Incidente em Antares (minissérie)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Incidente em Antares
Informação geral
Formato Minissérie
Duração 30 minutos Aproximadamente
Criador(es) Charles Peixoto
Nelson Nadotti
Baseado em Incidente em Antares de Érico Veríssimo
País de origem Brasil Brasil
Idioma original (Português)
Produção
Diretor(es) Carlos Manga
Paulo José
Elenco Fernanda Montenegro
Paulo Goulart
Paulo Betti
Regina Duarte
Marília Pêra
e grande elenco
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Globo
Transmissão original 29 de novembro - 16 de dezembro de 1994
N.º de episódios 10

Incidente em Antares é uma minissérie brasileira exibida pela Rede Globo entre 29 de novembro a 16 de dezembro de 1994, em 12 capítulos, às 21h30.[1]

Escrita por Charles Peixoto e Nelson Nadotti, é livremente inspirada no romance homônimo de Érico Veríssimo, e contou com a direção geral de Paulo José, Carlos Manga e Nelson Nadotti, com direção artística de Carlos Manga e direção de núcleo de Paulo José.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Na fictícia cidade de Antares, no sul do Brasil, é apresentado o progressivo acomodamento das duas facções (os Campolargo e os Vacariano) às oscilações da política nacional e a união de ambas em face da ameaça comunista, como é conhecida pelos senhores da cidade, a classe operária que reivindica seus direitos.

Em meio a uma greve geral, sete mortos que falecem no mesmo dia são impedidos de ser enterrados:

São eles:

  1. Quitéria Campolargo(Fernanda Montenegro), a matriarca da cidade, que morreu do coração;
  1. O sapateiro anarquista Barcelona(Elias Gleiser), também vítima de um ataque cardíaco;
  1. O influente advogado Cícero Branco, que morreu de AVC (Acidente vascular cerebral, vulgarmente chamado de "derrame") - Paulo Betti, que o interpretou, foi caracterizado com uma enorme mancha de sangue coagulado no lado direito do seu rosto, para o personagem parecer mais real;
  1. João Paz, jovem pacifista(Diogo Vilela), que foi torturado pela polícia;
  1. o alcoólatra Pudim de Cachaça,(Gianfrancesco Guarnieri) envenenado pela mulher;
  1. o pianista Menandro Olinda(Ruy Rezende), gravemente deprimido, que se suicidou cortando os pulsos;
  1. a prostituta Erotildes "de Tal"(Marília Pêra), vítima de tuberculose.

Os coveiros se negam a efetuar o enterro, a fim de aumentar a pressão sobre os patrões. Rebelados, os sete defuntos vão para o centro da cidade pedindo o enterro. Enquanto isso não acontece, e passando por cima do pânico causado pelo retorno, começam a contar todos os podres da cidade, desde os políticos, envolvendo as personalidades, até os devaneios sexuais dos moradores. O coreto da cidade foi utilizado como um palanque onde os mortos se encontram e começam seus discursos inflamados. Como os personagens são cadáveres, livres, portanto, das pressões sociais, podem criticar violentamente a sociedade.

Elenco[editar | editar código-fonte]

em ordem da abertura da minissérie
Ator Personagem
Fernanda Montenegro Quitéria Campolargo
Paulo Goulart Cel. Tibério Vacariano
Paulo Betti Cícero Branco
Diogo Vilela João Paz
Cláudio Corrêa e Castro Prefeito Vivaldino Brasão
Gianfrancesco Guarnieri Pudim de Cachaça
Alexandre Borges Padre Pedro Paulo
Elias Gleizer Barcelona
Mauro Mendonça Geminiano Ramos
Ruy Rezende Menandro Olinda
Eliane Giardini Eleutéria Branco
Flávio Migliaccio Padre Gerôncio Albuquerque
Carlos Eduardo Dolabella Quintiliano do Vale
Eva Todor Venusta
Oswaldo Loureiro Delegado Inocêncio Pigarço
Giovanna Gold Rita Paz
Luís Salém Lucas Faia
Sílvia Salgado Cecilinha Campolargo
Ivan Cândido Dr. Lázaro Bertioga
Aracy Cardoso Natalina
Alexandra Marzo Estudante
Nani Venâncio Cléo
Paulo Goulart Filho Xisto Vacariano Neto
Carla Daniel Lavinha Campolargo
Ênio Santos Aristarco Belaguarda
Apresentando
Ator Personagem
Valéria Monteiro Valentina Bins do Vale
Atriz convidada
Regina Duarte como Shirley Teresinha
Participação especial
Betty Faria como Rosinha
Nicete Bruno como Lanja (Briolanja) Vacariano
Marília Pêra como Erotildes da Conceição

Referências

  1. «Incidente em Antares». Teledramaturgia. Consultado em 6 de agosto de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]