A, E, I, O... Urca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o humorístico dos anos 60, veja A, E, I, O... Urca (1963).
A, E, I, O... Urca
Informação geral
Formato Minissérie
Criador(es) Antônio Calmon
Doc Comparato
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Maurício Sherman
Dennis Carvalho
Elenco Débora Bloch
Carlos Alberto Riccelli
Raul Cortez
Renata Sorrah
Marcos Paulo
Beatriz Segall
Herson Capri
Carla Marins
Pedro Cardoso
Gracindo Júnior
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Globo
Transmissão original 24 de junho - 13 de julho de 1990
N.º de episódios 13
Cronologia
Desejo
Boca do Lixo

A, E, I, O… Urca foi uma minissérie brasileira produzida e exibida pela Rede Globo, entre 24 de junho a 13 de julho de 1990, em 13 capítulos, substituindo Desejo e sendo substituída por Boca do Lixo[1].

Foi escrita por Antonio Calmon, Doc Comparato, concepção de Carlos Manga e Doc Comparato, dirigida por Maurício Sherman e Dennis Carvalho.

Como é sugerido no título, a série é ambientada no Cassino da Urca e se passa nas décadas de 1930 e 1940, nos chamados "anos de ouro" do Rio de Janeiro.

Foi reexibida na íntegra pelo Canal Viva de 27 de junho a 13 de julho de 2011, substituindo Anos Rebeldes e sendo substituída por Desejo, às 23h45. [2]

Trama[editar | editar código-fonte]

A minissérie é ambientada entre o final da década de 1930 e o início dos anos 40, em meio à efervescência da Segunda Grande Guerra que envolve grande parte do planeta. Enquanto isso, no Brasil, o Rio de Janeiro vive momentos de glamour no Cassino da Urca. Nesse pano de fundo é que o croupier Tide (Carlos Alberto Ricceli) e a dançarina Sílvia (Débora Bloch) tem que lidar com tramas paralelas carregadas de mistério e que envolvem perseguição política, anti-semitismo, crimes e espionagem internacional.

Silvia é a bailarina paulista que se muda para o Rio e passa a morar na casa de Dona Damásia (Eloísa Mafalda) e divide um quarto com a jovem Suzy (Carla Marins). A bailarina logo passa a trabalhar como corista do Cassino da Urca e conhece a figurinista do Cassino, Olga (Renata Sorrah), cujo amante Jofre (Raul Cortez), é um agente da Gestapo. Jofre usa Silvia em sua missão de espionagem internacional para a Alemanha Nazista, e força a dançarina para trabalhar para ele, oferecendo em contrapartida a liberdade do pai da moça (Ivan Cândido), um político oposicionista ao governo de Getúlio Vargas, que seria deportado para a Alemanha nazista.

Mas Sílvia conhece também Justino, grande amigo de Tide, um jogador inveterado e gigolô profissional que mantém um romance de interesse com a Condessa Sofia Mark. E ainda Michael, um inglês boa-praça com quem acaba se casando, obrigada por Jofre, para roubar o mapa de uma mina de urânio que se encontra em poder dele. Com medo de que o pai seja deportado para a Alemanha, Sílvia abandona Tide para casar-se com Michael, mediante a chantagem do nazista Jofre, com a finalidade de furtar um mapa de mina de urânio guardado por ele e evitar a deportação do pai. Isso, por outro lado, deixa o seu namorado desesperado.

Outros personagens cercam o casal de protagonistas, como Justino (Marcos Paulo), emérito jogador do Cassino e amigo íntimo de Tide, que vive um romance com a Condessa falida Sofia Mark (Beatriz Segall).

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «A E I O Urca». Teledramaturgia. Consultado em 6 de agosto de 2016 
  2. Lufe Steffen (19 de junho de 2011). «"AEIO... Urca" revive os tempos dos cassinos». TV & Novelas - iG. Consultado em 20 de novembro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.