Eduardo Moscovis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Eduardo Moscovis
Eduardo em 2020.
Nome completo Carlos Eduardo de Andrade
Outros nomes Du Moscovis
Nascimento 8 de junho de 1968 (53 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileiro
Estatura 1,84m
Ocupação
Período de atividade 1985-presente
Principais trabalhos
Prêmios Lista

Eduardo Moscovis, nome artístico de Carlos Eduardo de Andrade (Rio de Janeiro, 8 de junho de 1968), é um ator e dublador brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Estudou Administração de Empresas na Universidade Santa Úrsula, mas deixou a faculdade antes de concluir. Após assistir a uma aula de teatro na Casa de Ensaio do Humaitá, convidado por uma amiga, encantou-se por aquilo que viu e se matriculou no curso. Depois, inscreveu-se também em aulas de teatro no Tablado e na Casa de Artes de Laranjeiras. A partir de então, passou a integrar o elenco de diversas montagens teatrais e, foi devido ao seu bom desempenho, que acabou entrando para a Rede Globo. O diretor Emílio Di Biasi o viu atuando na peça O Ateneu e o convidou para participar da oficina de atores da emissora. A primeira vez que apareceu na TV foi como figurante na novela Top Model de 1990. Apenas aparecia como vendedor na loja Covery, do personagem Alex Kundera do ator Cecil Thire.

Após um teste com o diretor Luiz Fernando Carvalho, conseguiu o papel do Cigano Tibor na novela Pedra sobre Pedra, de 1992. No ano seguinte, atuou no remake de Mulheres de Areia, como Tito. Em 1994, foi chamado as pressas para substituir o ator Maurício Mattar e viveu seu primeiro protagonista em televisão, o apaixonado Delfino Montiel da minissérie A Madona de Cedro.

Posterior a esse trabalho, transferiu-se para o SBT, para protagonizar a novela As Pupilas do Senhor Reitor, ao lado da atriz Débora Bloch. A trama foi o único trabalho dos atores fora da Globo, tendo sido um grande sucesso de audiência, graças ao capricho e a bela releitura que o SBT deu ao romance de Julio Diniz.

Em 1996, retornou à Rede Globo, para participar da novela Anjo de Mim, como Wagner. Mas foi com a novela Por Amor, que Eduardo conseguiu o seu personagem de maior destaque até então, o piloto Nando. O romance com Milena, de Carolina Ferraz, conquistou o telespectador, que adorava as cenas de amor protagonizadas pelo casal. Além disso, a trama de Nando envolvia o personagem Orestes, de Paulo José, vítima do alcoolismo, seu padrasto na história, responsável por cenas de muito impacto na novela. Pela sua atuação foi muito elogiado, obtendo com esse trabalho mais mídia e reconhecimento. Seus trabalhos a seguir seriam somente de suma importância em produções da emissora.

Em 1998, renovou seu contrato com a Globo, quando protagonizou o remake de Pecado Capital, como o ambicioso Carlão Moreno. Repetindo o que acontecera em Por Amor, mais uma vez fez par romântico com Carolina Ferraz.

Em 2000, o ator viveu mais um bom momento de sua carreira ao encarnar Julião Petruchio, o protagonista da novela O Cravo e a Rosa. Com esse trabalho, Eduardo pôde mostrar sua veia cômica atuando como par da atriz Adriana Esteves.

Dois anos mais tarde, em 2002, veio o jornalista Chico Maia da novela Desejos de Mulher. Na história, Chico era apaixonado por Júlia, Glória Pires, com quem o ator já havia trabalhado no início da carreira, em Mulheres de Areia.

Em 2004, foi presenteado com o seu primeiro vilão, na novela Senhora do Destino, quando deu vida ao político corrupto Reginaldo. O final do seu personagem causou bastante polêmica na mídia, uma vez que Reginaldo morreu apedrejado após ser desmascarado pela mãe Maria do Carmo (Susana Vieira) em um comício. Em seguida, fez sua última atuação em novelas ao participar do grande sucesso do horário das seis, Alma Gêmea, na pele do romântico Rafael. Diferentemente das outras histórias, nessa o casal protagonista acaba morrendo no último capítulo.

