - - - - -
Sri Lanka 2010 Não se classificou - - - - - -
Nepal 2012 Não se classificou - - - - - -
Maldivas 2014 Não entrou - - - - - -
Total 3 0 1 2 0 3
*Empates incluem partidas decididas nos pênaltis.

Treinadores[editar | editar código-fonte]

Inglaterra - Trevor Morgan(2018 -)ATUAL

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Wangdi, Kencho (28 de Junho de 2002). «World Cup 2002: The other final - Bhutan met Montserrat». RA Online / Kuensel. Consultado em 23 de Julho de 2014 
  2. «Bhutan». national-football-teams.com. Consultado em 16 de Março de 2015 
  3. «"Bhutan 0 - 3 Qatar"» (em inglês). AFC. 17 de novembro de 2015. Consultado em 17 de novembro de 2015 
  4. a b c FIFA.com (novembro de 2015). «Ranking Mundial da FIFA/Coca-Cola». Consultado em 11 de novembro de 2015 
  5. Eliminatórias - Mundial 2010: Butão
  6. a b c «Bhutan - Ranking». FIFA. 17 Julho de 2014. Consultado em 18 de Julho de 2014 
  7. «Latest FIFA Rankings November 2014 - San Marino's Delight». Worst in the World. Consultado em 13 de Janeiro de 2015 
  8. «The Fifa/Coca-cola World Ranking - Abril de 2015». Consultado em 10 de Julho de 2015 
  9. «The Fifa/Coca-cola World Ranking - Junho de 2015». Consultado em 10 de Julho de 2015 
  10. a b c d e f g «World Football Elo Ratings: Bhutan». World Football Elo Ratings and Advanced Satellite Consulting. Consultado em 29 de Julho de 2014 
  11. Achariya, Gopilal (16 de Dezembro de 2002). «The sports scene in Bhutan: what is wrong?». Kuensel. Consultado em 4 de Agosto de 2014. Arquivado do original em 8 de agosto de 2014 
  12. a b Garin, Erik; Stokkermans, Karel; Lewis, Tom; Morrison, Tom (13 de Janeiro de 2011). «ANFA Invitational Tournament (Nepal)». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 23 de Julho de 2014 
  13. a b Garin, Eric; Morrison, Neil (6 de Novembro de 2009). «1st South Asian Federation Games 1984». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 23 de Julho de 2014 
  14. a b Garin, Erik (3 de Outubro de 2002). «2nd South Asian Federation Games 1985 (Dhaka, Bangladesh)». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 23 de Julho de 2014 
  15. a b c Garin, Erik; King, Ian (16 de Dezembro de 2010). «3rd South Asian Federation Games 1987 (Calcutta, India)». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 23 de Julho de 2014 
  16. a b Schöggl, Hans; Abbink, Dinant (28 de Maio de 2014). «Bhutan - List of Champions». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 27 de Junho de 2014 
  17. a b «A Look at Football in Bhutan». RA Online / Kuensel. Consultado em 29 de julho de 2014 
  18. a b c Gautam, Biplav (21 de Abril de 2002). «8th South Asian Federation Games 1999 (Kathmandu, Nepal)». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 23 de Julho de 2014 
  19. «Editorial: Football, maturing». Kuensel Online. 3 de Maio de 2003. Consultado em 29 de Julho de 2014. Arquivado do original em 6 de agosto de 2014 
  20. a b Chbaro, Mohamed; Courtney, Barry; Seung Soo, Lee; McKain, Chris; Morrison, Neil; Nikimbaev, Alisher; Niqui, Milad; Schall, Markus; Chen, Ye; Stokkermens, Karel (4 de Março de 2011). «Asian Nations Cup 2000». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 17 de Julho de 2014 
  21. «Japan star claims fastest hat-trick». BBC. 16 de Fevereiro de 2000. Consultado em 29 de Julho de 2014 
  22. Radnedge, Aidan; Saunders, Catherine; Powley, Adam; Cloake, Martin; Hillsdon, Mark. Football The Ultimate Guide: Updated 2010 Edition. [S.l.]: Dorling Kindersley. Consultado em 29 de Julho de 2014 
  23. «Bhutan Club Directory». Federação Butanesa de Futebol. Consultado em 29 de julho de 2014. Arquivado do original em 14 de julho de 2014 
