Wagner Moura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wagner Moura
Nome completo Wagner Maniçoba de Moura
Nascimento 27 de junho de 1976 (41 anos)
Salvador, BA
Nacionalidade brasileiro
Ocupação Ator (1996-presente)
Músico (1992-presente)
Diretor (2011-presente)
Cônjuge Sandra Delgado (2001-presente)[1]
Outros prêmios
Cine Ceará
As Três Marias (2002) - Melhor Ator
Grande Prêmio Cinema Brasil
Tropa de Elite (2008) - Melhor Ator
Festival do Rio
Vip's (2010)
Prêmio Tudo de Bom
Paraíso Tropical (2007) - Melhor Ator
Prêmio Qualidade Brasil
Paraíso Tropical (2007) - Melhor Ator
Prêmio Quem de Televisão
Paraíso Tropical (2007) - Melhor Ator
Prêmio Extra de Televisão
Paraíso Tropical (2007) - Melhor Ator
Melhores do Ano
Paraíso Tropical (2007) - Melhor Ator
Prêmio Faz Diferença
Paraíso Tropical (2008) - Melhor Ator
Troféu APCA
Paraíso Tropical (2008) - Melhor Ator
Troféu Imprensa
Paraíso Tropical (2008) - Melhor Ator
Troféu Internet
Paraíso Tropical (2008) - Melhor Ator
Prêmio Contigo
Paraíso Tropical (2008) - Melhor Ator
Prêmio Contigo
Paraíso Tropical (2008) - Melhor Par
Indicações
Globo de Ouro
Melhor Ator em Série Drámatica
Narcos (2016)
IMDb: (inglês)

Wagner Maniçoba de Moura (Salvador, 27 de junho de 1976) é um jornalista, diretor, músico e ator brasileiro. Considerado pela crítica um dos protagonistas do atual cinema brasileiro.[2][3][4] É reconhecido internacionalmente pelo papel de Pablo Escobar na serie de TV Narcos.

Começou fazendo teatro em Salvador, onde trabalhou com diretores consagrados, a exemplo de Fernando Guerreiro e Celso Júnior, e logo teve algumas participações em filmes. Em 2003, estrelou em Deus é Brasileiro e O Caminho das Nuvens, além de ter tido papel de destaque em Carandiru, o que o propulsionou para o cenário principal do cinema brasileiro. Seguiu estrelando em longas-metragens nacionais, incluindo os sucessos de bilheteria Tropa de Elite e Tropa de Elite 2, com o famoso personagem Capitão/Coronel Nascimento. Em 2007 foi o antagonista da novela Paraíso Tropical, sendo elogiado por sua atuação tanto pelo público quanto pela crítica.

Em 2012 foi eleito pelo site americano IMDb o 33° melhor ator de todos os tempos, ficando a frente de grandes nomes de Hollywood.[5]

Em 2013, se tornou o primeiro ator oriundo da região Nordeste a fazer um papel de destaque na indústria cinematográfica de Hollywood, no longa metragem Elysium, contracenando com Matt Damon e Jodie Foster.[6][7] O filme marcou a estreia internacional do ator brasileiro, que por esse trabalho recebeu elogios dos críticos nacionais e internacionais.[8][9][10] Em 2015, passou a estrelar na série internacional Narcos, interpretando o narco-traficante Pablo Escobar, papel pelo qual foi indicado a diversos prêmios, incluindo o Globo de Ouro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Salvador, mas foi criado em Rodelas, a 460 km da capital. Essa época de sua vida foi fundamental, a infância foi muito ligada a natureza, ao local onde cresceu.[11]

Como José Moura, seu pai, era militar, a família, constituída ainda da mãe, Alderiva, e da irmã mais nova Lediane habituou-se a mudar de cidade e até mesmo de estado, indo para o Rio de Janeiro certa vez.

Sua relação com o teatro se deu graças a uma menina esquisita como ele para a maioria dos colegas da escola. Iniciou teatro no Colégio Mendel no grupo formado pela professora Cristina Rodrigues, chamado Grupo Pasmem. Na Casa Via Magia passaria a estabelecer maior relação com a carreira que não tinha pretensão de seguir na época, tomando gosto pelo jornalismo, tendo se formado na profissão na Universidade Federal da Bahia. No início da carreira chegou a ser repórter de um programa de TV, o Michele Marie Entrevista, na TV Bahia (afiliada da Rede Globo), onde conversava com várias celebridades.[12]

Investiu na carreira de ator quando seguiu com a peça A Máquina para o Rio de Janeiro junto com seus amigos Lázaro Ramos e Vladimir Brichta.

