Correio (jornal)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Jornal Correio)
CORREIO (Correio*)
Logo of Brazilian newspaper Correio (Bahia).jpg
Correio 29072014.jpg
Capa da edição de 29 de julho de 2014.
Empresa Baiana de Jornalismo S.A.
Periodicidade Diário
Formato berliner
Sede Bandeira de Salvador.svg Salvador, BA
Rua Professor Aristides Novis, 123 - Federação
País  Brasil
Preço R$ 1,00 (R$ 1,50 aos domingos)
Assinatura Opcional
Slogan O que a Bahia quer saber
Só podia ser líder
Fundação 20 de dezembro de 1978 (43 anos)
Fundador(es) Antônio Carlos Magalhães
Presidente Paulo Cesena
Pertence a Rede Bahia
Diretor Maíra Azevedo
Renata Magalhães
Editor-chefe Linda Bezerra
Idioma Português
Circulação 35 497 (média, versão impressa, 2015)[1]
Página oficial www.correio24horas.com.br

Correio[nota 1] (antigo Correio da Bahia, embora ainda seja chamado assim, eventualmente)[3] é um jornal diário que circula no estado brasileiro da Bahia. O Correio faz parte da Rede Bahia, conglomerado de mídia baiano. No meio digital, o jornal conta com o portal Correio 24 Horas, uma plataforma de acesso gratuito composta por blogues e postagens de colunistas, matérias e reportagens, na mesma linha editorial da versão impressa do jornal.

História[editar | editar código-fonte]

O Correio da Bahia foi fundado em 20 de dezembro de 1978 por Antônio Carlos Magalhães,[4] tendo como primeiro editor-chefe Sérgio Tonielo, e começou a circular em 15 de janeiro de 1979.[5] Antes da criação do jornal, ACM havia tentado, junto a outro grupo, comprar o Jornal da Bahia, sem sucesso.[6]

Em 7 de maio de 2000, o jornal passou a circular também nos domingos e estreou os cadernos Repórter, Bazar e Trabalho.[7] Em julho de 2006, o Correio da Bahia mudou de sua antiga sede na Avenida Paralela, indo para o atual endereço na Federação, onde já estavam instalados outros veículos da Rede Bahia.[5] Dois anos depois, em julho de 2008, o jornal estreou uma nova redação multimídia,[8] e 1 mês depois, sofreu reformulações gráficas.[9]

Segundo auditoria do Índice Verificador de Circulação (IVC) divulgada pela Associação Nacional de Jornais (ANJ), no mês de setembro de 2010, o Correio ultrapassou o jornal A Tarde, que ocupava a liderança há décadas.[10] Em 2012, tinha uma média de 62 070 exemplares vendidos, tornando-se o maior jornal da região Nordeste e o 16º maior do Brasil em circulação.[11]

Em 2015, o jornal ganhou o Prêmio OAB de jornalismo na categoria "imprensa escrita" com a reportagem "Onde está meu filho?", sobre o caso Geovane.[12] Em novembro de 2019, o jornal lançou uma série de reportagens sobre os problemas financeiros do metrô, feita em parceria com os jornais O Povo (de Fortaleza) e Jornal do Commercio (de Recife).[13]

Cadernos[editar | editar código-fonte]

  • 24 Horas
  • Mais
  • Vida
  • Bazar
  • Guia
  • Esporte
  • Saúde
  • Autos
  • Classificados AcheAqui
  • AcheAqui Empregos

