Amores Roubados

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Amores Roubados
Informação geral
Formato Minissérie
Gênero
Duração 40 min. (aproximadamente)
Criador(es) George Moura
País de origem  Brasil
Idioma original (português brasileiro)
Produção
Diretor(es) José Luiz Villamarim
Elenco Ísis Valverde
Cauã Reymond
Patrícia Pillar
Murilo Benício
Dira Paes
Osmar Prado
Cássia Kis Magro
Jesuíta Barbosa
Irandhir Santos
Tema de abertura "Instrumental", por The XX
Exibição
Emissora de
televisão original
Brasil Rede Globo
Formato de exibição 1080i (HDTV)
Transmissão original 6 de janeiro de 2014 - 17 de janeiro de 2014
N.º de episódios 10
Cronologia
Último
Último
O Canto da Sereia
Felizes Para Sempre?
Próximo
Próximo

Amores Roubados é uma minissérie brasileira produzida pela Rede Globo e cuja exibição ocorreu de 6 a 17 de janeiro de 2014, totalizando 10 capítulos.

Foi escrita por George Moura, Sérgio Goldenberg, Flávio Araújo e Teresa Frota, com supervisão de texto de Maria Adelaide Amaral, direção geral de José Luiz Villamarim e núcleo de Ricardo Waddington.[1]

É livremente inspirada no livro “A Emparedada da Rua Nova”, escrito pelo jornalista e fundador da Academia Pernambucana de Letras, Carneiro Vilela (1846-1913). A obra editada semanalmente no “Jornal Pequeno”, do Recife, entre 1909 e 1912, só foi transformada em livro no início do século XX, e é um folhetim que faz sucesso há mais de 100 anos. A história é considerada uma lenda urbana recifense.[2]

Contou com Isis Valverde, Cauã Reymond, Patrícia Pillar, Murilo Benício, Dira Paes, Osmar Prado, Jesuíta Barbosa, Cássia Kis Magro, Irandhir Santos nos papéis principais.

Foi reapresentada em Luz, Câmera, 50 Anos, nos dias 21 e 23 de Abril de 2015, em um compacto de 2 capítulos, em comemoração aos 50 anos da emissora.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Em 1982, já consolidada em teledramaturgia por suas novelas e séries de televisão,[3] a Rede Globo resolveu produzir uma minissérie. Lampião e Maria Bonita, então, foi produzida. O romance de Aguinaldo Silva e Doc Comparato foi exibido entre 26 de abril e 5 de maio de 1982, totalizando 8 capítulos.[4] O tema foi bem-avaliado[5] [6] e a parceria rendeu outra produção, Padre Cícero, dois anos depois.[7] Depois, outras histórias do gênero foram exibidas, com pausas entre uma e outra.[8] No ano de 2005, a emissora passou a elaborar mais de uma trama por ano, a partir de Hoje é Dia de Maria,[9] que foi seguida por Mad Maria[10] e pela segunda jornada da primeira.[11] Somente no ano seguinte, a Globo transmitiu apenas uma história: JK, de Maria Adelaide Amaral e Alcides Nogueira, que teve 47 episódios.[12] Então, o canal continuou a produzir e exibir minisséries, sempre no começo ou no final de um ano.[8] Para iniciar o ano de 2013, George Moura foi o escolhido pela emissora para idealizar uma minissérie. Então, ele escreveu O Canto da Sereia, inspirado pelo livro homônimo de Nelson Motta e sob a supervisão de texto de Glória Perez.[13] A história foi bem-recebida pela crítica[14] [15] e oscilou uma média de 21,5 pontos na Grande São Paulo.[16] Desta forma, o autor foi novamente escolhido para escrever uma nova trama para 2014, desta vez, supervisionado por Maria Adelaide Amaral.[17]

Produção[editar | editar código-fonte]

"O cavalo não existe mais, existe a moto há mais de dez anos. A emissora é obrigada a se atualizar para não ficar de fora da audiência no Nordeste".