No cinema, começou com os curtas Pop Killer, de Victor Mascarenhas, e Rádio Gogó, de José Araripe Jr. Seu primeiro longa foi Sabor da Paixão (Woman on Top), da venezuelana Fina Torres, no qual fazia uma pequena participação.

Com a abertura do cinema brasileiro para novas caras, foi possível marcar presença em várias fitas nacionais, tais como Abril Despedaçado, de Walter Salles; As Três Marias, de Aluizio Abranches; Deus é Brasileiro, de Cacá Diegues; Nina, de Heitor Dhalia; O Homem do Ano, de José Henrique Fonseca; O Caminho das Nuvens, de Vicente Amorim.

Em Recife, filmava Deus é Brasileiro e lia o livro de Dráuzio Varella quando ficou sabendo dos testes para o filme Carandiru. Pediu para o encarregado do making of lhe ajudar a gravar uma fita que seria enviada para a produção, a qual ficou muito escura, e só possibilitava ouvir o ator lendo trechos do livro. Tempos depois Hector Babenco o chamaria para testes, que o fariam integrar o elenco como o presidiário, traficante e viciado em drogas Zico.[13]

Partiu para a televisão a convite de Antônio Fagundes que o chamou para a retomada do seriado Carga Pesada, no qual fez Pedrinho, o filho de Bino (Stênio Garcia). Em seguida veio o seriado Sexo Frágil, peça que após virar quadro do Fantástico seguia a trilha para substituir Os Normais nas noites de sexta-feira. Com cerca de vinte episódios, dirigido por João Falcão, criado por Luís Fernando Veríssimo e adaptado por Guel Arraes, teve apenas a primeira temporada lançada em DVD.[14][15]

A peça Dilúvio em Tempos de Seca ficou em cartaz no Rio de Janeiro, São Paulo e terminou sua temporada no Festival de Teatro de Curitiba no Teatro Guaíra para um público de mais de 4000 pessoas nos dois dias em que se apresentou. Com seu término o ator ficaria voltado para a televisão e o cinema. Texto de Marcelo Pedreira e direção de Aderbal Freire Filho, tinha Wagner como um escritor que utilizava uma modelo decadente, a atriz Giulia Gam, como musa inspiradora para um livro de amor, porém o casal entre tentativas de entendimento tinha ainda a presença da solidão.

Estreou em novelas no horário das sete com A Lua me Disse de Miguel Falabella, protagonizando o galã Gustavo, ao lado da vilã interpretado pela atriz Natália Lage de realidade contrastante com os demais personagens por ele interpretados até aí. Emendou em seguida à novela a minissérie JK, em que fazia o personagem-título quando jovem.[16][17]

Na televisão como no cinema fez várias participações, tendo estado em episódio de A Grande Família, do quadro "Fazendo História", do programa Cena Aberta na adaptação do livro de Clarice Lispector, A Hora da Estrela, no especial de final de ano Programa Novo e no quadro "Sitcom.br".

Casado com a jornalista e fotógrafa Sandra Delgado, tem três filhos: Bem, Salvador e José.[1][18] É torcedor do Esporte Clube Vitória e costuma ir aos jogos do time, principalmente no Rio de Janeiro, onde mora.[19][20][21]

Interpretando o vilão da novela das oito, de Gilberto Braga e Ricardo Linhares, Paraíso Tropical[22] e com a série de polêmicas do filme Tropa de Elite, e de sua atuação tanto como o empresário Olavo Novaes como com o policial do BOPE, Capitão Nascimento, tornou-se popular nos quatro cantos do país, reconhecido imensamente por público e crítica como um dos grandes nomes da sua geração de atores e escolhido pela Vogue o "Homem do Ano" em 2007.[23][24]

