A Máquina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A máquina
 Brasil
2006 •  cor •  90 min 
Direção João Falcão
Coprodução Miravista Pictures

Globo Filmes

Roteiro Adriana Falcão
João Falcão
Elenco Paulo Autran
Gustavo Falcão
Mariana Ximenes
Género romance / fantasia
Distribuição Buena Vista International
Lançamento 24 de março de 2006[1]
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

A máquina é um filme brasileiro de 2006, dirigido por João Falcão, e baseado em livro de Adriana Falcão e em peça teatral do próprio diretor.

O enredo é todo alegórico e fantasioso e faz críticas aos formatos dos filmes de cinema. A história toda é narrada pelo personagem do Paulo Autran. O roteiro é baseado em livro de Adriana Falcão e em peça teatral de João Falcão. O filme foi produzido por Diler Trindade; a trilha sonora tem canções de DJ Dolores, Chico Buarque e Robertinho do Recife; a fotografia é de Walter Carvalho; o desenho de produção é de Marcus Figueiroa; a direção de arte é de Marcos Pedroso; os figurinos são de Kika Lopes; e a edição é de Natara Ney.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A trama gira em volta de um rapaz chamado Antônio, que mora em uma cidade chamada Nordestina, que é muito pequena e nem existe no mapa. Os habitantes de Nordestina aos poucos vão, um a um, deixando a cidade em busca do "mundo".

Em determinado momento, Karina, por quem Antônio é completamente apaixonado, decide ir para o mundo em busca do seu sonho de ser atriz. Em uma tentativa de impedi-la, Antônio promete trazer o mundo à sua amada.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «"A Máquina", com Mariana Ximenes, acerta ao misturar ficção e romance». Uol Cinema. 23 de março de 2006. Consultado em 22 de setembro de 2016 
Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o


Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.