Tito e os Pássaros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Tito e os Pássaros
Pôster oficial do filme.
 Brasil
2018 •  cor •  75 min 
Direção Gabriel Bitar
André Catoto
Gustavo Steinberg
Produção Daniel Greco
Felipe Sabino
Gustavo Steinberg
Elenco Pedro Henrique
Denise Fraga
Mateus Solano
Matheus Nachtergaele
Gênero animação
ação infnatil
Companhia(s) produtora(s) Bits Produções
Distribuição Elo Company
Europa Filmes
Lançamento 11 de junho de 2018
Idioma português

Tito e os Pássaros é um filme brasileiro de animação de 2018 produzido pela Bits Produções com direção de Gustavo Steinberg, Gabriel Bitar e André Catoto.[1]

O filme teve sua estreia mundial no Festival de Annecy, na França, em junho de 2018. A produção foi inscrita para concorrer ao Óscar de melhor filme de animação, ficando na lista de pré-indicados pela Academia de Hollywood.[2]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme é uma alegoria excêntrica[3], mas apaixonada sobre o medo no Brasil afetando um menino chamado Tito, que adora ajudar seu pai cientista Rufus com suas invenções (apesar de sua mãe cética preocupada); o mais recente envolvendo uma máquina que pode entender o canto dos pássaros que se quebram, resultando em separação. Anos depois, a epidemia de medo está se espalhando e Tito deve resistir a ela contando com seus amigos Sarah e Buiú para encontrar uma cura para seu pai e suas pesquisas para sua máquina antes que seja tarde demais.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Voz original[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Pedro Henrique Tito
Denise Fraga Rosa
Matheus Nachtergaele Dr. Rufus
Mateus Solano Alaor Souza

Recepção[editar | editar código-fonte]

Tito e os Pássaros foi muito bem recebido pela crítica nacional e internacional sendo noticiado em vários sites e jornais importantes. Entre os usuários do site IMDb, em 18 de março de 2021, o filme obtinha uma média de 6,5/10 com base em 426 avaliações.

Da Folha de S.Paulo, Bruno Molinero avaliou o filme com 4 de 5 estrelas, dizendo: "A produção é mais um sopro de frescor no cinema nacional, vindo de um setor que vem mostrando que animação é muito mais do que só desenhinho para crianças."[4]

Guy Lodge, da revista Variety, também elogiou o filme dizendo: "Empregando uma fusão iridescente sombria de tinta a óleo e enfeites digitais, torna uma distopia crescente em cores cambaleantes [...] é uma alegoria política extraordinariamente sincera para o público jovem, explorando os perigos de notícias falsas, propaganda e separatismo social."[4]

Do New York Times, Ben Kenigsberg escreveu que: "Os prazeres do filme são principalmente visuais, seja nos grossos redemoinhos de tinta usados ​​para sugerir um acidente de laboratório de fogo; as peculiaridades de design (faces com overbites proeminentes); ou a paleta sombria, geralmente preta e escura."[5]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Festival Categoria Resultado Ref.
2018 Anima Mundi Animation Festival Melhor Filme Venceu [6]
Chicago International Children's Film Festival Melhor Filme ou Vídeo de Animação
Melhor Animação
Children's Film Festival Seattle
Festival de Cinema de Havana
Mar del Plata Film Festival Melhor Filme Indicado
Annecy International Animated Film Festival Melhor Filme
Bucheon International Animation Film Festival Melhor Filme
2019 Annie Awards Melhor Filme de Animação Independente [7]
Guadalajara International Film Festival Melhor Filme de Animação
2020 Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro Melhor Filme de Animação
Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Filme de Animação Venceu [8]

Referências

  1. «TITO E OS PÁSSAROS - Veranito Animation Studio». cargocollective.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  2. Comércio, Jornal do. «Longa brasileiro 'Tito e os Pássaros' é pré-indicado ao Oscar de animação». Jornal do Comércio. Consultado em 18 de março de 2021 
  3. Lodge, Guy; Lodge, Guy (29 de outubro de 2018). «Animation Is Film Review: 'Tito and the Birds'». Variety (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  4. a b AdoroCinema, Tito e os Pássaros: Críticas imprensa, consultado em 18 de março de 2021 
  5. Kenigsberg, Ben (24 de janeiro de 2019). «'Tito and the Birds' Review: Pigeons Carrying a Message». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 18 de março de 2021 
  6. «'A Ganha-Pão' e 'Tito e os Pássaros' vencem o Anima Mundi 2018». Cine Set. 6 de agosto de 2018. Consultado em 18 de março de 2021 
  7. Camargo, Suzana (3 de dezembro de 2018). «Brasileiro "Tito e os Pássaros" é indicado ao Annie Awards, considerado o Oscar da Animação Mundial». Conexão Planeta. Consultado em 18 de março de 2021 
  8. «Vencedores do GP do Cinema Brasileiro | Clube de Criação». Clube de Criação de São Paulo. 13 de outubro de 2020. Consultado em 18 de março de 2021