Estreou em 21 de junho de 2008 no Teatro FAAP a peça Hamlet, de William Shakespeare,[25] que, nas palavras do ator, era um sonho antigo. Tendo comprado uma tradução muito ruim numa feira de livros teria ficado encantado com a história, que não imaginava poder ser montada por sua grandeza. Depois de muito tempo sem pisar nos palcos, procurando o meio de retomar sua relação com o teatro convenceu-se de que Hamlet, enquanto peça, tinha sido escrita para ser feita, daí resolveu atuar e produzir, juntamente com o amigo Sérgio Martins, a mesma com elenco composto pelos atores Tonico Pereira, Felipe Koury, Caio Junqueira, Fábio Lago, os quais conheceu durante as filmagens de Tropa de Elite, Carla Ribas, Cláudio Mendes, Georgiana Góes, uma de suas primeiras amigas quando veio ao firmar-se no Rio e por quem tem grande admiração, Gillray Coutinho, e Marcelo Flores, dirigida por Aderbal Freire-Filho. Tendo o ator Claudio Mendes sido substituído pelo ator Candido Damm.

O processo teatral gravado por sua mulher, Sandra, para a formulação do documentário Além Hamlet, teve alguns minutos exibidos no canal Multishow.

Está em mais três curtas: Desejo, Ópera do Mallandro e Blackout, premiado no Festival de Gramado; nos filmes Ó Paí Ó, Saneamento Básico, o Filme, A Máquina e Romance que teve o lançamento adiado várias vezes, tendo enfim estreado no Festival do Rio.

O Destino de Miguel, dublagem do filme Shakespeare Apaixonado, começou como uma brincadeira entre amigos e acabou ganhando notoriedade tendo se popularizado na internet, o que ocasionou uma segunda versão, O Retorno de Miguel.

A retomada da banda que tinha em 1992, Sua Mãe, deu-se em 2008, se apresentando no programa da televisão a cabo Circo do Edgard e no Altas Horas, com a gravação do CD demo The Very Best of the Greatest Hits of Sua Mãe - demo vol. 1, uma página no MySpace, e alguns shows. Ao lado de Gabriel (arranjos, guitarra e vocal), Leco (bateria), Serjão Brito (baixo), Ede Marcus (guitarra base e vocal), Tangre Paranhos (teclados e vocal) e Claudinho David (violão, ritmo e vocal), todos amigos de longa data e conhecidos dos tempos de faculdade, Wagner é o vocalista.[26] A banda estreou em 2009 um site no Portal MTV e em maio de 2010 lançou o primeiro CD da banda, utilizando-se do mês do dia das mães para relacionar o mesmo, na tentativa de atingir maior vendagem.

Em maio de 2008, Wagner Moura publicou uma carta aberta mostrando indignação com o programa Pânico na TV.[27][28][29][30][31][32][33][34]

Notadamente assediado, recebe proposta para assinar contrato com emissoras de televisão, não se responsabilizando por preferir assinar apenas contratos por trabalhos que lhe interessem.[35][36] Wagner Moura é membro do Movimento Humanos Direitos.[37]

Integrantes vivos da banda Legião Urbana tocando um show tributo ao grupo em 2012 com Wagner como vocalista. Da esquerda para a direita: Marcelo Bonfá, Wagner e Dado Villa-Lobos. À direita deles e parcialmente cortado da foto está o baixista de apoio Rodrigo Favaro.

Em 2012, foi o vocalista convidado para o "MTV ao vivo Tributo à Legião Urbana" realizado no Espaço das Américas (SP) e transmitido ao vivo pela própria MTV. Wagner Moura não escondia a satisfação, pois o mesmo afirmou em várias entrevistas ser grande fã da banda.[38]

Em 2013, afirmou à revista Rolling Stone que não faria mais novelas e se dedicaria ao cinema.[39] Em 2014, voltou dizendo que não "descarta" fazer.[40]

O filme Elysium marcou sua estreia em Hollywood ao lado de Matt Damon, Jodie Foster e Alice Braga. O filme de ficção científica foi orçado em US$ 115 milhões. Na pele de Spider, ele dá uma missão a um antigo colega, Max (Damon), que para tentar se curar de um acidente de trabalho, acaba aceitando e entra em uma batalha para mudar o destino da humanidade.[8][41][42]

Como diretor, trabalhou no videoclipe da canção "Te Amo" do álbum Bicicletas, Bolos e Outras Alegrias, da cantora mato-grossesse Vanessa da Mata[43] e planeja o lançamento de um filme sobre Carlos Marighella, ex-deputado, poeta e guerrilheiro morto por agentes do regime militar em 1969.[44][45][46][47]

