Sommelier

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Degustação de vinho no sul da Itália.

Sommelier (português brasileiro) ou escanção (português europeu) é um profissional especializado, encarregado em conhecer os diferentes tipos de vinhos e águas. Adicionalmente, cuida da compra, armazenamento, rotação de bebidas e elabora o menu de vinhos em restaurantes.

Na Antiguidade, o escanção era quem vertia o vinho nos copos dos convivas, nos banquetes.

Etimologia da palavra escanção[editar | editar código-fonte]

O substantivo escanção deriva do vocábulo da língua gótica skankja, que significa "copeiro".

A palavra é originária do francês e referia-se ao oficial da corte encarregado do transporte de suprimentos, em uma época em que este transporte era feito por animais de carga. Esse empregado da corte era incumbido de provar os alimentos que transportava antes que eles fossem servidos aos Reis e nobres, o que evitava tentativas de envenenamentos durante o transporte.

Homenagem[editar | editar código-fonte]

A vila de Nelas, em Portugal, é o único local de Portugal que tem uma estátua dedicada à vida do escanção. Situada no Largo General José de Tavares, a estátua foi encomendada ao escultor Domingos Soares Branco e inaugurada em 1966. A estátua foi inspirada na figura do escanção Fernando Ferramentas, que na época trabalhava no Hotel Aviz, em Lisboa. [1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Gazeta Rural n.º 230, 15 de setembro de 2014.
Ícone de esboço Este artigo sobre Vinhos é um esboço relacionado ao Projeto Vinhos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.