Cláudio Jaborandy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Cláudio Jaborandy
Nascimento 21 de janeiro de 1966 (55 anos)
Recife, Pernambuco
Brasil
Ocupação Ator

Cláudio Jaborandy (Recife, 21 de janeiro de 1966) é um ator brasileiro, radicado no Ceará.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Cláudio nasceu em Recife, mas se considera cearense. “Fui criado no Ceará. Sou cearense”.[1] Sua carreira iniciou-se no teatro. Formou-se em 1987 no curso de arte dramática da Universidade Federal do Ceará. Em 1998, fez o curso profissional de vídeo-cine-tv na Escuela d'Alts Estudis de la Imatge i el Disseny (Idep), em Barcelona, Espanha.

Atuando principalmente no cinema, recebeu prêmios como melhor ator nos principais festivais dedicados ao cinema nacional como o Cine-Ceará, Festival de Recife e Festival de Brasília, por atuações tanto em curtas como em longa-metragens.


Em Malhação: Viva a Diferença viviu o pai do Tato Matheus Abreu. O personagem era dependente químico.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Na televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Emissora
2020 Os Roni Cornélio Multishow
2017 Malhação: Viva a Diferença Aldo Morais, Pai de Tato Rede Globo
2016 Velho Chico Delegado Germano
2015 Sete Vidas Durval
2014 O Rebu Severino
Amores Roubados Detetive Givaldo
2012 Saramandaia Tonho
Gonzaga - de Pai pra Filho Januário
2011 Morde & Assopra Nivaldo
2010 A Grande Família Nareba
2009 Viver a Vida Onofre
2008 Água na Boca Severino Penaforte Rede Bandeirantes
Queridos Amigos Ramiro Rede Globo
2007 Malhação Euzébio
Amazônia, de Galvez a Chico Mendes Benedito
2006 JK
2005 Mad Maria Gumercindo
Carga Pesada Carlos
2004 Celebridade Enésio
Um Só Coração Antônio
Da Cor do Pecado Cássio
1991 Caso Especial

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
2018 A Outra História do Mundo Zezé[3]
2017 Entre Irmãs Dr. Duarte Coelho
2016 Shaolin do Sertão Regislândio Lúcio
2015 A História da Eternidade Nataniel
Nise: O Coração da Loucura Emygdio de Barros
Tudo Que Deus Criou Biu
2014 Na Quebrada Sr. Misael
2013 Nise da Silveira - Senhora das Imagens Emygdio de Barros[4]
2012 Boca Carlito
Gonzaga - de Pai pra Filho Januário
2007 5 Frações de uma Quase História Antônio
A Casa de Alice Ivanildo
2006 O Céu de Suely Cláudio
El cayo de la muerte[1] Duarte
2005 As Vidas de Maria Getúlio
2004 Araguaia - A Conspiração do Silêncio Cabo Abdon
2003 O Caminho das Nuvens Gideão
2002 Lua Cambará - Nas Escadarias do Palácio Idelfonso
2000 Latitude Zero Vilela
1998 Oropa, França e Bahia Ascenso
Iremos a Beirute Ademir

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • 1987- Parentes Entre Parênteses, Universidade Federal do Ceará
    • 1990- Quem Matou Zefinha?
    • 1992- Don Giovanni, de Mozart, direção de Bia Lessa
    • 1993- A Farsa do Mestre Pathelin
    • 1994- Oropa, França e Bahia, direção de Nehle Franke
    • 1995- Matança de Porco, de Peter Turrine, direção Nehle Franke

Prêmios[editar | editar código-fonte]

      • 1995- 28º Festival nacional do cinema de Brasília/DF
      • Melhor ator - Filme "O Amor Não Acaba às Quinze e Trinta"
      • 1999- Rio Cine Festival - mostra competitiva de curta metragem - Melhor ator - filme - "Náufrago"
      • 7º Festival Chileno Internacional Del Cortometraje - Melhor ator - filme - "Náufrago"
      • 2001- VI Festival de Cinema do Recife - Melhor ator - filme - "O Prisioneiro"
      • V Festival de Cinema Luso-brasileiro de Santa Maria da Feira - Portugal - Melhor ator - filme -"Latitude Zero"
      • XXI Cine Ceará - Festival de Cinema do Ceará - Melhor ator - filme - "O Prisioneiro", curta-metragem
      • Festival de Kiev - Ucrânia - Melhor ator - filme -"Latitude Zero"
      • Melhor ator - filme - "Rapsódia Para Um Homem Comum", no Festival de Brasília, no Festival de Cinema do Maranhão e no FAM em Florianópolis

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.