Em abril de 2015, Wagner foi confirmado para interpretar um dos "sete homens" do filme Sete Homens e um Destino, remake do clássico de faroeste de 1960 ao lado de nomes como Denzel Washington, Chris Pratt, Ethan Hawke, Vincent D'Onofrio, Haley Bennett e Luke Grimes, com previsão de estreia em 2017, mas teve de declinar do convite devido ás filmagens da série Narcos, da qual era protagonista.[48][48][49] Em agosto do mesmo ano estreou a série Narcos pela Netflix, na qual interpreta o traficante de drogas colombiano Pablo Escobar. Atuação elogiada pela crítica americana,[50] que lhe rendeu uma indicação ao Globo de Ouro 2016.[51] No geral, a série recebeu críticas satisfatórias, apesar de críticas ao sotaque espanhol do ator como o ponto negativo.[52][53][54][55]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Nota
2003 Sexo Frágil Edu / Magali
2003 Fantástico Quadro: "O Homem Objeto"
2003 Fazendo História Aldieres
2003 Cena Aberta Olímpico de Jesus Episódio: "A Hora da Estrela"
2003 Carga Pesada Pedrinho Episódio: "Carga Perecível"
2004 A Grande Família
2004 Programa Novo Magali
2005 A Lua Me Disse Gustavo Bogari
2006 Sitcom.br
2006 JK Juscelino Kubitschek Fase 1
2007 Paraíso Tropical Olavo Novaes
2009 Som & Fúria Ele mesmo Episódio: "Tempo de Espera"
2009 Casseta & Planeta, Urgente! Wagner Cenoura/ Wagner Ramos/ Wagner Loura Episódio: "12 de maio de 2009"
2013 A Menina Sem Qualidades Pai de Alex Episódio: "30 de maio de 2013"
2014 Fantástico Locutor Quadro: "Educação.doc"[56]
2015–16 Narcos Pablo Escobar[57]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Nota
1998 Pop Killer Curta-metragem
1999 Rádio Gogó Replay
2000 Sabor da Paixão Rafi
2001 Abril Despedaçado Matheus
2002 As Três Marias Jesuíno Cruz
2003 O Caminho das Nuvens Romão
2003 O Homem do Ano Suel
2003 Carandiru Zico
2003 Deus É Brasileiro Taoca
2004 Nina Cego Participação
2005 Cidade Baixa Naldinho
2005 Desejo Atanásio José Curta-metragem
2006 A Máquina Apresentador de TV
2007 Tropa de Elite Capitão Nascimento
2007 Ópera do Mallandro Professor Curta-metragem
2007 Saneamento Básico, o Filme Joaquim
2007 Ó Paí, Ó Boca
2008 Blackout Marcelo Curta-metragem
2008 Romance Pedro
2009 Mataram Irmã Dorothy Narrador Documentário
2010 Tropa de Elite 2 Coronel Nascimento
2010 VIPs Marcelo Nascimento
2011 O Homem do Futuro Cientista Zero
2013 A Busca Theo
2013 Serra Pelada Lindo Rico
2013 Elysium Spider
2014 Praia do Futuro Donato
2014 Trash - A Esperança Vem do Lixo José Angelo [59][60][61]

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
1996 A Casa de Eros
1996 Cuida bem de mim
1997 Abismo de rosas[62]
2000 A Máquina Antônio
2002 Os Solitários
2005 O que diz Molero
2008 Hamlet[63] Hamlet

