Antônio Carlos Magalhães Júnior

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antônio Carlos Júnior
Antônio Carlos Júnior
Senador da Bahia Bahia
Período 2°- 7 de agosto de 2007
até 1 de fevereiro de 2011
1°- 31 de maio de 2001
até 1 de fevereiro de 2003
Vida
Nascimento 24 de setembro de 1952 (64 anos)
Salvador, Bahia Bahia
Dados pessoais
Progenitores Mãe: Arlete Magalhães
Pai: Antônio Carlos Magalhães
Esposa Maria do Rosário Vianna de Magalhães
Filhos Antônio Carlos Magalhães Neto
Partido DEM
Profissão Administrador de empresas
linkWP:PPO#Brasil

Antônio Carlos Peixoto de Magalhães Júnior (Salvador, 24 de setembro de 1952)[1] é um empresário brasileiro.

Conhecido como ACM Júnior ou Antônio Carlos Júnior, é formado em Administração pela UFBA, da qual se tornou professor[2], e dirige a Rede Bahia, de propriedade da família Magalhães.

Como professor da Escola de Administração da UFBA, Antônio Carlos Magalhães Junior leciona as disciplinas como Administração Financeira II e Seminários sobre temas de Administração em Finanças, entre outras para os cursos de especialização e mestrado.

Com a renúncia de seu pai, o senador Antônio Carlos Magalhães, assumiu a sua vaga no Senado, completando o mandato, de 31 de maio de 2001 a 1 de fevereiro de 2003.

Novamente como suplente de ACM, reeleito senador em 2002, assumiu definitivamente sua vaga[3], desta vez aberta por falecimento do titular, em 7 de agosto de 2007.

Seu filho, Antônio Carlos Magalhães Neto, ACM Neto, foi eleito prefeito de Salvador em 2012 e tomou posse em 2013.

E se reelegeu em 02.10.2016 sendo o segundo prefeito mais votado do Brasil com 73,9% dos votos

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]