—Julio Wainer, especialista da TV PUC, sobre a atualização pela qual a história teve que passar.[18]

A história inspirou-se no livro A Emparedada da Rua Nova,[19] escrito pelo jornalista e fundador da Academia Pernambucana de Letras, Carneiro Vilela. A obra foi editada semanalmente no Jornal Pequeno, do Recife, entre 1909 e 1912, e só foi transformada em livro no início do século XX, e faz sucesso há mais de 100 anos. É considerada uma lenda urbana recifense.[2] O autor já almejava a mais de dez anos produzir uma trama baseada no livro. Nos seus planos, a trama seria exibida em 2013, mas ele a adiou devido à O Canto da Sereia. Por ter apenas dez capítulos, seu roteiro foi finalizado antes da estreia.[20] [21] Toda a história foi atualizada para o século XXI pelo autor.[18] As gravações foram iniciadas em julho de 2013 em Petrolina, passando também por Lagoa Grande, ambas em Pernambuco e em Juazeiro e Paulo Afonso, na Bahia. Não houve filmagens no Projac.[22]

Escolha do elenco[editar | editar código-fonte]

O produtor de elenco da minissérie foi Chico Accioly, conhecido por produzir o elenco de filmes como À Deriva e O Cheiro do Ralo. Para conferir maior realismo à pronúncia do sotaque nordestino, foram escalados atores pernambucanos como Irandhir Santos, Jesuíta Barbosa, Germano Haiut, Thaysa Zooby, Walter Breda, entre outros artistas do estado e de outras partes do Nordeste do Brasil.[23] Já os atores de outras regiões tiveram aulas e preparações fonoaudiólogas. Murilo Benício disse que "em um primeiro momento, a gente se sente ridículo. Até você realmente começar a se sentir bem falando, você passa por uma estrada muito dolorida". Julio Wainer, especialista da TV PUC, elogiou a escolha do elenco: "Hoje, o melhor cinema no Brasil está em Pernambuco e as novelas são feitas com atores do Sudeste. É uma tentativa de se atualizar sem perder a referência do imaginário e ainda buscar novos mananciais de atores. É um jogo de caras mais conhecidas e de caras novas".[24]

Cenário e caracterização[editar | editar código-fonte]

A casa do personagem Leandro foi construída de pedras e tijolos de barro. Já para compor as garrafas da vinícola de Jaime foram estampados mais de seis mil caixas e cinco mil rótulos.[25] As filmagens foram todas realizadas no sertão nordestino, para mostrar o "sertão real", e 70% das cenas foram externas.[18] A jornalista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, comentou que "as temperaturas abrasadoras levam diretores, câmeras e produção a trabalhar usando roupas com proteção contra raios ultravioleta. A vegetação é a típica do agreste, venta pouco, chove menos ainda. Mas a região, à beira do Rio São Francisco, também é apelidada de "a Califórnia do Nordeste" graças aos seus vinhedos, resultado de uma técnica de irrigação que trouxe prosperidade e subverteu a monotonia da aridez reinante."[20] O local foi escolhido pois "[trata-se de] trama de paixão e vingança, e esses dois movimentos exigiam uma geografia física compatível. O sertão que, banhado com a água do rio, se torna fértil, como aqui, é muito simbólico do desejo, tema central dessa história. Onde não há alimento, o desejo murcha", explicou o autor.[21]

Cquote1.svg O Leandro é filho de uma prostituta, o que me levou a imaginar que foi iniciado sexualmente cedo. Para essa construção, fui ajudado por Chico Aciolly, com quem trabalhei bastante no cinema. E o Zé [Villamarim] é um cara muito artista. Numa novela, você passa por vários diretores. Aqui, é um só, o que muda tudo. E o Walter [Carvalho] também faz a diferença, ele está muito dentro da cena, toca no ator fisicamente, vira a câmera na hora certa, é impressionante. Cquote2.svg
Cauã Reymond sobre sua preparação e os diretores.[20] [21]

Dira Paes comentou, em entrevista ao UOL, suas cenas de nu, dizendo o seguinte: "Achei um nu muito natural. As cenas pediam uma sensualidade. Acho que existe um maestro, que é o José Luiz Villamarim, que é o rei do bom gosto. Não é fácil de se ver, você sempre procura se criticar, mas amei o resultado."[26] [27]

Exibição[editar | editar código-fonte]