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Cinema
Ano Categoria Premiação Trabalho Resultado Ref
2002 Melhor Ator Cine Ceará As Três Marias Venceu [64]
2003 Melhor Ator Prêmio Qualidade Brasil O Caminho das Nuvens Indicado
2004 Melhor Ator Coadjuvante
(com todo elenco de atores)
Festival Internacional de Cinema de Cartagena Carandiru Venceu [65][66]
Melhor Ator Festival Internacional de Cinema de Cartagena O Caminho das Nuvens Venceu [65]
Melhor Ator Troféu APCA Deus É Brasileiro Venceu [67][68]
2005 Melhor Ator Festival de Cinema Latino-americano de Huelva Cidade Baixa Venceu [69][70]
2006 Melhor Ator Prêmio Qualidade Brasil A Máquina Indicado
Melhor Ator Prêmio Contigo de Cinema Nacional Cidade Baixa Indicado [71][72]
2007 Melhor Ator Grande Prêmio Cinema Brasil Cidade Baixa Indicado
Melhor Ator Prêmio Qualidade Brasil Tropa de Elite Venceu [73]
2008 Melhor Ator Prêmio Contigo de Cinema Nacional Indicado
Melhor Ator Grande Prêmio Cinema Brasil Venceu
Melhor Ator Prêmio ACIE de Cinema Venceu [74][75]
Melhor Ator Festival SESC Melhores Filmes Venceu [76]
2009 Melhor Ator Grande Prêmio Cinema Brasil Romance Indicado
2010 Melhor Ator Festival do Rio VIPs Venceu [77]
2011 Melhor Ator Prêmio Contigo de Cinema Nacional Tropa de Elite 2 Indicado [78]
Melhor Ator Prêmio Contigo de Cinema Nacional Venceu (Júri popular) [78]
Melhor Ator Grande Prêmio Cinema Brasil Venceu
Melhor Ator Prêmio ACIE de Cinema Indicado [79][80]
Melhor Ator CinePort Venceu [81]
Melhor Ator Miami Brazilian Film Festival VIPs Venceu [82][83]
Melhor Ator Festival SESC Melhores Filmes Tropa de Elite 2 Venceu [84][85]
Melhor Ator Troféu APCA Venceu [86][87]
2012 Melhor Ator Grande Prêmio Cinema Brasil O Homem do Futuro Indicado [88]
Melhor Ator Grande Prêmio Cinema Brasil VIPs Indicado [88]
Melhor Ator Prêmio ACIE de Cinema VIPs Indicado [89][90]
Melhor Ator Prêmio Contigo de Cinema Nacional O Homem do Futuro Indicado
2013 Troféu Cidade de Gramado Festival de Gramado Venceu [91]
Melhor Ator Los Angeles Brazilian Film Festival A Busca Venceu [92]
2014 Melhor Ator Coadjuvante Grande Prêmio Cinema Brasil Serra Pelada Venceu [93]
Melhor Ator Grande Prêmio Cinema Brasil A Busca Indicado [94][95]
Ator Principal Prêmio Fiesp/Sesi-SP de Cinema A Busca Indicado [96][97]
Televisão
Ano Categoria Premiação Trabalho Resultado Ref
2005 Melhor Ator Prêmio Qualidade Brasil A Lua Me Disse Indicado
2006 Melhor Ator Prêmio Qualidade Brasil JK Indicado
2006 Melhor Ator Prêmio Contigo! de TV A Lua Me Disse Indicado
2007 Melhor Ator Prêmio Contigo! de TV JK Indicado [98]
2007 Melhor Ator Prêmio Tudo de Bom - jornal O Dia Paraíso Tropical Venceu
Melhor Ator Prêmio Qualidade Brasil [73]
Melhor Ator Prêmio Quem
Melhor Ator Prêmio Extra de Televisão - jornal Extra
Melhor Ator Melhores do Ano
2008 Revista da TV (com Camila Pitanga) Prêmio Faz Diferença - jornal O Globo
Melhor Ator (dividido com Marcelo Serrado) Troféu APCA [99]
Melhor Ator Troféu Imprensa
Melhor Ator Troféu Internet - SBT
Melhor Ator Prêmio Contigo! de TV
Melhor Par Romântico (com Camila Pitanga) Prêmio Contigo! de TV
2016 Melhor Ator em Série Dramática Prêmios Globo de Ouro Narcos Indicado [51]
Teatro
Ano Categoria Premiação Trabalho Resultado Ref
1997 Troféu Revelação Prêmio Braskem de Teatro Abismo de rosas Venceu [100]
2008 Melhor Ator Prêmio Qualidade Brasil Hamlet Venceu [101]
Melhor Ator Troféu APCA Indicado [102]
Melhor Ator Prêmio Contigo de Teatro Venceu [103]
2011 Conjunto da obra Prêmio Braskem de Teatro Venceu [100][104]

