Luiz Fernando Guimarães

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde janeiro de 2017) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Luiz Fernando Guimarães
O ator Luiz Fernando Guimarães em 2005.
Nome completo Luiz Fernando Guimarães
Nascimento 20 de novembro de 1949 (67 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade Brasileiro
Ocupação
Atividade 1972–presente
Cônjuge Adriano Medeiros (c. 2004)
IMDb: (inglês)

Luiz Fernando Guimarães (Rio de Janeiro, 20 de novembro de 1949) é um ator, comediante, apresentador e autor brasileiro.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Tornou-se ator em 1974 ao substituir um amigo na peça O Inspector Geral, de Gogol, encenada pelo grupo teatral Asdrúbal Trouxe o Trombone. Sua estreia no cinema foi em 1976, em O Ibrahim do Subúrbio, mas antes interpretou Colibri em Uma Rosa com Amor em 1972. Ator de comédia, com um humor entre o escrachado e o irônico, não decepcionou quando escalado para um papel dramático em O Que É Isso, Companheiro?, de Bruno Barreto, onde interpretou um dos sequestradores do embaixador norte-americano, na vida real, o jornalista Franklin Martins. Seu sucesso na televisão foi lento. Participou na Rede Globo do programa infantil Sítio do Picapau Amarelo, ao lado de Regina Casé, sua companheira dos tempos do Asdrúbal Trouxe o Trombone. Em sua primeira participação importante em novela (Vereda Tropical, 1984) conquistou o público no papel de Miro, um vigarista trapalhão.

Em 1988, integrou o elenco do humorístico TV Pirata. Foi o grande destaque do primeiro ano do programa com o quadro Fogo no Rabo, cuja abertura parodiava Roda de Fogo, novela escrita por Lauro César Muniz. Luiz Fernando interpretava Reginaldo, empresário inescrupuloso que dizia que só existiam três coisas importantes na vida: dinheiro, cheque e cartão de crédito. Reginaldo formava um triângulo amoroso com a sensual Penélope (Cláudia Raia) e a suburbana Natália (Débora Bloch). Ainda na Globo, fez também as séries Juba & Lula e Armação Ilimitada. Fez dupla novamente com Regina Casé no Programa Legal. Foi um dos responsáveis, junto com Alexandre Machado e Fernanda Young, pelo sucesso de Os Normais. Do programa surgiu o filme, um sucesso de público. Depois de Os Normais, Luiz Fernando Guimarães passou a fazer parte da equipe de roteiristas do diretor José Alvarenga Júnior, ao lado de Fernanda Young e Alexandre Machado. Essa equipe foi responsável pela criação das séries Os Aspones e Minha Nada Mole Vida, e do quadro O Super Sincero, no Fantástico.

Em 2000, Luiz Fernando, em conjunto com a Associação Niteroiense dos Deficientes Físicos (Andef), inaugurou em Niterói uma oficina teatral que leva seu nome. O projeto, do qual o ator participa diretamente, visa promover a inclusão social e elevar a autoestima de pessoas portadoras de deficiências físicas. No teatro, participou do espetáculo Fica Comigo Esta Noite, dirigido por Jorge Fernando, onde atuou ao lado de Débora Bloch. Depois, novamente com Regina Casé, criou o monólogo Castiçais, o que lhe rendeu um par de anos viajando pelo Brasil. Atuou também na superprodução 5xComédia, dirigida por Hamilton Vaz, também dos tempos de Asdrúbal Trouxe o Trombone. Esta peça, estreada em 1993, ficou sete anos em cartaz, e, em 2000, se tornou o primeiro espetáculo teatral a ocupar as dependências do Canecão, tradicional casa de shows do Rio de Janeiro. Em 2003, foi convidado para dublar o personagem Rutt, um dos alces no filme de animação da Disney, Irmão Urso.

