Nelson Nadotti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Nelson José de Araújo Nadotti (Canoas, 15 de março de 1958) é um cineasta e autor de telenovelas brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formado em jornalismo pela PUC-RS, Nelson desde muito jovem começou a realizar filmes de curta-metragem em Super-8. Em Porto Alegre, foi um dos fundadores do Grupo de Cinema Humberto Mauro (1976-1980), na época o único cineclube do Brasil que só exibia filmes brasileiros, mas também um ativo grupo de realização de filmes em Super-8, exibidos e várias vezes premiados no Festival de Gramado.

Em 1981, juntamente com Giba Assis Brasil, realizou o longa-metragem em Super-8 Deu pra Ti Anos 70, premiado como melhor filme na categoria em Gramado e depois exibido para mais de 22 mil pessoas, um possível recorde para um filme feito na menor das bitolas cinematográficas.

Em 1982, tornou-se profissional de cinema ao mudar-se para o Rio de Janeiro, onde reside até hoje. Foi co-roteirista e assistente de direção de vários grandes cineastas brasileiros, como Arnaldo Jabor, Murilo Salles, Jorge Duran e Cacá Diegues, tendo sido também o autor do diário de filmagem do filme Quilombo, publicado em 1984 pela Editora Achiamé, do Rio de Janeiro. Ao mesmo tempo, continuou a realizar seus curtas-metragens, como A Voz da Felicidade, premiado como melhor curta no Festival de Gramado de 1987.

Em seguida passou a escrever para televisão, a princípio minisséries como A Madona de Cedro (minissérie) e Incidente em Antares (1994), mais tarde incorporando-se ao núcleo de autores de telenovelas da TV Globo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Como diretor e/ou roteirista de cinema
Como roteirista / autor de telenovelas
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.