Referências

  1. a b «Wagner Moura completa 38 anos com papel desafiador no filme 'Praia do futuro'». Pure People. 27 junho 2014. Wagner Moura é casado com a fotógrafa Sandra Delgado há 13 anos 
  2. «Selton Mello x Wagner Moura: qual o rosto do cinema?». VEJA 
  3. «Wagner Moura é o mais novo queridinho do cinema nacional». Diário Catarinense 
  4. Thiago Calil. «Só deu ele! Wagner Moura estreia em Hollywood e rouba a cena nos cinemas em 2013». R7 
  5. «IMDb: Os 100 Melhores Atores de Todos Os Tempos - a list by samuelvieira28». IMDb. Consultado em 28 de novembro de 2016 
  6. Cintia Azuma (3 de outubro de 2013). «Atores brasileiros em hollywood». Guia da Semana. Consultado em 23 de dezembro de 2014 
  7. Willian Farias (28 de abril de 2014). «Do Brasil para o mundo, conheça 5 atores brasileiros que se consagraram em Hollywood». Trailer Todo Dia. Consultado em 23 de dezembro de 2014 
  8. a b Nayara Reynaud. «Wagner Moura rouba cena como coadjuvante em ficção científica "Elysium"». UOL 
  9. «Wagner Moura recebeu elogios por seu trabalho em 'Elysium', filme de Neil Blomkamp, na crítica do...». Pure People 
  10. «Imprensa norte-americana elogia estreia de Wagner Moura em Hollywood». Diário de Pernambuco. 11 de agosto de 2013. Consultado em 17 de setembro de 2013 
  11. Ao completar 22 anos, Roda Viva entrevista Wagner Moura
  12. Daniel Ribeiro (14 de agosto de 2014). «Relembre 10 famosos que fazem questão de esquecer o passado». Rd1. Consultado em 14 de março de 2015 
  13. «Em 2003, Wagner Moura viveu o presidiário, traficante e viciado em drogas Zico no longa Carandiru». Pure People. 27 de junho de 2013. Consultado em 17 de setembro de 2013 
  14. «Wagner Moura: ator para o público, policial para o filho». Revista Veja. Consultado em 17 de setembro de 2013 
  15. «Sexo Frágil». Memória Globo. Consultado em 17 de setembro de 2013 
  16. «A Lua me Disse». Memória Globo. Consultado em 17 de setembro de 2013 
  17. Carolina Marques (30 de dezembro de 2005). «Wagner Moura diz que não pode fazer um JK baixo-astral». UOL. Consultado em 17 de setembro de 2013 
  18. Marilia Alencar (13 de julho de 2012). «José, terceiro filho do ator Wagner Moura, nasceu no Rio de Janeiro». Conta Mais. Consultado em 12 de novembro de 2012 
  19. Vida pessoal iG.
  20. «Torcedor do Vitória, Wagner Moura é convidado a camarote no Maracanã». Portal Terra 
  21. «Lázaro Ramos e Wagner Moura assistem jogo do Vitória no Maracanã». Correio24horas 
  22. «O auge de Wagner Moura na novela 'Paraíso Tropical'». O Estado de S.Paulo. 26 de setembro de 2007. Consultado em 17 de setembro de 2013 
  23. «Wagner Moura é escolhido 'Homem Vogue do ano'». O Globo 
  24. «Wagner Moura ganha o título de homem do ano». EGO. 17 de dezembro de 2007 
  25. «Wagner Moura estréia a peça 'Hamlet' em São Paulo». Globo.com/EGO 
  26. «Ator Wagner Moura canta músicas bregas com a banda Sua Mãe em SP». G1 
  27. Em carta aberta, Wagner Moura mostra indignação com o "Pânico na TV"
  28. Carta de Wagner Moura criticando programa "Pânico" vira sucesso no Facebook
  29. A cartinha magoada do Wagner Moura
  30. Wagner Moura se irrita com “Pânico” e aproveita para analisar a profissão dos paparazzi, o jornalismo e a mediocridade humana
  31. Após polêmica com Wagner Moura, quadro do Pânico sai do ar
  32. Wagner Moura desabafa em texto de jornal carioca
  33. Atores compram briga de Wagner Moura com o Pânico
  34. André Forastieri. «O faniquito de Wagner Moura e o mico de Dado e Bonfá». R7 
  35. Eduardo Moscovis e Wagner Moura convidados para novela do SBT
  36. Mesmo com nova oferta da Globo, Wagner Moura se recusa a fazer novelas
  37. Humanosdireitos Página visitada em 03 de Junho de 2011.
  38. «"A Legião Urbana mudou minha vida", diz Wagner Moura». R7. 26 de maio de 2012 