Em 2004, ganhou o Prêmio Qualidade Brasil como melhor ator teatral no gênero comédia por sua atuação em O Caso da Rua ao Lado. Este prêmio é conferido mediante votação de artistas e críticos. Já gravou vários comerciais para a televisão. Aqui também seu talento cômico sobressai e esses comerciais têm a qualidade dos melhores quadros humorísticos. Foi o primeiro homem convidado a participar da campanha para prevenção do câncer de mama veiculada pela televisão. Em 2011 interpretou o vilão Nicolau, que era amante da ardilosa Duquesa Úrsula (Débora Bloch), na novela Cordel Encantado.[2][3]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Luís Fernando Guimarães é homossexual, embora tenha declarado sua sexualidade pela primeira vez apenas em 2015 durante entrevista ao jornal Extra, contando que é casado com Adriano Medeiros desde 2004: "Nunca falei sobre isso porque não quero levantar bandeirinha".[4]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Nota
1972 Uma Rosa com Amor Colibri
1984 Plunct, Plact, Zuuum... 2 Pai de Marinela Especial de final de ano
1984 Vereda Tropical Argemiro Mistieri (Miro)
1985 De Quina pra Lua Presidente da empresa Episódio: "21 de outubro de 1985"
1986 Cambalacho João Pedro / Jean Pierre
1988–90 TV Pirata Reginaldo / Eliakim Araújo / Tenente O'Hara Temporadas 1–3
1992 Programa Legal Apresentador
1994 Programa de Auditório Ed Mort
1995 Decadência Pedro Jorge Tavares Branco (PJ)
1995–97 Brasil Legal Repórter
1995–97 Comédia da Vida Privada Davi
1998–99 Vida ao Vivo Show Apresentador / Vários persoangens
2000 Você Decide Luís Episódio: "Oscar Matriz e Filial"
2000 Brava Gente Gamela Episódio: "A Moda do Chifre"
2000 Uga-Uga Varella
2001–03 Os Normais Rui Oliveira
2004 Sitcom.br Roger Episódio: "Às Suas Ordens"
2006 O Super Sincero Salgado Franco
2006–07 Minha Nada Mole Vida Jorge Horácio
2008 Dicas de um Sedutor Santiago
2011 Cordel Encantado Nicolau Brüguel
2012 A Grande Família Fontes Temporada 12
2013–14 Divertics Vários Personagens
2015 Acredita na Peruca Maria Eleonora Medeiros de Alcântara[5]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Obra Personagem Observações
1976 O Ibraim do Subúrbio
1978 Tudo Bem José Roberto
1979 Teu Tua
1980 Os Sete Gatinhos Carlão
1981 Engraçadinha Sílvio
1982 Rio Babilônia Não creditado
1983 Bar Esperança Tuca
1985 Areias Escaldantes
1985 Brás Cubas Brás Cubas
1986 O Grande Mentecapto Capitão Batatinhas
1988 Dedé Mamata Cumpade
1997 O Que É Isso, Companheiro? Marcão (Franklin Martins)
2003 O Poço
2003 Os Normais - O Filme Rui
2003 Irmão Urso Rutt dublagem
2009 Os Normais 2 - A Noite mais Maluca de Todas Rui
2013 Se Puder... Dirija! João

Referências

  1. «Conheça Maria Eleonora, personagem de Luiz Fernando Guimarães em "Acredita na Peruca"». Multishow. 5 de março de 2015. Consultado em 16 de abril de 2015 
  2. O Globo (05 de maio de 2015). «'Tem vezes que me olho e me sinto uma velha índia', diz Luiz Fernando Guimarães sobre cabeleireira em 'Acredita na peruca'». Revista da TV. Consultado em 06 de maio de 2015  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  3. Vitor Moreno (22 de janeiro de 2015). «Luis Fernando Guimarães será dona de salão falida em novo humorístico». F5 - televisão. Outro Canal. Consultado em 06 de maio de 2015  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  4. Luiz Fernando Guimarães fala sobre sua sexualidade
  5. Giselle de Almeida (04 de maio de 2015). «Após má fase em "Divertics", Luiz Fernando Guimarães estreia na TV paga». UOL Televisão. Consultado em 06 de maio de 2015  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Luiz Fernando Guimarães