O primeiro capítulo de Amores Roubados foi exibido em 6 de janeiro de 2014, após Amor à Vida, pela Rede Globo.[28] O drama foi apresentado de segunda a sexta, com a classificação indicativa de imprópria para menores de 16 anos, por conter cenas de sexo, drogas e violência, de acordo com o Ministério da Justiça.[29] Durante sua exibição, a emissora recebeu diversas reclamações quanto ao áudio, que apresentava falhas. Portanto, os atores foram convocados para dublar a trama. Daniel Ribeiro, do portal RD1, e Patrícia Kogut, de O Globo, destacaram o quão discreto foi o processo.[30] [31] A partir do dia 14, a trama passou a ser exibida após o Big Brother Brasil, atrasando a transmissão em 20 minutos.[32] Endrigo Annyston, do RD1, criticou a estratégia, comentando que "a medida faz com que o desempenho das atrações seja afetado consideravelmente", e perguntando-se: "Custava lançar o Big Brother Brasil no dia 21? Com os capítulos finais de Amor à Vida, certamente o formato não seria prejudicado. O telespectador, no entanto, continua sendo desrespeitado pelas redes de TV."[33] Seu desfecho foi mostrado em 17 de janeiro de 2014, totalizando 10 capítulos.[34] Sua abertura exibia imagens do sertão nordestino em conjunto com fotos das personagens e cenas da trama. Por fim, era transmitida uma imagem de um lago e o logotipo no canto direito. Este padrão era mudado nas vinhetas de intervalo, quando eram exibidas outras diversas imagens.[35]

Reprise[editar | editar código-fonte]

Foi reapresentada em duas partes no festival Luz, Câmera, 50 Anos nos dias 21 e 23 de Abril de 2015. Sua primeira parte foi exibida na segunda linha de shows, após Tapas & Beijos que registrou os pífios 9,3 pontos. A segunda e última parte da reapresentação também foi exibida na segunda linha de shows e, após Chapa Quente, registrou 12 pontos de média.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Cauã Reymond interpreta Leandro,[36] filho da prostituta Carolina (Cássia Kis Magro).[37] Ele foi para São Paulo ainda criança, e volta para o sertão nordestino como um sommelier, apreciador de vinhos e mulheres. A primeira mulher que ele seduz é Celeste (Dira Paes), casada com Cavalcanti (Osmar Prado),[38] seguida de Isabel (Patrícia Pillar), que é esposa de Jaime (Murilo Benício)[39] e filha de Antônio (Germano Haiut). Isabel e Jaime são pais de Antônia (Ísis Valverde), por quem Leandro acaba por se apaixonar. Fortunato (Jesuíta Barbosa) é um grande amigo de Leandro. Funcionário de uma oficina mecânica, tenta alertá-lo de que nem tudo na vida são vinhos e mulheres.[40]

Enredo[editar | editar código-fonte]

A trama conta a história de Leandro (Cauã Reymond), um belo jovem nascido no sertão, mas criado em São Paulo pela mãe prostituta Carolina Dantas (Cássia Kis Magro).

Mais velho, ele retorna à sua cidade natal como sommelier, onde se envolve com nada menos que três mulheres: Celeste (Dira Paes), Isabel (Patrícia Pillar) e Antônia (Ísis Valverde). Cauã e Ísis interpretam os apaixonados Leandro e Antônia, que vivem uma história de desejo, ciúmes e vingança.[41]

O poema que Leandro usa para seduzir Isabel é um dos símbolos da minissérie:[42]

"Eu não quero o teu corpo
Eu não quero a tua alma,
Eu deixarei intato o teu ser, a tua pessoa inviolável
Eu quero apenas uma parte neste prazer
A parte que não te pertence."
Joaquim Cardoso, poeta pernambucano, 1897-1978

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Ísis Valverde Antônia Braga Favais
Cauã Reymond Leandro Dantas
Patrícia Pillar Isabel Braga Favais
Dira Paes Celeste Cavalcanti
Murilo Benício Jaime Favais
Osmar Prado Roberto Cavalcanti
Cássia Kis Magro Carolina Dantas (Calu)
Irandhir Santos João da Silva
Jesuíta Barbosa Fortunato Dias
César Ferrario Bigode de Arame
Germano Haiut Antônio Vieira Braga
Thaysa Zooby Ana Clara
Magdale Alves Cleonice
Antonio Fabio Deocleci
Walter Breda Delegado Givaldo
Jorge Vasconcelos Zarolho
Thierry Tremouroux Oscar Beerhouse
Cláudio Jaborandy Inspetor Britivaldo Bezerra
Lana Guelero Sra. Bezerra
Zé Ramos Zé Romão
João Fernando Walker Thiago Cavalcanti
Paula Gariba Costa Laura