Desde então, esteve bastante afastado da televisão, limitando-se somente a participações especiais em seriados e, dedicando-se ao teatro e cinema. O mesmo chegou a ser convidado para participar de uma série de produções, entre elas O Profeta, Paraíso Tropical, Duas Caras, Negócio da China, Tempos Modernos e Uma Rosa Com Amor, mas recusou todos os convites, alegando a necessidade de dar um novo rumo a carreira.

Em 2012 voltou à televisão na sitcom Louco por Elas, como Léo, um homem que vive cercado de mulheres. Eduardo passa a explorar seu lado humorístico, e desponta no seriado, ao lado de Deborah Secco e Glória Menezes. O seriado teve seu último episódio transmitido em 18 de junho de 2013 após três temporadas de boa audiência.

O ator em 2015, no set de Pequeno Dicionário Amoroso 2.

Em 2014 volta à TV na série do GNT, Questão de Família, no papel de Pedro Fernandes, um juiz da vara de família que tenta lidar com seu passado.[1][2][3][4][5]

No teatro, além de despontar como ator, também produziu os espetáculos Norma 2002, Tartufo 2003, Por Uma Vida Um Pouco Menos Ordinária 2007 e O Livro 2012.

Após 10 anos, afastado das novelas desde Alma Gêmea (2005), Du Moscovis volta em A Regra do Jogo novela das 21 horas, substituta de Babilônia. Na pele de Orlando, tipo bem duas caras, o  grande vilão da trama de João Emanuel Carneiro e tem direção de núcleo de Amora Mautner.[6][7]

Em 2018, entra para o elenco da novela O Sétimo Guardião, interpretando o gato humano León.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

É filho de Sevasti e Wernor de Andrade. Foi casado com Roberta Richard entre 1995 e 2002, com quem tem duas filhas: Gabriela, nascida em 1999, e Sofia, nascida em 2001. Em março de 2007, casou-se com Cynthia Howlett, com quem tem uma filha, Manuela, nascida em abril de 2007 e Rodrigo, nascido em março de 2012.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Nota
1992 Pedra sobre Pedra Tibor Gutierrez
Você Decide Raul Episódio: "Águas Passadas"
1993 Mulheres de Areia Tito Belo
1994 A Madona de Cedro Delfino Montiel Episódio: "24 de abril"
As Pupilas do Senhor Reitor Daniel das Dornas
1996 A Vida como Ela é... Episódio: "O Gagá"
Anjo de Mim Wagner
1997 Por Amor Fernando Gonzaga (Nando)
1998 Pecado Capital José Carlos Moreno (Carlão)
2000 O Cravo e a Rosa Julião Petrucchio (Petruchio)
2001 Os Normais Caio Episódio: "Estresse é Normal"
2002 Desejos de Mulher Francisco Maia (Chico)
Pastores da Noite Cabo Martim
2003 Sítio do Picapau Amarelo Otávio Episódio: "Rapunzel do Sertão"
Kubanacan Rodrigo Arrabal Episódios: "7–20 de outubro"
Papo de Anjo Maurício Armando Especial de fim de ano
Carol & Bernardo Bernardo Especial de fim de ano
2004 Senhora do Destino Reginaldo Ferreira da Silva (Naldo)
2005 Alma Gêmea Rafael Souza Dias
2008 Alice Lourenço Marques Episódio: "No Jardim das Flores Perdidas"
2010 As Cariocas Armando Episódio: "A Internauta da Mangueira"
2012–13 Louco por Elas Leonardo Henrique (Léo) Protagonista
2014–17 Questão de Família Pedro Fernandes
2015 A Regra do Jogo Orlando Levi / Ubiraci da Costa (Bira)
2016–17 Lúcia McCartney José Roberto
2018 O Negócio Álvaro Sintra Episódio: "Reposicionamento Familiar"
Desnude Tomás Episódio: "Sobre Ontem À Noite"
O Sétimo Guardião Leon / Murilo Vidal[8][9]
2019 O Doutrinador Sandro Corrêa Episódio: "Despertar"
2020 Bom Dia, Verônica Cláudio Brandão Netflix