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Prêmio Vladimir Herzog
Menção Honrosa do Prêmio Vladimir Herzog por Internet
Ano Obra Veículo de mídia Autor Resultado
2016 "O Silêncio das Inocentes" Correio – Salvador/BA Juan Torres (Juan José Torres Gilardi) Venceu[14]
Outros
  • 2008: Venceu o Prêmio AMB de Jornalismo com as reportagens sobre a Operação Jânus, dos jornalistas Flávio Costa e Marcelo Brandão.[15]
  • 2009: Venceu o Prêmio Imprensa Embratel na categoria "fotografia" com a imagem "Ladrão em Fuga", de Adenilson Nunes.[16]
  • 2011: Venceu o Prêmio Dom Helder Câmara de Imprensa, da CNBB, com a série de reportagens "Além do Hábito", sobre a vida da então beata Irmã Dulce, feita pelos jornalistas Alexandre Lyrio, Jorge Gauthier e Victor Uchôa.[17]
  • 2020: Venceu o The Most Engaging Stories of 2019 (As Histórias Mais Envolventes de 2019) do estudo da ChartBeat, concedido as jornalistas Fernanda Varela e Naiana Ribeiro.[18]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Também é estilizado como CORREIO, Correio* ou CORREIO*.[2]

Referências

  1. «Os maiores jornais do Brasil de circulação paga, por ano». ANJ. Consultado em 9 de março de 2018. Arquivado do original em 19 de maio de 2018 
  2. Associação Nacional de Jornais. CORREIO* (SALVADOR/BA), acesso em 25 de janeiro de 2013.
  3. Coutinho, Flávio (31 de janeiro de 2011). «Correio da Bahia». Cultura Mix. Consultado em 25 de janeiro de 2013 
  4. Guimarães, Gabriel (2009). «QUEBRA-QUEBRA DOS ÔNIBUS NOS JORNAIS IMPRESSOS DE SALVADOR: A polarização do jornalismo a partir da cobertura de manifestação popular durante período de transição política» (PDF). Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Consultado em 21 de março de 2021 
  5. a b Lyrio, Alexandre; Lima, Fernanda (15 de janeiro de 2019). «CORREIO está perto dos fatos desde 1979; conheça a história». Correio 24 Horas. Consultado em 21 de março de 2021 
  6. Novais Sampaio, Consuelo. «CORREIO DA BAHIA». Fundação Getulio Vargas. Consultado em 22 de março de 2021 
  7. «Marcos - Correio». Rede Bahia. Consultado em 22 de março de 2021 
  8. Firmino, Fernando (31 de julho de 2008). «Nova redação multimídia do Correio da Bahia». Grupo JOL. Consultado em 21 de março de 2021 
  9. Firmino, Fernando (24 de agosto de 2008). «Novo projeto do Correio da Bahia». Grupo JOL. Consultado em 21 de março de 2021 
  10. «Correio* lidera circulação no estado da Bahia, segundo IVC». Associação Nacional de Jornais. Fevereiro de 2011. Consultado em 17 de outubro de 2019. Arquivado do original em 23 de setembro de 2013 
  11. «CORREIO fecha o ano como jornal líder do Nordeste». Correio 24 Horas. 25 de janeiro de 2013. Consultado em 21 de março de 2021. Arquivado do original em 10 de março de 2018 
  12. «Divulgados vencedores do Prêmio OAB de Jornalismo Barbosa Lima Sobrinho». Jusbrasil. OAB - Bahia. 2015. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  13. Roberta Soares (4 de novembro de 2019). «Série de reportagens Metrôs – Uma conta que não fecha». Jornal do Commércio. Consultado em 6 de novembro de 2019 
  14. VH Julio (7 de outubro de 2016). «Vencedores do 38º Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos». Vladimir Herzog. Consultado em 28 de março de 2020. Cópia arquivada em 29 de março de 2020 
  15. «Série de Reportagens do CORREIO ganha Prêmio AMB de Jornalismo». Correio 24 Horas. 12 de dezembro de 2008. Consultado em 22 de março de 2021 
  16. «CORREIO vence Prêmio Imprensa Embratel 2009». Correio 24 Horas. 12 de novembro de 2009. Consultado em 22 de março de 2021 
  17. «Série de reportagens do CORREIO é premiada no Rio de Janeiro». Correio 24 Horas. 22 de julho de 2011. Consultado em 22 de março de 2021 
  18. «CORREIO recebe prêmio internacional por 65ª matéria mais lida do mundo». Correio 24 Horas. 2 de março de 2020. Consultado em 16 de março de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]