Transmissão[editar | editar código-fonte]

Exibição pelo mundo
País Canal Título local Estreia Final Horário semanal Hora Ref
Brasil Rede Globo Amores Roubados 6 de janeiro de 2014 17 de janeiro de 2014 Segunda a Sexta 23:00 [43]
Portugal Globo Portugal Amores Roubados 27 de julho de 2014 3 de agosto de 2014 Segunda a Domingo 22:00 [44]
Portugal SIC Amores Roubados
Brevemente
[45]
Uruguai Teledoce Amores Robados
Brevemente
[46]
Argentina Telefe Amores Robados
Brevemente
[47]

Audiência e repercussão[editar | editar código-fonte]

A estreia teve 31 pontos de média e 55% de share segundo a assessoria de imprensa da Rede Globo, um aumento de 2% na média de audiência do horário em comparação com as quatro semanas anteriores.[48] O segundo capítulo, assim como o primeiro, registrou 31 pontos na Grande São Paulo, com 54% de share. A partir do sétimo episódio, veiculado pela emissora no dia 14 de janeiro de 2014, ocorreu uma mudança de horário devido à estreia do reality show Big Brother Brasil 14, que passou a ser exibido antes da trama, afetando sua audiência, que continuou elevada para o horário porém inferior à dos seis primeiros episódios. A minissérie é o maior sucesso da emissora no subgênero desde 2003 com A Casa das Sete Mulheres escrita por Maria Adelaide Amaral. A produção fechou com média de 28 pontos e 53% de participação na Grande São Paulo.[49] [50]

Capítulo Audiência Fonte
Cap. 1 31 pontos [51] [52]
Cap. 2 31 pontos [49] [53]
Cap. 3 28 pontos [54]
Cap. 4 30 pontos [55] [56]
Cap. 5 28 pontos [57]
Cap. 6 32 pontos [58] [59]
Cap. 7 25 pontos [60]
Cap. 8 25 pontos [61]
Cap. 9 25 pontos [62]
Cap. 10 27 pontos [63]
Média Geral 28,4 pontos [50]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Indicado Resultado Ref.
2014
Prêmio Contigo! de TV
Melhor Série ou Minissérie George Moura Venceu [65]
Melhor Ator de Série e Minissérie Cauã Reymond Venceu
Murilo Benício Indicado
Melhor Atriz de Série e Minissérie Dira Paes Venceu
Isis Valverde Indicada
Prêmio Extra de Televisão
Melhor Série George Moura Venceu [66]
Melhor Ator Cauã Reymond Indicado
Melhor Atriz Coadjuvante Dira Paes Indicada
Melhor Revelação Jesuíta Barbosa Indicado
Troféu APCA
Dramaturgia George Moura Venceu [67] [68]
Melhor Atriz Cássia Kis Magro Venceu
Dira Paes Indicada
Patricia Pillar Indicada
Melhor Ator Cauã Reymond Indicado
Jesuíta Barbosa Indicado
Irandhir Santos Venceu
Melhor Direção José Luiz Villamarim Venceu
Melhores do Ano
Melhor Ator de Série ou Minissérie Cauã Reymond Indicado [69]
Melhor Atriz de Série ou Minissérie Isis Valverde Indicada
Prêmio F5
Série ou Minissérie do Ano George Moura Venceu [70] [71]
Ator do Ano (série ou minissérie) Cauã Reymond Indicado [72]
Atriz do Ano (série ou minissérie) Isis Valverde Indicado [73]
Ator Coadjuvante do Ano (série ou minissérie) Murilo Benício Venceu [71] [74]
Osmar Prado Indicado
Atriz Coadjuvante do Ano (série ou minissérie) Cássia Kis Magro Indicada [75]
Dira Paes Indicada

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Vinte e quatro faixas compõem a trilha sonora da minissérie:[76]

