O Espigão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Espigão
Informação geral
Formato Telenovela
Criador(es) Dias Gomes
País de origem  Brasil
Idioma original português
Produção
Diretor(es) Régis Cardoso
Elenco Milton Moraes
Betty Faria
Ary Fontoura
Carlos Eduardo Dolabella
Susana Vieira
Vanda Lacerda
Rosamaria Murtinho
Suely Franco
Cláudio Marzo
Débora Duarte
Mauro Mendonça
Milton Gonçalves
ver mais
Tema de abertura "O Espigão" - Zé Rodrix
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Globo
Transmissão original 3 de abril de 1974 - 1 de novembro de 1974
N.º de episódios 150
Cronologia
Os Ossos do Barão
O Rebu

O Espigão foi uma telenovela brasileira produzida pela Rede Globo e exibida de 3 de abril a 1 de novembro de 1974, às 22 horas, substituindo Os Ossos do Barão e sendo substituída por O Rebu. [1] Foi a 19ª "novela das dez" exibida pela emissora.

Escrita por Dias Gomes e dirigida por Régis Cardoso.

Contou com Milton Moraes, Betty Faria, Débora Duarte, Cláudio Marzo, Milton Gonçalves, Suely Franco e Rosamaria Murtinho nos papéis principais.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A telenovela girou em torno da desumanização da cidade, de como o progresso descontrolado pode esmagar o ser humano. Conta a história de Lauro Fontana (Milton Moraes), um empresário megalomaníaco que quer construir o maior hotel do Brasil, o "Fontana Sky", e para isso precisa convencer os Camará, uma família misteriosa, a vender sua mansão, em Botafogo, no Rio de Janeiro, para que ele possa utilizar o imenso terreno para concretizar seu propósito. Junto, a história de Léo (Cláudio Marzo), um rapaz que defende a preservação da natureza e cujo destino cruza-se com o de Dora (Débora Duarte), uma jovem mãe solteira.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde dezembro de 2009).

Obras relacionadas[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Quando foi anunciada a reprise, em 1982, a trilha sonora nacional foi relançada.

Nacional[editar | editar código-fonte]

  1. "Malandragem Dela" - Tom e Dito (tema de Lazinha)
  2. "Botaram Tanta Fumaça" - Tom Zé
  3. "Subindo o Espigão" - Betinho
  4. "Alfazema" - Walker
  5. "Você Vai Ter Que Me Aturar" - Sônia Santos
  6. "O Espigão" - Zé Rodrix (tema de abertura)
  7. "Pela Cidade" - Bertrame e Conjunto Azimute
  8. "Retrato 3X4" - Alceu Valença
  9. "Na Sombra da Amendoeira" - Os Lobos (tema de Carlinhos)
  10. "Cildada" - Pery Ribeiro
  11. "Nonô, Rei das Gringas" - Djalma Dias (tema de Nonô)
  12. "Berceuse" - Tuca
  13. "Último Andar" - Benito di Paula

Internacional[editar | editar código-fonte]

  1. "The Ballad of Danny Bayley" - Elton John
  2. "Save The Sunlight" - Dennis Yost & The Classics IV
  3. "Dancing Machine" - The Jackson Five
  4. "We Can Make It Happen Again" - The Stylistics (tema de Marcito)
  5. "When The Fuel Runs Out" - Executive Suite
  6. "Lady It's Time To Go" - Stu Nunnery (tema de Lauro)
  7. "You Are All The Sunshine" - Evan Pace
  8. "Tell Me a Lie" - Sami Jo
  9. "Rock Your Baby" - George McCrae
  10. "Pledging My Love" - Diana Ross & Marvin Gaye
  11. "Another Day" - Paul Jones
  12. "There's Nothing Is Rather Do" - Kevin Johnson
  13. "The Loneliest House On The Block" - Little Anthony & The Imperials (tema de Tina)
  14. "What Can I Do?" - Summer Breeze

Referências

  1. «O Espigão». Teledramaturgia. Consultado em 19 de dezembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]