Cabruêra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Cabruêra
Informação geral
Origem Paraíba
País  Brasil
Gênero(s) Manguebit, Baião, Forró, Rock psicodélico, Funk, Ska, Samba
Período em atividade 1998 - atualmente
Gravadora(s) independente
Integrantes Arthur Pessoa
Edy Gonzaga
Leonardo Marinho
Pablo Ramires
Ex-integrantes Emy Porto, Ely Porto, Orlando Freitas, Alexandre Magno, Luciano Gondin, Zé Guilherme, Tom Rocha, Fredi Guimarães, Cláudio Fantinato, Esmeraldo Marques, Fabiano Soares.
Página oficial www.cabruera.com.br

Cabruêra é um grupo musical brasileiro, formado na Paraíba em 1998, e cuja principal característica é misturar influências do cancioneiro popular nordestino com diversas tendências musicais. O grupo está há 11 anos na estrada tocando para plateias dos mais diferentes idiomas, com passagens por importantes festivais no Brasil e na Europa.

Formada por alunos da UFCG, em Campina Grande (PB), a banda reúne quatro músicos com diversas influências.

O primeiro CD foi gravado em 2000 e relançado em 2001 pela Nikita Music. Ainda em 2001, o grupo fez sua primeira excursão à Europa recebeu o Kikito de "Melhor trilha sonora" no Festival de Gramado, pelo curta-metragem "A Canga", de Marcus Vilar. No final daquele ano os integrantes do grupo se mudaram para o Rio de Janeiro.

Participou de festivais na Inglaterra, Dinamarca, Itália, República Tcheca, Alemanha, França, Holanda, Bélgica, Suíça e Portugal, e seu segundo álbum foi lançado mundialmente em 2005 pela gravadora alemã Piranha Records. Teve músicas incluídas em diversas coletâneas lançadas no Brasil, Japão, EUA, Portugal, França e Alemanha. Também teve músicas sincronizadas em filmes e documentários no Brasil, EUA e Europa.

Dos festivais no exterior destacam-se o MIDEM na França, o Roskilde na Dinamarca, a POPKOMM na Alemanha, WOMAD na Itália e o Montreux Jazz Festival na Suíça. No Brasil o grupo tem passagem pelo Abril Pro Rock, Goiânia Noise, Rec Beat, Mada, Festival Calango, Porto Musical, Feira Musica Brasil entre outros.

Origem do nome[editar | editar código-fonte]

Termo do cangaço, cabruêra é uma corruptela de cabroeira, que significa "bando de cabras", podendo ser aplicado tanto para um grupo de animais quanto para um agrupamento humano, como os cabras de Lampião. A cabra é um animal que resiste à seca por sua capacidade de devorar tudo o que vem pela frente. Semelhantemente, o grupo Cabruêra também se propõe a "devorar" as mais diversas informações musicais, "digerindo-as e vomitando-as emolduradas com recursos tecnológicos", numa atualização do Manifesto Antropofágico (1928) de Oswald de Andrade.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Coletâneas

Ligações externas[editar | editar código-fonte]