Jussara Freire

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jussara Freire
Nome completo Jussara Rocha
Nascimento 8 de fevereiro de 1951 (68 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade brasileira
Ocupação Atriz
Atividade 1970–presente
Cônjuge Ednaldo Freire (1970-1973)
Marcos Caruso (1974-1994)
Outros prêmios
Troféu Imprensa

Troféu APCA

Jussara Rocha Freire (São Paulo, 8 de fevereiro de 1951), é uma atriz brasileira. Entre 1974 e 1994 foi casada com o ator Marcos Caruso, com quem teve um filho, Caetano Caruso (1978).

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira em 1973 na RecordTV em Venha Ver o Sol na Estrada e, no mesmo ano, protagonizou a telenovela Meu Adorável Mendigo. Teve passagens pela Rede Tupi, Rede Bandeirantes, Rede Manchete, SBT e Rede Globo. Jussara interpretou a empregada Filó em Pantanal Rede Manchete, papel que lhe conferiu o Troféu Imprensa e Troféu APCA de melhor atriz em 1991. A atriz voltou a receber o Troféu APCA de melhor atriz em 2007 pela personagem Carmem Laranjeira na novela Vidas Opostas RecordTV. Em 1999, apresentou o programa Mulheres do Brasil na Rede Bandeirantes. Em 2017 a 2018 participou da novela Apocalipse, na qual interpreta Tamar Koheg, uma judia ortodoxa.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
1973 Venha Ver o Sol na Estrada Celina
Vidas Marcadas Marta
Meu Adorável Mendigo Rita
1974 Os Inocentes Gigi Mascarenhas
A Barba-Azul Gláucia Brandão Penteado
1975 O Sheik de Ipanema Michele
1977 Éramos Seis Olga
1978 O Direito de Nascer Manon
1981 Os Imigrantes Dora Castilhos
1982 Os Imigrantes: Terceira Geração Dora Castilhos
1983 Braço de Ferro Odete
1984 Jerônimo Suzana
1990 Pantanal Filomena Aparecida (Filó)
1991 Amazônia Bárbara
1993 Guerra sem Fim Rosa Vieira (Delegada Rosa Choque)
1994 Éramos Seis Clotilde
1995 Sangue do Meu Sangue Salomé / Isaura
1997 Os Ossos do Barão Bianca Ghirotto
1998 Estrela de Fogo Generosa de Souza
2000 Marcas da Paixão Vilma Pereira
2001 Os Maias Amélia Episódios: "9–11 de janeiro"
2002 Coração de Estudante Lígia Gouveia
2003 Esperança Amália Episódios: "2–14 de fevereiro"
2004 Meu Cunhado Sara Ressacovich Episódio: "Judia de Mim"
Cabocla Balbina de Oliveira (Siá Bina)
2005 Belíssima Flávia Tosca Rodrigues (Tosca)
2006 Vidas Opostas Carmem Laranjeira
2008 Chamas da Vida Arlete Monteiro Azevedo de Castro
2010 Uma Rosa com Amor Pepa Fontenelle
2012 Máscaras Elvira Duval
2013 Pecado Mortal Donana Vêneto
2014 Milagres de Jesus Jéssica[1] Episódio: "Milagres à Beira Mar"
Plano Alto Dora Titino
2016 Escrava Mãe Baronesa Urraca de Góis Almeida[2]
2017 Apocalipse Tamar Koheg [3]
2019 A Dona do Pedaço Nilda Matheus[4] Episódios: "20–24 de maio"
Episódios: "2–4 de julho"

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
1974 O Super Manso Miriam
Sedução Prostituta
1975 O Sexo Mora ao Lado Mércia[5]
1979 Adultério por Amor Flora
1983 O Médium

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedida por:
Joana Fomm por Tieta e
Tereza Rachel por Que Rei Sou Eu?
Troféu Imprensa de Melhor Atriz
por Pantanal

1991
Sucedida por:
Fernanda Montenegro
por O Dono do Mundo
Precedida por:
Glória Pires
por Vale Tudo
Prêmio APCA de Melhor Atriz
por Pantanal

1991
Sucedida por:
Glória Pires
por O Dono do Mundo
Precedida por:
Lília Cabral
por Páginas da Vida
Prêmio APCA de Melhor Atriz
por Vidas Opostas
Camila Pitanga por Paraíso Tropical

2008
Sucedida por:
Patrícia Pillar
por A Favorita
Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.