Maurício Torres

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Este artigo ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde outubro de 2011). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Maurício Torres
Nome completo Maurício Thomé Torres[1]
Nascimento 14 de fevereiro de 1971[1]
Rio de Janeiro
 Rio de Janeiro
Morte 31 de maio de 2014 (43 anos)[2]
São Paulo
 São Paulo
Nacionalidade brasileiro
Ocupação Apresentador de televisão
locutor esportivo[2]

Maurício Thomé Torres (Rio de Janeiro, 14 de fevereiro de 1971São Paulo, 31 de maio de 2014) foi um apresentador de televisão e locutor esportivo brasileiro. Cobriu três Copas do Mundo: 1994 nos Estados Unidos (narrou pelo SporTV), 1998 na França e de 2002 na Coreia do Sul e Japão (estas últimas pela Rede Globo)

Carreira[editar | editar código-fonte]

Maurício Torres trabalhou no Sistema Globo de Rádio e na década de 1990 narrava jogos para os canais Globosat. Em 1996 entrou para a Rede Globo, onde fazia as transmissões esportivas (fazia eventos olímpicos, além de ser eventual nas transmissões de partidas dos clubes cariocas) e apresentava o bloco esportivo do Bom Dia Brasil, e eventualmente o Globo Esporte e Esporte Espetacular — além do Espaço Aberto Esporte, da GloboNews.

Em 2005 recebeu convite e foi para a Rede Record, onde apresentou programas esportivos na emissora (Esporte Record, Esporte Fantástico e Esporte Record News, no canal Record News) e participou das transmissões esportivas (Futebol Nacional, mais precisamente jogos dos cariocas, Futebol Europeu e eventos olímpicos).[1]

Principais eventos[editar | editar código-fonte]

Morte[editar | editar código-fonte]

O apresentador morreu em 31 de maio de 2014, aos 43 anos, após ficar internado durante um mês desde 1 de maio no Hospital Sírio-Libanês, depois de ter passado mal num voo entre o Rio de Janeiro e São Paulo.[2] Ao desembarcar desse voo na capital paulista, ele foi levado para o referido hospital, onde ficou constatada arritmia cardíaca.[2] O quadro sofreu uma piora após infecção pulmonar que não regrediu com o tratamento, levando-o a óbito.[3][4][5]

Deixou esposa, Susana Naspolini (repórter da TV Globo) e uma filha, Julia, de oito anos.[2]

Referências

  1. a b c Maurício Torres diz por que deixou a TV Globo Terra, acessado em 27 de julho de 2010
  2. a b c d e Da redação (31 de maio de 2014). «Apresentador da Record, Maurício Torres, morre em São Paulo». Folha de S.Paulo – Esporte. Consultado em 1 de junho de 2014. 
  3. «Morre o locutor Maurício Torres». GloboEsporte.com. 31 de maio de 2014. Consultado em 31 de maio de 2014. 
  4. «Morre o jornalista esportivo Mauricio Torres». O Globo. 31 de maio de 2014. Consultado em 31 de maio de 2014. 
  5. Ricco, Flávio (31 de maio de 2014). «Apresentador do "Esporte Fantástico", Maurício Torres morre aos 43 anos». UOL. Consultado em 31 de maio de 2014. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) jornalista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.