Tânia Alves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Tânia Alves
Tânia Alves em outubro de 2011
Nome completo Tânia Maria Rego Alves
Nascimento 12 de setembro de 1953 (68 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileira
Ocupação
Atividade 1971–presente
Outros prêmios
Festival de Gramado (1981): Melhor atriz coadjuvante, por Cabaret Mineiro
Troféu APCA (1981): Melhor atriz, por O Olho Mágico do Amor, e (1982) Lampião e Maria Bonita; Festival de Havana (1983): Melhor atriz, por Parahyba Mulher Macho.

Tânia Maria Rego Alves (Rio de Janeiro, 12 de setembro de 1953) é uma atriz, cantora e empresária brasileira.[1] É mãe da atriz Gabriela Alves. Tânia também é empresária, sendo dona de um spa em Nova Friburgo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Estreou em 1971 como atriz no teatro mambembante como membro do Grupo Chegança.[2] Apesar de ser carioca, ficou conhecida com papeis nordestinos, destacando-se nas minisséries Lampião e Maria Bonita, Bandidos da Falange e Tenda dos Milagres e nas telenovelas Ti Ti Ti, Pantanal, Pedra sobre Pedra, Tocaia Grande e Mandacaru. Além disso, Tânia é cantora, tendo lançado diversos álbuns desde 1980. Em 2005, após cinco anos dedicando-se a música, retornou às novelas em um dos papeis centrais de Essas Mulheres, na RecordTV, interpretando a antagonista Firmina.[3]

Em fevereiro de 2017, foi confirmada como participante do reality Dancing Brasil, exibido pela RecordTV, sendo a 6ª eliminada da competição.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Nota
1978 Sítio do Pica-pau Amarelo Vidinha Episódio: "Reinação Atômica"
1981 Morte e Vida Severina Comadre Peristina
1982 Lampião e Maria Bonita Maria Bonita
1983 Bandidos da Falange Glória
1985 Armação Ilimitada Odete Carreira Episódio: "A Outra"
Tenda dos Milagres Ana Mercedes
Ti Ti Ti Clotilde Assunção
1990 Pantanal Filomena Aparecida (Filó)
1992 Pedra sobre Pedra Lola
1993 Você Decide Luma Episódio: "Chofer de Táxi"
1995 Tocaia Grande Júlia Cavalcanti (Júlia Saruê)
1997 Mandacaru Severina Dantas
1998 Brida Mercedes
1999 Tiro e Queda Dolores Episódios: "8–27 de novembro"
2000 Marcas da Paixão Josefa Pereira (Zefinha)
2001 A Grande Família Maria Tereza Episódio "A Desquitada da Freguesia"
O Clone Norma
2003 Carga Pesada Neuza Episódio: "Caminhos Cruzados"
2005 Essas Mulheres Firmina Mascarenhas
2007 Amazônia, de Galvez a Chico Mendes Dos Anjos
2010 Araguaia Pérola Simões
2011 Laços de Sangue Guarda da prisão Episódio: "2 de agosto"
2013 Belmonte Nívea Episódios: "6–7 de março"
Sinais de Vida Leonor
2014 Jardins Proibidos Leonora
2017 Amor Maior Graça Episódio: "8 de fevereiro"
Dancing Brasil Participante Temporada 1
2022 Olhar Indiscreto Em produção [4]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
1977 Emanuelle Tropical Sra. Gerald[5]
Morte e Vida Severina Cigana
Trem Fantasma
1979 Bachianas Brasileiras: Meu Nome É Villa-Lobos
1980 Cabaret Mineiro Avana[6]
1981 O Olho Mágico do Amor Penélope
1983 O Cangaceiro Trapalhão Dona Maria Bonita
O Mágico e o Delegado Paloma
Parahyba Mulher Macho Anayde Beiriz
1984 Onda Nova Helena
Sole nudo Regina
1990 Lambada
1991 República dos Anjos
1998 A Hora Mágica Lília Cantarelli
2022 O Aniversário do Seu Lair Capeta

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

  • Bandeira - 1980
  • Novos Sabores - 1983
  • Dona de Mim - 1986
  • Tânia Alves - 1987
  • Brasil - 1988
  • Folias Tropicais - 1989
  • Humana - 1992
  • Amores e Boleros vol 1 - 1995
  • Amores e Boleros vol 2 - 1996
  • Amores e Boleros Vol 3 - 1997
  • Me Deixas Louca - 1998
  • Coração de Bolero - 1999
  • Todos os Forrós - 2000
  • De Bolero em Bolero - 2001
  • Bossas e Boleros - 2003

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

  • De Bolero em Bolero: Ao Vivo - 2005
  • Palavra de Mulher - 2015

Referências

  1. «Guia do teatro». Consultado em 2 de abril de 2011. Arquivado do original em 25 de setembro de 2015 
  2. Guia do teatro
  3. «Tânia Alves encarna mulher de fibra em 'Araguaia'». Terra. Consultado em 13 de setembro de 2021 
  4. KOGUT, Patrícia (5 de outubro de 2021). «Débora Duarte e Tânia Alves vão fazer nova série da Netflix». kogut.oglobo.globo.com. Consultado em 6 de outubro de 2021 
  5. Cinemateca Brasileira, Emmanuelle Tropical [Ficha do filme]
  6. Cinemateca Brasileira, Cabaret Mineiro [Ficha do filme]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.