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
1991 Manobra Radical Beto
1997 O Que É Isso, Companheiro? Artur
1998 Bella Donna
1999 Tarzan Tarzan (voz) Dublagem
2005 Bendito Fruto Marcelo Monte/Cadú
Um Mundo Secreto Leonardo Curta-metragem
2007 Sem Controle Danilo/Motta Coqueiro
2009 Delito Zeca
Cabeça a Prêmio Brito
Fumando Espero Ele mesmo Documentário
2010 180 Graus Russel
2011 Amor? Fernando
Corações Sujos Sub-Delegado
2014 Os Homens São de Marte... E É Pra Lá que Eu Vou Juarez Brito Filho
Love Film Festival Dru[10]
O Outro Lado do Paraíso Antônio Trindade[11]
Para Sempre Teu Caio F. Ele mesmo Documentário
2015 Nelson Ninguém Max Baltazar[12]
Pequeno Dicionário Amoroso 2 Guto[13]
2016 Amor em Sampa Lucas[14][15][16]
2017 Berenice Procura Domingos[17]
Os 8 Magníficos Ele mesmo Documentário
2018 O Doutrinador Sandro Corrêa[18]
2021 Pai em Dobro Paco[19]
Nona - Se me Molham, Eu os Queimo Pedro
Veneza Tonho

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título
1989 A Revolução
O Ateneu
1991 O Caso dos Dez Indiozinhos
Greta Garbo Quem Diria Acabou No Irajá
1992 Robin Hood
2001 A Dama das Camélias
Eles Não Usam Black-tie
2002 Norma
2004 Tartufo
2007-2008 Por Uma Vida Um Pouco Menos Ordinária
2009-2012 Corte Seco
2011-2013 O Menino que Vendia Palavras[20]
2014 O Livro
2015 Um Bonde Chamado Desejo[21]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Nomeações Resultado
1998 Prêmio Contigo! de TV[22] Melhor Par Romântico (com Carolina Ferraz
Por Amor
Venceu
1999 Troféu Imprensa Melhor Ator
Pecado Capital
Indicado
2000 Prêmio Extra de Televisão Melhor Ator
O Cravo e a Rosa
Venceu
2001 Troféu Internet Melhor Ator Venceu
Troféu Imprensa Melhor Ator Indicado
Prêmio Arte Qualidade Brasil Melhor Ator em Projeto Especial
Brava Gente
Venceu
2005 Prêmio Contigo! de TV Melhor Ator Coadjuvante
Senhora do Destino
Indicado
Prêmio Extra de Televisão Melhor Ator
Alma Gêmea
Indicado
2006 Prêmio Contigo! de TV[23] Melhor Ator Indicado
Melhor Par Romântico (com Priscila Fantin) Indicado
Prêmio Arte Qualidade Brasil Melhor Ator Indicado
2008 Prêmio Contigo! de Teatro[24] Melhor Ator
Por uma Vida um Pouco Menos Ordinária
Indicado
2010 Prêmio Contigo! de Teatro[25] Melhor Ator (Júri oficial)
Corte Seco
Indicado
Melhor Ator (Júri popular) Indicado
2011 Prêmio Guarani do Cinema Brasileiro Melhor Ator Coadjuvante
Cabeça a Prêmio
Indicado
2013 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro[26] Melhor Ator Coadjuvante
Corações Sujos
Indicado
Prêmio Contigo! de TV[27] Melhor Ator em Série/ Minissérie
Louco por Elas
Indicado
2015 Prêmio Extra de Televisão[28] Melhor Ator Coadjuvante
A Regra do Jogo
Indicado
2019 Los Angeles Brazilian Film Festival[29] Melhor Ator
Veneza
Venceu
Brazilian Film Festival of Miami[30] Melhor Ator Indicado
2020 Melhores da Década: VIVA 10 Anos[31] Melhor Casal (com Adriana Esteves)
O Cravo e a Rosa
Venceu
Prêmio Contigo! de TV[32][33] Melhor Ator de Série
Bom Dia, Verônica
Venceu
Prêmio F5[34] Melhor Ator de Série Dramática Venceu
Prêmio The Brazilian Critic[35] Melhor Ator Coadjuvante em Série de Drama Venceu
SB Awards[36] Melhor Ator Brasileiro Indicado
Splash Awards[37] Melhor Ator Indicado
Melhores do Ano NaTelinha[38] Melhor Ator Indicado
Prêmio APCA de Televisão[39] Melhor Ator Venceu
2021 Séries em Cena Awards[40] Melhor Ator em Série Nacional Pendente
Melhor Ator Nacional de Filme
Pai em Dobro
Pendente

