Seleção Turcomena de Futebol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Turcomenistão
Flag of Turkmenistan.svg
Alcunhas?  Os cavalos negros
Associação Türkmenistan Futbol Assosiasiýasy
Confederação AFC (Ásia)
Material desportivo?  Estados Unidos Nike
Treinador Turquemenistão Rahym Gurbanmämmedow
Capitão Wladimir Baýramow
Artilheiro Çariýar Muhadow (13)
Kit left arm TKM1416h.png Kit body TKM1416h.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks whitetop.png
Uniforme
titular
Kit left arm TKM1416a.png Kit body TKM1416a.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
alternativo
editar

A Seleção Turcomena de Futebol representa o Turcomenistão nas competições de futebol da FIFA.

História[editar | editar código-fonte]

A exemplo de outras ex-repúblicas da URSS, o Turcomenistão é uma seleção jovem no cenário mundial. A federação de futebol foi fundada em 1992 e, no mesmo ano, a seleção estreou com uma derrota para o Cazaquistão (na época, filiado à AFC) por 1 a 0. Já no ano seguinte, a equipe foi vice-campeã da ECO Cup, torneio disputado entre seleções que fazem parte de um bloco econômico denominado Organização de Cooperação Econômica (em inglês, ECO), onde também fazem parte o Irã, a Turquia e diversos países da Ásia Central cuja maioria da população é muçulmana. Após esse feito, a equipe sempre foi eliminada nas primeiras fases, tanto nas Eliminatórias para a Copa do Mundo quanto nas Eliminatórias para a Copa da Ásia.

Em 2004, a história foi bastante diferente: a seleção alviverde classificou-se para a Copa da Ásia disputada na China e caiu no mesmo grupo que a Arábia Saudita, o Iraque e o Uzbequistão. Com um ponto em três jogos, os turcomenos deram adeus ao torneio na primeira fase. Mesmo assim, o ponto conquistado (o empate em 2 a 2 contra a Arábia Saudita) foi motivo de celebração, por duas razões: gerou uma grande motivação nos atletas do país por terem empatado contra uma seleção que havia ido à Copa de 2002 e deixou o país em terceiro lugar no grupo na frente dos próprios sauditas, que perdeu seus dois jogos, mas marcou um gol a menos que o Turcomenistão, terminando assim em último lugar no grupo.

Jogadores[editar | editar código-fonte]

Mesmo mostrando uma evolução, o Turcomenistão não possui jogadores bastante conhecidos em âmbito mundial. Apenas um, o meia Valeriy Broshin (falecido em 2009), teve a oportunidade de disputar uma Copa do Mundo.

Outros jogadores de destaque dos Cavalos são o meia-atacante Wýaçeslaw Krendelew (com passagem pelo Amkar Perm), o atacante Wladimir Baýramow (que já jogou no Rubin Kazan), o também atacante Rejepmyrat Agabaýew (jogou entre 1994 e 2003 pela Seleção), o zagueiro Goçguly Goçgulyýew (atualmente no Bunyodkor), o meio-campista Dmitriy Nezhelev (jogou pela Seleção entre 1998 e 2001), Artur Gevorkyan, também atacante (desde 2007 no futebol uzbeque), Mämmedaly Garadanow, também jogador de ataque (teve curta passagem pelo FK Karvan do Azerbaijão), além do goleiro Pavel Kharchik (também com passagens pelo futebol russo), o meia Begençmuhammet Kulyýew (chegou a jogar no Irã), Guwançmuhammet Öwekow (com passagem pelo futebol da Ucrânia) e Ruslan Mingazov (revelação do futebol turcomeno).

Desempenho em Copas[editar | editar código-fonte]

  • 1930 a 1994 - Não participou, pois era parte da URSS.
  • 1998 a 2010 - Não se classificou.
  • 2014 - Não se classificou.

Desempenho na Copa da Ásia[editar | editar código-fonte]

  • 1956 a 1992 - Não participou, pois era parte da URSS.
  • 1996 - Não se classificou.
  • 1998 - Não se classificou.
  • 2004 - Primeira fase.
  • 2007 - Não se classificou.
  • 2011 - Não se classificou.

Treinadores[editar | editar código-fonte]

Principais jogadores[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c FIFA.com (abril de 2011). Ranking Mundial da FIFA/Coca-Cola (em português). Página visitada em 6 de maio de 2011.