  39. «Wagner Moura não vai mais fazer novelas e se dedica ao cinema». Pure People 
  40. «Wagner Moura fala sobre o desafio de viver um salva-vidas gay no filme 'Praia do futuro', com direito a cenas de sexo». Extra 
  41. Rodrigo Salem (10 de setembro de 2013). «Em seu 1º filme em Hollywood, Wagner Moura machuca o joelho e pega pneumonia». Folha de S.Paulo. Consultado em 17 de setembro de 2013 
  42. Luísa Pécora (11 de setembro 2013). «Wagner Moura sobre filme em Hollywood: "Só vou fazer outro quando achar legal"». iG. Consultado em 17 de setembro de 2013 
  43. «Wagner Moura estreia como diretor em clipe de Vanessa da Mata». G1. 21 de março de 2011. Consultado em 23 de dezembro de 2014 
  44. Marcelo Barreto. «Wagner Moura estreia como diretor em filme sobre Marighella». UOL 
  45. Rodrigo Fonseca. «Wagner Moura estreia como diretor em filme sobre Marighella». O Globo 
  46. Wagner Moura e Carlos Marighella - O2 Filmes
  47. Wagner Moura na O2 - O2 Filmes
  48. a b {{citar web |url=http://www.adorocinema.com/noticias/filmes/noticia-119579/ Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "adoronoticia" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  49. «Wagner Moura vai estrelar remake de 'Sete homens e um destino' em Hollywood». O Globo. 22 de abril de 2015. Consultado em 23 de abril de 2015 
  50. «Revista americana elege Wagner Moura um dos melhores atores do ano». VEJA.com. 17 de dezembro de 2015. Consultado em 10 de janeiro de 2016 
  51. a b Globo de Ouro 2016: Lady Gaga, Wagner Moura e filme “Carol” estão entre os indicados, acessado em 10 de dezembro de 2015
  52. Cesar Soto (28 de agosto de 2015). «'Narcos': série de Wagner Moura no Netflix é boa, mas não vicia». Pop & Arte. G1 
  53. Carolina Braga (6 de setembro de 2015). «Wagner Moura ganha elogios em 'Narcos', mas sotaque colombiano não convence». Divirta-se. Uai 
  54. «Claro que meu espanhol não é igual ao de um nativo, diz Wagner Moura sobre 'Narcos'». Ilustrada. Folha de S.Paulo. 6 de setembro de 2015 
  55. Gustavo Foster (2 de setembro de 2015). «Colombianos opinam sobre "Narcos": "Grande seriado, mas não funciona aqui"». Zero Hora 
  56. «Wagner Moura é o locutor de nova série do Fantástico». Ofuxico. 15 de março de 2014 
  57. Clara Passití (1 de abril de 2014). «Série da Netflix com Wagner Moura como Escobar estreia em 2015». Patrícia Kogut. O Globo 
  58. Elysium | Wagner Moura será o vilão do novo filme do diretor de Distrito 9
  59. André Miranda (09 de outubro de 2014). «Astros do cinema brasileiro, Wagner Moura e Selton Mello têm no filme 'Trash' seu primeiro encontro nas telas». O Globo. Consultado em 09 de outubro de 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  60. Natália Engler (08 de outubro de 2014). «Em cena com Wagner Moura, Selton Mello diz que voltou a ter tesão em atuar». UOL Cinema. Consultado em 09 de outubro de 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  61. Danilo Perelló (09 de outubro de 2014). «Wagner Moura e Selton Melo atuam juntos em 'Trash', que estreia nesta quinta». Extra. Consultado em 09 de outubro de 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  62. «Leituras Musicadas: "Quem Não Ama Não Mata – Abismo de Rosas"». Aliança Francesa de Salvador 
  63. «Wagner Moura ensaia 'Hamlet' para estrear em São Paulo». Terra. 15 de junho de 2008. Consultado em 3 de junho de 2009 
  64. «CINE CEARÁ 2002: confira a lista dos vencedores». Cineclick. 28 de junho de 2002 
  65. a b «Carandiru é o Melhor Filme em Cartagena». Cineclick. 8 de março de 2004 
  66. «"Carandiru" ganha prêmio de melhor filme no Festival de Cartagena». UOL. 5 de março de 2004 
  67. «Confira todos os ganhadores do Prêmio APCA 2003». Terra. 16 de dezembro de 2003 