N.º Título Música Duração
1. "Intro"   The XX 2:07
2. "Angels"   The XX 2:51
3. "Plain Gold Ring"   Nina Simone 3:50
4. "Sometimes I Feel Like a Motherless Child"   Mormon Tabernacle Choir 3:42
5. "Baby Did A Bad Bad Thing"   Chris Isaak 2:54
6. "Coqueiros"   Geraldo Azevedo 3:45
7. "Jura Secreta"   Fagner 4:57
8. "Chão de Giz"   Zé Ramalho 4:31
9. "Eu Te Amo"   Chico Buarque 5:08
10. "Barcarola do São Francisco"   Geraldo Azevedo (part. Djavan) 4:56
11. "Vinho Guardado"   Nana Caymmi 4:59
12. "Frevo Mulher"   Amelinha 3:58
13. "O Ciúme"   Caetano Veloso 5:45
14. "Mon Amour, Meu Bem, Ma Femme"   Reginaldo Rossi 2:23
15. "Xique-Xique"   Tom Zé 5:29
16. "Trilha de Sumé"   Lula Côrtes 6:30
17. "Vou Começar Tudo de Novo"   Reginaldo Rossi 3:39
18. "Da Água Pro Vinho"   Aviões do Forró 3:26
19. "O Pedido"   Elomar 3:20
20. "Bailado das Muscarias"   Zé Ramalho (part. Lula Côrtes) 4:36
21. "Na Hora do Adeus"   Reginaldo Rossi 4:20
22. "Auto de Zé Limeira"   Cabruêra 3:14
23. "Minha Doblô"   Silvanno Salles 3:23
24. "Amor I Love You"   Reginaldo Rossi 4:31