  24. a b Wangdi, Kencho (5 de Julho de 2002). «Football in Bhutan: what next?». Kuensel Online. Consultado em 29 de Julho de 2014. Arquivado do original em 12 de fevereiro de 2015 
  25. Chaudhuri, Arunava; Courtney, Barrie; Hai Naveed, Malik Riaz (2 de Outubro de 2005). «South Asian Gold Cup 2003 (Dhaka, Bangladesh)». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 23 de Julho de 2014 
  26. a b c d Berkurt, Sturmius; Cowlam, Glenn; Diaz Rubio, Julio; Hashim, Refel; Seugsoo, Lee; Hai Naveed, Malik Riaz; Saaid, Hamdan (2 de Outubro de 2005). «Asian Nations Cup 2004». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 27 de Junho de 2014 
  27. Zlotkowski, Andre; Hai Naveed, Malik Riaz (6 de março de 2008). «South Asian Gold Cup 2005 (Karachi, Pakistan)». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 23 de Julho de 2014 
  28. Hai Naveed, Malik Riaz (3 de Abril de 2009). «AFC Challenge Cup 2006 (Bangladesh)». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 23 de Julho de 2014 
  29. a b c d King, Ian (3 de Abril de 2009). «AFC Challenge Cup 2008». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 29 de Julho de 2014 
  30. a b c d Hai Naveed, Malik Riaz (11 de Dezembro de 2009). «South Asian Gold Cup 2008 (Colombo and Malé)». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 23 de Julho de 2014 
  31. a b King, Ian (12 de Dezembro de 2013). «AFC Challenge Cup 2010». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 23 de Julho de 2014 
  32. Priadko, Aleks; Hai Naveed, Malik Riaz (2 de Maio de 2013). «South Asian Gold Cup 2009 (Dhaka)». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 23 de Julho de 2014 
  33. «AFC Challenge Cup 2012 (Qualifiers) Competition Regulations» (PDF). Asian Football Confederation. Consultado em 29 de Julho de 2014 
  34. «Bhutan vs Afghanistan - 2012 AFC Challenge Cup qualification». Asian Football Confederation. Consultado em 23 de Julho de 2014 
  35. «Afghanistan vs Bhutan - 2012 AFC Challenge Cup qualification». Asian Football Confederation. Consultado em 23 de Julho de 2014 
  36. a b Di Maggio, Roberto (12 de Dezembro de 2013). «AFC Challenge Cup 2012». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 23 de Julho de 2014 
  37. Courtney, Barrie (19 de Setembro de 2013). «South Asian Gold Cup 2011 (New Delhi)». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 23 de Julho de 2014 
  38. «Thailand vs Bhutan - Lineup». Goal.com. 14 de Novembro de 2012. Consultado em 29 de Julho de 2014 
  39. a b c Stokkermans, Karel (19 de Setembro de 2013). «South Asian Championship 2013 (Kathmandu)». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 23 de Julho de 2014 
  40. a b c Penjore, Ugyen (11 de Outubro de 2013). «It doesn't pay to play for the national squad». Kuensel Online. Consultado em 29 de Julho de 2014. Arquivado do original em 12 de agosto de 2014 
  41. «'World's worst' Bhutan enjoys dream World Cup debut». Arab News. Agence France Presse. 13 de Março de 2015. Consultado em 13 de Março de 2015 
  42. Tshedup, Younten (31 de Janeiro de 2015). «18-man national squad selected». Kuensel Online. Consultado em 16 de Março de 2015 
  43. a b c d «A Moment Atop the World for Bhutan's Last-Ranked Team». The New York Times. 12 de Março de 2015. Consultado em 1 de Agosto de 2015 
  44. a b «Last-Ranked Bhutan Stuns Sri Lanka a Second Time». The New York Times. Consultado em 1 de Agosto de 2015 
  45. «Hong Kong 7-0 Butão» 
  46. «Sri Lanka v. Bhutan - 2018 FIFA World Cup Qualification». FIFA. Consultado em 13 de Março de 2015