  68. «APCA elege os melhores de 2003». O Estado de S. Paulo. 17 de dezembro de 2003 
  69. «Huelva Latin American Film Festival». Cineteka 
  70. «"Cidade Baixa" vence festival de Huelva». Folha de S.Paulo. 28 de novembro de 2005 
  71. «'Casa de Areia' lidera indicações ao Prêmio Contigo! de Cinema». O Globo. 2 de agosto de 2006 
  72. Giovani Lettiere (8 de agosto de 2006). «A lista dos vencedores do Prêmio Contigo! de Cinema». O Globo 
  73. a b «Confira os INDICADOS e GANHADORES do PRÊMIO QUALIDADE BRASIL 2007». Prêmio Arte Qualidade Brasil 
  74. «Confira os indicados ao Prêmio ACIE de Cinema». Adoro Cinema. 3 de abril de 2008 
  75. «Vencedores do Prêmio ACIE de Cinema». Luz & Cena. 14 de maio de 2008 
  76. «'Tropa de Elite' é o grande vencedor do Festival Sesc». O Estado de S.Paulo. 09 de abril de 2008  Verifique data em: |data= (ajuda)
  77. «Veja a lista de vencedores do Festival do Rio 2010». G1 
  78. a b «Veja a lista dos vencedores do 6º Prêmio Contigo! de Cinema Nacional». G1. 12 de setembro de 2011 
  79. Sidney Rezende (9 de maio de 2011). «'Tropa de elite 2' lidera indicações ao Prêmio ACIE de Cinema». SRZD 
  80. «Prêmio ACIE de Cinema consagra "O Palhaço" e "Elvis & Madona"». 08 maio 2012  Verifique data em: |data= (ajuda)
  81. «'Tropa de Elite 2' leva quatro prêmios no Cineport; veja outros ganhadores». G1. 26 de setembro de 2011 
  82. Gilvan de Sergipe (29 de agosto de 2011). «15th Brazilian Film Festival/Miami celebra o cinema nacional». BrazilianTimes 
  83. 15th Brazilian Film Festival of Miami
  84. «Vencedores do "Festival SESC melhores Filmes 2011"». vitruvius. 11 de abril de 2011 
  85. «"Tropa de Elite 2" é grande vencedor de festival do Sesc SP». iG. 7 de abril de 2011 
  86. «APCA elege os melhores de 2010». O Estado de S.Paulo. 14 de dezembro de 2010 
  87. «Wagner Moura recebe prêmio APCA por "Tropa de Elite 2"». Quem. 30 de março de 2011 
  88. a b «Veja os vencedores do 11º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro». G1 
  89. Willy Schumann (16 de abril de 2012). «ACIE divulga lista de indicados a seu Prêmio de Cinema de 2012». Paraná-Online 
  90. «Prêmio Acie 'O Palhaço' é eleito o melhor filme nacional de 2011 por correspondentes internacionais». Globo Filmes. 8 de maio de 2012 
  91. «Homenageado em Gramado, Wagner Moura dedica prêmio a filhos de Amarildo». Folha de S.Paulo 
  92. Thulio Falcão (8 de outubro de 2013). «Wagner Moura é premiado por "A Busca"». Folha-PE 
  93. «Veja os vencedores do 13º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro». G1 
  94. Francisco Russo (4 de agosto de 2014). «Confira os indicados ao Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2014!». Adoro Cinema 
  95. Fabiano Ristow (26 de agosto de 2014). «Grande Prêmio do Cinema Brasileiro consagra 'Faroeste caboclo'». O Globo 
  96. A BUSCA INDICADO AO PRÊMIO 10º FIESP/SESI-SP O2 Filmes.
  97. Conheça os vencedores do 10° Prêmio Fiesp/Sesi-SP de Cinema FIESP.
  98. «Prêmio Contigo!: Páginas recebe 24 indicações». Estrelando. 11 de Abril de 2007 
  99. «Em cerimônia arrastada, APCA entrega prêmio aos melhores de 2007». BOL. 6 de maio de 2008 
  100. a b «Wagner Moura receberá homenagem do Prêmio Braskem de Teatro». Rádio Sociedade da Bahia. 7 de abril de 2011 
  101. «Wagner Moura e Selton Mello vencem prêmio qualidade Brasil 2008». Jornal do Brasil 
  102. «APCA divulga seleção com os melhores artistas de 2008». O Estado de S.Paulo. 9 de dezembro de 2008 
  103. «Confira os vencedores do Prêmio Contigo! de Teatro». Jornal do Brasil 
  104. Emília Oliveira (15 de abril de 2011). «Wagner Moura emociona público de premiação ao receber homenagem em Salvador». iBahia 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Wagner Moura