Pedro Cardoso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Nota: Se procura o guitarrista português com o mesmo nome, veja Peixe (músico). Se procura o ex-jogador das seleções brasileiras de rugby union e de handebol e da seleção de rugby union da América do Sul, veja Pedro Cardoso (jogador de rugby).
Pedro Cardoso
Cardoso em outubro de 2001.
Nome completo Pedro Cardoso Martins Moreira
Nascimento 31 de dezembro de 1962 (56 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileiro
Residência Cascais, Portugal
Ocupação ator, redator, roteirista, autor, escritor e humorista
Atividade 1982–presente
Cônjuge Graziella Moretto (c. 2007)
Outros prêmios
Troféu Sol de Prata - Melhor ator
1994 - A Matadeira
Rio Cine Festival - Melhor ator
1994 - A Matadeira
Indicações
Emmy Internacional
Melhor ator
2008 - A Grande Família

Pedro Cardoso Martins Moreira (Rio de Janeiro, 31 de dezembro de 1962) é um ator, redator, roteirista, autor, escritor e humorista brasileiro, primo do cineasta Ivan Cardoso e do ex-presidente do Brasil Fernando Henrique Cardoso. Sua imagem popularizou-se por ter interpretado Agostinho Carrara no seriado A Grande Família (2001–2014), da Rede Globo.

Pedro é considerado fundador do teatro besteirol, movimento marcante do teatro carioca na década de 1980.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Carioca da zona sul, Pedro é o segundo de seis irmãos de uma família abastada cujo pai foi um advogado de sucesso, o avô tendo sido um presidente do Banco do Brasil, e os primos Ivan Cardoso e Fernando Henrique Cardoso, respectivamente, um cineasta de renome e um sociólogo/ex-presidente da República.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
1985 Armação Ilimitada Fred Ganso Episódio: "O Corcel Malhadão"
1986 Bar Doce Bar redator e diretor
1987 O Natal da Grande Família Surrão (o namorado da Bebel) Especial de fim de ano
1988 TV Pirata Roteirista
O Pagador de Promessas Sacristão
Bebê a Bordo Flávio
1989-1989 Domingão do Faustão "quadro: Controle Remoto"
1990 A, E, I, O... Urca Nico
1991 Vamp Tobias Participação especial
1992 Anos Rebeldes Galeno Quintanilha
1994 Pátria Minha Albano Campelo
Confissões de Adolescente Dr. Rogério Rumker
1995-1997 Comédia da Vida Privada Roteirista e ator
1998-1999 Vida ao Vivo Show Apresentador
1999 Zorra total[1] Esquetes do quadro Manual de Instrução[2]
2001-2014 A Grande Família Agostinho Carrara
2009 A Turma do Didi Superbarraco Episódio: "12 de outubro"
2014 Fantástico Vários Personagens Quadro: "Uãnuêi"
2017 País Irmão Mário Barbosa Rodrigues 2 episódios

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Personagem Notas
1984 Os Bons Tempos Voltaram: Vamos Gozar Outra Vez Bilu
1986 As Sete Vampiras Pedro
1990 Veja Esta Canção
1995 Felicidade É Episódio - Estrada
1997 O Que É Isso, Companheiro? Fernando Gabeira/Paulo
1998 Traição Mário
1999 Bossa Nova Roberto
Por Trás do Pano
2003 O Homem que Copiava Cardoso
Lisbela e o Prisioneiro Roteirista
2004 Redentor Célio Rocha
2007 A Grande Família - O Filme Agostinho Carrara
2008 A Casa da Mãe Joana Vavá
Todo Mundo Tem Problemas Sexuais Divino
2016 Barata Ribeiro, 716 Valério

Curtas-metragens[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Personagem
1986 Geléia Geral
Acre-Doce
1992 Moradores da Rua Humboldt
1994 Dente por Dente Pedro Paulo
A Matadeira Prudente de Morais / Antônio Conselheiro / professor / pregador

Teatro[editar | editar código-fonte]

Embora frequentemente se diga que Pedro foi integrante do grupo de teatro Asdrúbal Trouxe o Trombone, ele mesmo já desmentiu isso em entrevistas. Começou no teatro trabalhando como iluminador de uma peça, após ter passado por vários empregos temporários durante a adolescência. E conhecendo vários atores na ocasião, interessou-se pela profissão e começou a se dedicar a ela.

Seu principal parceiro na carreira teatral, pelo menos no início, foi o também ator e redator Felipe Pinheiro. E juntos eles escreveram, dirigiram e montaram uma série de peças do gênero besteirol, entre as quais pode-se destacar Bar, Doce Bar (1982), C de Canastra (1987), The Best: A Besta (1988) e A Macaca (1991). Trabalharam juntos também como co-redatores do programa TV Pirata, um dos marcos no humorismo televisivo brasileiro. Trabalhou com Felipe juntos de 1982 até 1993, quando Felipe faleceu.

A partir daí estrelou outras produções, como "O autofalante" e "Os ignorantes", ambas com texto de sua autoria, e outras como "Todo mundo tem problemas sexuais" e "Os improváveis".

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmiação Categoria Obra Papel Resultado
1994 Troféu Sol de Prata Melhor ator A Matadeira Professor/Prudente de Morais/Antônio Conselheiro/Pregador Venceu
1994 Rio Cine Festival Professor/Prudente de Morais/Antônio Conselheiro/Pregador Venceu
2004 Grande Prêmio Cinema Brasil Melhor ator coadjuvante O Homem que Copiava Cardoso Venceu
2008 Emmy Internacional Melhor ator A Grande Família Agostinho Carrara Indicado

Pedro foi indicado ao Emmy Internacional de "Melhor Ator" por sua interpretação em A Grande Família como Agostinho Carrara durante 13 anos consecutivos.[3]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.