Referências

  1. «Sobre - Questão de Família». Consultado em 25 de julho de 2014 
  2. «Em 'Questão de Família', Du Moscovis vive um juiz que torce para o irmão não ser preso». Questão de Família - GNT. 2 de julho de 2014. Consultado em 29 de setembro de 2014 
  3. Fernanda Furquim (8 de abril de 2014). «Trailer e fotos: Du Moscovis estrela ´Questão de Família´». VEJA.com. Nova Temporada. Consultado em 25 de julho de 2014 
  4. Thayná Rodrigues (14 de maio de 2014). «Protagonista de série 'Questão de família', Eduardo Moscovis fala de filhos, projetos e jejum em novelas». Extra. Consultado em 25 de julho de 2014 
  5. Redação (9 de abril de 2014). «Du Moscovis vive juiz suspeito de matar o pai em série do canal GNT». UOL. Notícias da TV. Consultado em 29 de setembro de 2014 
  6. «Mesmice afastou Du Moscovis 10 anos das novelas». Consultado em 30 de junho de 2015 
  7. Redação (22 de agosto de 2015). «Há dez anos longe das novelas, Eduardo Moscovis volta como cientista mau caráter». F5 - televisão. Consultado em 23 de agosto de 2015 
  8. Cristina Padiglione (10 de julho de 2018). «Guardião da próxima novela das novela Du Moscovis sofre maldição de virar gato». Tele Padi. Consultado em 10 de julho de 2018 
  9. Redação (24 de janeiro de 2019). «León vira humano definitivamente e revela seu verdadeiro nome». Gshow. Consultado em 24 de janeiro de 2019 
  10. «'Love Film Festival': Rio de Janeiro Review». Hollywood Reporter. 16 de out de 2014. Consultado em 3 de abril de 2017 
  11. «O Outro Lado do Paraíso - ID -047468». Cinemateca Brasileira - Governo do Brasil. Consultado em 28 de outubro de 2020 
  12. Página Oficial - Nelson Ninguém. «Equipe Técnica». Consultado em 28 de julho de 2013. Arquivado do original em 21 de fevereiro de 2015 
  13. «Pequeno Dicionário Amoroso 2 - Globo Filmes». Globo Filmes. 2015. Consultado em 3 de abril de 2017 
  14. Maiana Pasini (5 de julho de 2013). «Bruna Lombardi, Ricceli e filho repetem parceria em musical sobre o amor em SP». Consultado em 13 de julho de 2013 
  15. TV Cultura. «Bastidores da Gravação do filme Amor em Sampa - Programa Metrópolis». Consultado em 25 de julho de 2013 
  16. Folha de S. Paulo. «São Paulo é inspiração para longa metragem multigênero de Bruna Lombardi». Consultado em 28 de julho de 2013 
  17. «Berenice Procura - EH! Filmes». EH! Filmes. 2015. Consultado em 3 de abril de 2017 
  18. «Eduardo Moscovis volta à televisão em 'O Doutrinador'». F5. 16 de março de 2018 
  19. «Pai em Dobro: Veja as fotos do filme de Maisa para a Netflix». Terra. Consultado em 14 de novembro de 2020 
  20. «Eduardo Moscovis estreia o infantil 'O Menino que Vendia Palavras». Arte View. 22 de set de 2011. Consultado em 3 de abril de 2017 
