Valéria Monteiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Valéria Monteiro
Nome completo Valéria Monteiro
Nascimento 26 de março de 1965 (54 anos)
Belo Horizonte, MG
Ocupação Modelo, jornalista e apresentadora de televisão
Cônjuge(s) Paulo Ubiratan
(1990–1998)
Filho(s) Vitória (1990)
Nacionalidade Brasileira
Atividade desde 1986
Trabalhos notáveis Fantástico
Jornal Nacional
(Rede Globo)

Valéria Monteiro (Belo Horizonte, 26 de março de 1965) é uma jornalista, modelo, atriz e apresentadora de televisão brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Modelo e bailarina, iniciou a carreira de jornalista em Campinas,[1] numa afiliada da Rede Record.[2] Depois, entrou na TV Campinas, hoje EPTV.[2] Em 1986 foi contratada pela Rede Globo, para apresentar o RJTV, depois atuou como âncora do Fantástico entre 1988 e 1991,[3][4] em seguida comandou o Jornal Hoje.[5][6]

Foi a primeira mulher a apresentar o Jornal Nacional em 1992.[7][8][9][1][10][11][12][13][2][6][14][15] Em 1993 voltou ao Fantástico. Em janeiro de 1994, foi capa da revista Playboy.[16] Em 1995 foi apresentadora do GNT Fashion. Depois atuou como atriz na minissérie Incidente em Antares.[7][8][9][1] Em 1996 teve uma breve passagem pela Rede Manchete. Mudou-se para Nova Iorque com a filha Vitória,[9][1] fruto da união com o diretor de telenovelas Paulo Ubiratan (morto em 1998 em decorrência de um infarto).

Valéria também foi casada com um corretor de imóveis de nome Justin Kaufman, quando morava nos Estados Unidos da América.[1] Atualmente, a apresentadora está solteira.[17]

Nos Estados Unidos, trabalhou para o Discovery, Bloomberg (canal de notícias) e NBC.[1][3][4] Voltou ao Brasil em 1999, contratada pela RedeTV!, onde apresentou a primeira fase do programa A Casa É Sua.[18] Seu último trabalho na televisão foi como garota-propaganda da campanha eleitoral de José Serra.[1][2]

Atualmente é dona de uma produtora independente chamada Toda América,[19][20] e apresenta o programa Mondo na emissora de rádio carioca Paradiso FM.[21]

Em 2014, fez uma participação especial no seriado Dupla Identidade no papel de uma âncora de televisão.[22][23][24][25] E em 19 de maio de 2014, volta à TV para comandar o programa O Show da Vida É Fantástico no Canal Viva.[26][27] Também atuou no filme Hitórias Íntimas, produção que conquistou em 2014 um prêmio no 7º Los Angeles Brazilian Film Festival e conta a história da sexualidade no país desde os tempos do Brasil Colônia.[28][29]

Em 22 de setembro de 2017 lançou pré-candidatura à Presidência da República.[30][31][32][33] Em 12 de janeiro de 2018 anunciou filiação ao Partido da Mobilização Nacional.[34][35][36][37] Em 21 de julho de 2018, o Partido da Mobilização Nacional decidiu em sua convenção não lançar nenhum candidato e nem fazer alianças. A presidência do PMN informou que a baixa popularidade de Monteiro e a atual estrutura do partido influenciaram na decisão.[38][39][40][41]

