Renato Machado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Renato Machado
Nascimento 21 de março de 1943 (72 anos)
Rio de Janeiro , RJ
Nacionalidade Brasil brasileiro
Ocupação jornalista

Renato Machado (Rio de Janeiro, 21 de março de 1943) é um renomado jornalista da televisão brasileira. [1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Formou-se em Direito na Pontifícia Universidade Católica e começou sua carreira no rádio em 1970. Em 39 anos de profissão, o repórter, apresentador e editor passou pela rede BBC, de Londres. Mais tarde, passou pelo Jornal do Brasil e pela extinta Rede Manchete (onde apresentou Noite Dia, nova nomenclatura do Jornal da Manchete Segunda Edição).

Renato começou sua carreira no teatro, participando de grupos amadores e atuando em montagens como A Tempestade, de William Shakespeare, e em Os Filhos Terríveis e Antígona. Com a inauguração da Rede Globo de Televisão, em 1965, atuou em duas novelas como coadjuvante: Rosinha do Sobrado, segunda novela da casa, e a primeira versão de A Moreninha, ambas estreladas por Marília Pêra. Também dublou seriados americanos e, em 1966, atuou no filme O Mundo Alegre de Helô [2] .

Foi correspondente internacional baseado em Nova Iorque, e cobriu eleições, negociações políticas e econômicas, acordos e as guerras em Honduras, El Salvador, Nicarágua e Golfo Pérsico. De volta ao Brasil, fez reportagens especiais para o Fantástico e para o Globo Repórter.

Apresentou o Jornal da Globo em 1982-1983, o RJTV entre 1989-1990 e 1992 e o Fantástico Especial no dia 31 de dezembro de 1995.

Em 1982, apresentou o primeiro Plantão JN, sobre a Guerra das Malvinas. Aquele plantão foi o primeiro da televisão brasileira. Na ocasião, a imagem na tela era Plantão JN, e Renato falava em off.

De 1996 à 2011, Renato foi o editor-chefe e apresentador do Bom Dia Brasil, onde comandava uma equipe de aproximadamente 30 pessoas. Nesse período o telejornal modificou um pouco seu enfoque para abranger mais cultura, música e gastronomia. A maior parte desse período ele dividiu bancada com Renata Vasconcellos.

Também foi um dos eventuais apresentadores do Jornal Nacional, substituindo William Bonner e Fátima Bernardes.

Renato é apreciador de música clássica e é conhecido no país como grande conhecedor de vinhos e de gastronomia. Além de ser crítico de vinhos do jornal O Globo e da Rádio CBN, é autor da série Reserva Especial, produzida pelo canal GNT. O programa revela os segredos da arte da produção dos melhores vinhos da Europa. Dividiu com o chef francês radicado no Brasil Claude Troisgros a apresentação do programa Menu Confiança, onde harmonizou vinhos e receitas.

Foi casado com a colunista Danuza Leão. É pai da atriz Maria Eduarda Machado que protagonizou o folhetim Malhação, em 2007. Em 2009, Renato teve que fazer um cirurgia, de ponte de safena, de ultima hora, o que o deixou mais de um mês afastado do Bom Dia Brasil, sendo substituido pelo jornalista Márcio Gomes. Em Janeiro de 2011, após suas férias, Renato volta a comandar o Bom Dia Brasil, apenas acumulando o cargo de apresentador, dando lugar a Miguel Athayde como editor chefe do telejornal, em setembro do mesmo ano, voltou a ser correspondente internacional, em Londres [3] , com matérias para os telejornais da Globo e uma coluna semanal no Jornal da Globo.

Referências

Precedido por
Sérgio Chapelin
Apresentação do Jornal da Globo
1982 - 1983
Sucedido por
Eliakim Araújo
Precedido por
Ronaldo Rosas
Apresentação do Noite Dia
1991 - 1992
Sucedido por
Lúcia Abreu
Precedido por
Luiz Carlos Braga
Apresentação do Bom Dia Brasil
1996 - 2011
Sucedido por
Chico Pinheiro
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.