  21. «Maria Luisa Mendonça e Eduardo Moscovis à espera de "Um Bonde Chamado Desejo", que estreia em 5 de junho». VEJA São Paulo. 12 de maio de 2015. Consultado em 3 de abril de 2017 
  22. «Eduardo Moscovis teve um tórrido romance com Milena, vivida por Carolina Ferraz. Resultado: os dois ganharam o Prêmio Contigo! na categoria melhor par romântico». Memória Globo. Consultado em 2 de abril de 2017 
  23. «Tão logo percebeu sua paixão pelo teatro, Eduardo Moscovis trancou o curso de Administração na Universidade Santa Úrsula». IG. Consultado em 2 de abril de 2017 
  24. «O 2º Prêmio Contigo! de Teatro que ocorrerá no dia 10 de novembro, no Arquivo Nacional,». 2008. Consultado em 2 de abril de 2017 
  25. «Famosos vão ao Prêmio Contigo! de Teatro». Uol. 17 de novembro de 2010. Consultado em 2 de abril de 2017 
  26. «'Gonzaga - De Pai Para Filho' lidera indicações ao 12º Grande Prêmio». Folha Uol. 23 de outubro de 2013. Consultado em 2 de abril de 2017 
  27. «Glória Menezes e Tarcísio Meira serão homenageados no Prêmio Contigo». Uol. 13 de maio de 2013. Consultado em 2 de abril de 2017 
  28. «Prêmio Extra de TV 2015: vote nos melhores da televisão». Extra. 11 de outubro de 2015. Consultado em 2 de abril de 2017 
  29. «"Pacarrete" é o grande vencedor do Los Angeles Brazilian Film Festival | Revista de Cinema». Consultado em 25 de maio de 2021 
  30. «Brazilian Film Festival of Miami: homenagem a Dira Paes e exibição especial de "Maria do Caritó", com Lilia Cabral». Heloisa Tolipan (em inglês). Consultado em 25 de maio de 2021 
  31. «Com a ajuda dos fãs, VIVA elege os 'Melhores da Década'». Cidade Marketing. Consultado em 20 de dezembro de 2020 
  32. «PRÊMIO CONTIGO! 2020: Ator de série data=7 de novembro de 2020». Contigoǃ. Consultado em 7 de novembro de 2020 
  33. «PRÊMIO CONTIGO! 2020: Veja a lista completa de vencedores». UOL. Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  34. «Prêmio F5: Veja indicados e vote nos principais destaques do entretenimento em 2020». Folha Uol. 24 de novembro de 2020. Consultado em 24 de novembro de 2020 
  35. «The Brazilian Critic 2020: indicados anunciados». The Brazilian Critic. Consultado em 5 de dezembro de 2020 
  36. «SB Awards: séries brasileiras». Séries Brasil. Consultado em 20 de dezembro de 2020 
  37. «Chegou o tapete vermelho da cultura pop: o Splash Awards de melhores do ano». Uol. Consultado em 20 de dezembro de 2020 
  38. «O Melhores do Ano NaTelinha 2020 vai entregar um troféu físico aos vencedores de todas as categorias». NaTelinha Uol. Consultado em 4 de janeiro de 2021 
  39. «Confira os finalistas do prêmio da APCA de melhores do ano na televisão». Folha São Paulo. Consultado em 20 de dezembro de 2020 
  40. «Conheça todos os indicados do "Séries em Cena Awards"». seriesemcena.com.br. Consultado em 9 de maio de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]