Referências

  1. a b c d e f g Jonas Furtado (28 de outubro de 2002). «O retorno da musa». Isto É Gente. Terra Networks. Consultado em 19 de agosto de 2018 
  2. a b c d Raquel Pinheiro (1 de junho de 2014). «Valéria Monteiro: "É difícil romper com o preconceito do bonito"». Marie Claire. Globo.com. Consultado em 19 de agosto de 2018 
  3. a b Natália Boere (16 de maio de 2014). «De volta às telas, Valéria Monteiro lembra os tempos à frente do 'Fantástico': 'Beirei a anorexia'». O Globo. Globo.com. Consultado em 2 de outubro de 2018 
  4. a b «Linda quase aos 50, Valéria Monteiro volta à TV e diz que acha ditadura da beleza cruel». Extra. Globo.com. 19 de maio de 2014. Consultado em 19 de agosto de 2018 
  5. «Jornal Hoje faz 30 anos». G1. Globo.com. 21 de abril de 2001. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  6. a b Gilvan Marques (25 de abril de 2015). «Após homenagem no JN, Valeria Monteiro reclama por ter sido deixada de fora». UOL. Consultado em 19 de agosto de 2018 
  7. a b Marcelo Migliaccio (19 de julho de 1994). «Valéria Monteiro gosta de ser atriz». Folha de S.Paulo. UOL. Consultado em 19 de agosto de 2018 
  8. a b Heloisa Helvecia (11 de setembro de 1994). «Valéria faz a cabeça». Folha de S.Paulo. UOL. Consultado em 19 de agosto de 2018 
  9. a b c Carla Meneghini (11 de agosto de 2002). «'Vulgaridade virou arma'». Folha de S.Paulo. UOL. Consultado em 19 de agosto de 2018 
  10. Larissa Saram (14 de maio de 2014). «"Levei bronca porque sorria no fim dos telejornais", diz Valéria Monteiro». Marie Claire. Globo.com. Consultado em 19 de agosto de 2018 
  11. «Valéria Monteiro sobre mudanças no visual ao longo da carreira: "Ainda bem que cabelo cresce rápido"». Marie Claire. Globo.com. 31 de maio de 2014. Consultado em 19 de agosto de 2018 
  12. Jéssica Oliveira (15 de julho de 2017). «Primeira mulher na bancada do "JN", Valéria Monteiro retorna à TV em projeto do canal Viva». Portal IMPRENSA. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  13. «Primeira mulher a apresentar o Jornal Nacional reclama por não ter sido homenageada nos 50 anos da Globo». R7. 28 de abril de 2015. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  14. «Lembra dela? Valéria Monteiro reaparece com novo visual em exposição». Caras. UOL. 2 de setembro de 2015. Consultado em 19 de agosto de 2018 
  15. Tatiane Rosset (26 de fevereiro de 2017). «Valéria Monteiro, primeira âncora mulher do "Jornal Nacional", reaparece em evento em São Paulo». Veja SP. Editora Abril. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  16. Evandro Éboli (6 de fevereiro de 2018). «Quem é a ex-apresentadora do Fantástico e capa da Playboy que quer ser presidente». Gazeta do Povo. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  17. "http://www.agenciamapa.com.br/saboresdointerior/index.php?p=ler_noticia&id_noticia=MWdqTQ== Valéria Monteiro revela prato preferido em Campinas"
  18. Maria Lins (22 de novembro de 1999). «As mulheres da Rede TV!». Isto É Gente. Terra Networks. Consultado em 19 de agosto de 2018 
  19. «Valéria Monteiro: Jornalista abre produtora». Folha de S.Paulo. UOL. 27 de janeiro de 2008. Consultado em 19 de agosto de 2018 
  20. Débora Miranda (2 de outubro de 2009). «Valéria Monteiro estreia em peça de teatro e conta: 'comecei tímida'». G1. Globo.com. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  21. Felipe Machado (7 de dezembro de 2003). «Saudades da Valéria Monteiro?». Grupo Gazeta de Comunicação. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  22. Florença Mazza (20 de outubro de 2014). «Valéria Monteiro grava 'Dupla identidade' com Bruno Gagliasso». Patrícia Kogut. O Globo. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  23. Carla Bittencourt (30 de outubro de 2014). «Valéria Monteiro fica na mira de Edu em 'Dupla identidade'». Extra. Globo.com. Consultado em 19 de agosto de 2018 
  24. Natália Boere (31 de outubro de 2014). «'Já explorei muito a realidade, agora quero a ficção', diz Valéria Monteiro, que estreia como atriz». O Globo. Globo.com. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  25. «A arte imita a vida! Valéria Monteiro participa de seriado como âncora de TV». Gshow. Globo.com. 31 de outubro de 2014. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  26. «Valéria Monteiro volta à TV em novo programa do VIVA». Canal Viva. Globo.com. 16 de maio de 2014. Consultado em 19 de agosto de 2018 
  27. Ana Cora Lima (9 de maio de 2014). «De volta à TV, Valéria Monteiro diz ver outra pessoa em seus vídeos antigos». UOL. Consultado em 19 de agosto de 2018 
  28. «Atrizes Cristina Prochaska e Valéria Monteiro prestigiam 6º Arraial Cine Fest». oXarope.com. 4 de dezembro de 2013. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  29. Flávio Ricco e José Carlos Nery (22 de fevereiro de 2015). «Valéria Monteiro vai virar uma mulher vingativa no cinema». UOL. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  30. Entretenimento, Portal Uai (22 de setembro de 2017). «Jornalista e ex-atriz mineira Valéria Monteiro lança pré-candidatura à presidência». Portal Uai Entretenimento 
  31. Eduardo F. Filho (28 de setembro de 2017). «Valéria Monteiro, candidata a presidente: "Sou uma via de reação"». Veja. Editora Abril. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  32. Joelmir Tavares (3 de outubro de 2017). «'Esquerdista light', ex-apresentadora do 'JN' quer ser presidente». Folha de S.Paulo. UOL. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  33. Marcella Fernandes (20 de janeiro de 2018). «Não sou contra o flerte, mas o assédio é opressor, diz Valéria Monteiro». HuffPost. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  34. Eduardo F. Filho (12 de janeiro de 2018). «Valéria Monteiro sobre filiação: "Achei meus companheiros de voo"». Veja. Editora Abril. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  35. Brandino, Géssica (12 de janeiro de 2018). «Ex-apresentadora do 'JN' se filia ao PMN e inicia 'desconstrução' de adversários». Folha de S.Paulo. Consultado em 13 de janeiro de 2018 
  36. Carlos Eduardo Cherem (5 de março de 2018). «Com pouco tempo de TV, Valéria Monteiro apostará em bordão "estilo Enéas"». UOL. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  37. «Na Capital, Valéria Monteiro tenta viabilizar candidatura». Diário do Nordeste. 2 de junho de 2018. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  38. «PMN desiste de lançar ex-apresentadora do JN Valéria Monteiro». Folha de S.Paulo. UOL. 29 de março de 2018. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  39. Alessandra Modzeleski (21 de julho de 2018). «PMN rejeita Valéria Monteiro para disputa da Presidência e decide não ter candidato próprio nem fazer alianças no 1º turno». G1. Globo.com. Consultado em 2 de outubro de 2018 
  40. João Pedro Pitombo (21 de julho de 2018). «PMN rejeita candidatura, e Valéria Monteiro é expulsa de convenção». Folha de S.Paulo. UOL. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  41. Brasil, Agência (23 de julho de 2018). «Convenção do PMN vira confusão ao vetar candidatura de ex-apresentadora do Jornal Nacional». www.infomoney.com.br. Consultado em 23 de julho de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]