Referências

  1. Rede Globo (11/09/2013). Amores Roubados: Cauã Reymond estrela nova minissérie da Globo (em português). Visitado em 26 de dezembro de 2013.
  2. a b Rede Globo (27/12/1013). Amores Roubados: Leandro faz de Isabel seu objeto de desejo e desafio (em português). Visitado em 28 de dezembro de 2013.
  3. Seriados Memória Globo. Visitado em 29 de janeiro de 2014.
  4. Memória Globo. Lampião e Maria Bonita. Visitado em 20 de dezembro de 2013.
  5. Prado, Sérgio. (22 de outubro de 1995). "Cangaço rendeu um dos melhores momentos da TV". O Estado de S. Paulo. Visitado em 30 de janeiro de 2014.
  6. Antunes, Elizabete. . "Lampião e Maria Bonita, 1982". O Globo. Visitado em 30 de janeiro de 2014.
  7. Xavier, Nilson (7 de junho de 2012). No aniversário de Aguinaldo Silva, relembre sua obra na televisão UOL. Visitado em 30 de janeiro de 2014.
  8. a b Minisséries Memória Globo. Visitado em 29 de janeiro de 2014.
  9. Memória Globo. Hoje é Dia de Maria. Visitado em 20 de dezembro de 2013.
  10. Memória Globo. Mad Maria. Visitado em 20 de dezembro de 2013.
  11. Memória Globo. Hoje é Dia de Maria: 2ª Jornada. Visitado em 20 de dezembro de 2013.
  12. Memória Globo. JK. Visitado em 20 de dezembro de 2013.
  13. Redação Rede Globo (6 de novembro de 2012). O Canto da Sereia: série da Globo estreia em 8 de janeiro; saiba tudo (em português). Visitado em 30 de dezembro de 2012.
  14. Nelson Xavier (9 de janeiro de 2013). Com ótima estreia, “O Canto da Sereia” promete ser um sucesso (em português) Blog do Nelson Xavier. Visitado em 10 de janeiro de 2013.
  15. Patrícia Kogut (10 de janeiro de 2013). ‘O canto da Sereia’ estreia com capítulo excelente (em português) Patrícia Kogut, O Globo. Visitado em 10 de janeiro de 2013.
  16. Herison (9 de janeiro de 2013). O Canto da Sereia termina com boa audiência (em português) Oi Imparcial. Visitado em 14 de janeiro de 2013.
  17. Amores Roubados Rede Globo. Visitado em 29 de Janeiro de 2014.
  18. a b c Lima, Isabelle Moreira (8 de outubro de 2013). Minissérie tenta captar o 'sertão real' Folha de S. Paulo. Visitado em 29 de janeiro de 2014.
  19. , Xico. (8 de outubro de 2013). "Grito da emparedada é ouvido até os dias de hoje no Recife". Folha de S. Paulo.
  20. a b c Kogut, Patrícia (10 de setembro de 2013). Paixão e vingança no sertão O Globo. Visitado em 29 de janeiro de 2014.
  21. a b c "Paixão e vingança no sertão". O Globo. Visitado em 29 de janeiro de 2014.
  22. Rede Globo (08/10/2013). Amores Roubados: Cauã Reymond vive ladrão de corações em minissérie (em português). Visitado em 26 de dezembro de 2013.
  23. Folha de S.Paulo (08/10/1013). Elenco nordestino combate sotaque global em 'Amores Roubados' (em português). Visitado em 10 de janeiro de 2013.
  24. "Nordeste no elenco". Folha de S. Paulo. Visitado em 29 de janeiro de 2014.
  25. Padiglione, Cristina. (23 de dezembro de 2012). "Sem intervalo". O Estado de S. Paulo. Visitado em 29 de janeiro de 2014.
  26. Neves, Carla. "Achei um nu muito natural", diz Dira Paes sobre "Amores Roubados" UOL. Visitado em 30 de janeiro de 2014.
  27. Freitas, Thiago. “Achei um nu muito natural. As cenas pediam uma sensualidade”, diz Dira Paes RD1. iG. Visitado em 30 de janeiro de 2014.
  28. Jimenez, Keila. . "Estrada". Folha de S. Paulo. Visitado em 29 de janeiro de 2014.
  29. Menezes, Thales de. 'Amores Roubados' deixa de lado retrato do Recife no século 19 Folha de S. Paulo. Visitado em 30 de janeiro de 2014.
  30. Ribeiro, Daniel (13 de janeiro de 2014). Globo dubla capítulos de "Amores Roubados" após problemas no áudio RD1. iG. Visitado em 30 de janeiro de 2014.
  31. Kogut, Patrícia. Série tem diálogos dublados devido a problemas de som O Globo. Visitado em 30 de janeiro de 2014.
  32. Santo, João Paulo Dell (15 de janeiro de 2014). Estreia do “BBB 14″ supera edição anterior; reality tem duração relâmpago RD1. iG. Visitado em 30 de janeiro de 2014.
  33. Annyston, Endrigo (16 de janeiro de 2014). Com estratégia errada, Globo atrapalha “Amores Roubados” RD1. iG. Visitado em 30 de janeiro de 2014.
  34. Final de "Amores Roubados" é nesta sexta Zero Hora. Visitado em 30 de janeiro de 2014.
  35. Confira a abertura de "Amores Roubados" Rede Globo. Visitado em 30 de janeiro de 2014.
  36. Conheça os personagens de "Amores Roubados" Rede Globo. Visitado em 30 de janeiro de 2014.
  37. Ribeiro, Daniel. Cássia Kis Magro é confirmada no elenco de "O Rebu" RD1, iG. Visitado em 30 de janeiro de 2014.
  38. Elenco de Amores Roubados Teledramaturgia. Visitado em 30 de janeiro de 2014.
  39. Padiglione, Cristina. . "Com açúcar". O Estado de S. Paulo. Visitado em 29 de janeiro de 2014.
  40. Ator de "Amores Roubados" é escalado para "O Rebu" RD1. iG. Visitado em 30 de janeiro de 2014.
  41. Rede Globo (28/11/2013). Amores Roubados: Cauã Reymond e Isis Valverde gravam minissérie (em português). Visitado em 26 de dezembro de 2013.
  42. Zero Hora (10/01/2014). "Amores Roubados" traz qualidade cinematográfica para a TV brasileira (em português). Visitado em 18 de janeiro de 2013.
  43. [1]
  44. [2]
  45. [3]
  46. [4]
  47. Minissérie da Globo ‘Amores Roubados’, com o galã Cauã Reymond, chega à Argentina
  48. ["Amores Roubados" estreia com 31 pontos de audiência UOL (7 de janeiro de 2014). Visitado em 8 de janeiro de 2014.]
  49. a b Daniel Castro (8 de janeiro de 2014). Amores bombados Notícias da TV UOL. Visitado em 10 de novembro de 2014.
  50. a b Redação (20 de janeiro de 2014). Amores Roubados tem maior audiência de minissérie desde 2003 Notícias da TV UOL. Visitado em 10 de novembro de 2014.
  51. Redação (07 de janeiro de 2014). Amores Roubados estreia com 31 pontos, recorde em sete anos UOL Notícias da TV. Visitado em 10 de novembro de 2014.
  52. UOL SP (07 de janeiro de 2014). "Amores Roubados" estreia com 31 pontos de audiência UOL Televisão. Visitado em 10 de novembro de 2014.
  53. Lauro Jardim (08 de janeiro de 2014). Audiência mantida VEJA.com Radar on-line. Visitado em 10 de novembro de 2014.
  54. Redação (09 de janeiro de 2014). Amores Roubados cai no terceiro capítulo e marca 28 pontos em SP UOL Notícias da TV. Visitado em 10 de novembro de 2014.
  55. Redação (10 de janeiro de 2014). Filme de Wagner Moura derruba audiência da Globo em São Paulo UOL Notícias da TV. Visitado em 10 de novembro de 2014.
  56. "O Cravo e a Rosa" tem grande audiência na Globo; veja outros destaques. "Audiência referente ao dia 09 de janeiro"
  57. Redação (13 de janeiro de 2014). O Cravo e a Rosa bate recorde, mas Sessão da Tarde derruba audiência UOL Notícias da TV. Visitado em 10 de novembro de 2014.
  58. Daniel Castro (14 de janeiro de 2014). Amores recordistas UOL Notícias da TV. Visitado em 10 de novembro de 2014.
  59. Em clima de suspense “Amores Roubados” bate recorde de audiência
  60. Redação (15 de janeiro de 2014). Big Brother derruba a audiência de Amores Roubados em SP UOL Notícias da TV. Visitado em 10 de novembro de 2014.
  61. Redação (16 de janeiro de 2014). Sem Valdirene e com formação de paredão, BBB ganha audiência UOL Notícias da TV. Visitado em 10 de novembro de 2014.
  62. Redação (17 de janeiro de 2014). No quarto capítulo, Caras & Bocas supera novelas inéditas da Globo UOL Notícias da TV. Visitado em 10 de novembro de 2014.
  63. Redação (20 de janeiro de 2014). Último capítulo de O Cravo e a Rosa marca 19 pontos e iguala recorde UOL Notícias da TV. Visitado em 10 de novembro de 2014.
  64. Daniel Castro (20 de janeiro de 2014). Ibope reajusta audiências, e ponto vale 5% a mais em São Paulo (em português). Visitado em 20 de março de 2014.
  65. Mateus Solano e Thiago Fragoso se beijam em premiação (em português) (29 de julho de 2014). Visitado em 29 de julho de 2014.
  66. Lima, Ana Cora; Giselle de Almeida (11 de novembro de 2014). Viviane Araújo se consagra como Melhor Atriz Revelação em prêmio de TV UOL Televisão. Visitado em 21 de novembro de 2014.
  67. G1 SP (02 de dezembro de 2014). 'Amores roubados' ganha prêmios da APCA; veja lista dos vencedores G1 - Pop & Arte. Visitado em 02 de dezembro de 2014.
  68. Miguel Arcanjo Prado (02 de dezembro de 2014). Veja quem levou o Prêmio APCA 2014 R7 Cultura. Visitado em 02 de dezembro de 2014.
  69. Gshow (09 de novembro de 2014). Melhores do Ano 2014: conheça todos os indicados nas 15 categorias Melhores do Ano - Domingão do Faustão. Visitado em 02 de dezembro de 2014.
  70. Prêmio F5 - Série ou Minissérie do Ano F5 - televisão (01 de dezembro de 2014). Visitado em 06 de dezembro de 2014.
  71. a b 'Amores Roubados' e 'Dupla Identidade' dividem atenções no Prêmio F5 F5 - televisão (17 de dezembro de 2014). Visitado em 17 de dezembro de 2014.
  72. Prêmio F5 - Ator do Ano (série ou minissérie) F5 - televisão (01 de dezembro de 2014). Visitado em 06 de dezembro de 2014.
  73. Prêmio F5 - Atriz do Ano (série ou minissérie) F5 - televisão (01 de dezembro de 2014). Visitado em 06 de dezembro de 2014.
  74. Prêmio F5 - Ator Coadjuvante do Ano (série ou minissérie) F5 - televisão (01 de dezembro de 2014). Visitado em 06 de dezembro de 2014.
  75. Prêmio F5 - Atriz Coadjuvante do Ano (série ou minissérie) F5 - televisão (01 de dezembro de 2014). Visitado em 06 de dezembro de 2014.
  76. Amores Roubados - Trilha sonora da série Globo.com. Visitado em 12 de janeiro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]