O Homem Proibido (1967)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O Homem proibido (Demian, o Justiceiro)
Informação geral
Formato Telenovela
Criador(es) Glória Magadan
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Daniel Filho
Elenco Carlos Alberto
Yoná Magalhães
Mário Lago
Diana Morel
ver mais
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Globo
Transmissão original 18 de dezembro de 1967 - 25 de junho de 1968
N.º de episódios 135
Cronologia
A Rainha Louca
A Gata de Vison

O Homem Proibido (também chamado Demian, o Justiceiro) é uma telenovela brasileira exibida pela Rede Globo entre 18 de dezembro de 1967 e 25 de junho de 1968, às 21h30. [1] Foi a "novela das dez" exibida pela emissora.

Foi escrita por Glória Magadan, dirigida por Daniel Filho e teve 135 capítulos.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Na fictícia cidade do principado de Kanshipur, Índia, no início do século XX, acontece a luta pelo poder e pelo amor entre marajás, rajás e ranis.

Kim é o herdeiro do trono e foi destronado ainda menino. Ele volta agora para reivindicar seus direitos, sob o pseudônimo de Demian, junto ao homem que está no poder e pai da mulher que ama, Surama. Por outro lado, Ali Yabor, através de intrigas, tenta conseguir com que seu filho Tagore se case com Surama para chegar ao poder. Ao lado de Demian estão Durbar, também chamado Dakcha, dedicado amigo que luta pela libertação de Kanshipur, e seu fiel companheiro, Daçarata.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • O ator Carlos Alberto foi transformado numa espécie de Zorro, um herói justiceiro. Por onde passava, deixava escrito: "Demian esteve aqui". Por esse motivo, misteriosas pichações com essa frase apareceram no Rio de Janeiro na época em que a novela foi ao ar.
  • Outra incursão extravagante de Glória Magadan, sem sucesso.
  • As cenas externas foram gravadas no terraço da emissora, onde foi construído o cenário contendo ruas típicas da Índia, camelos etc.
  • Curiosamente, esta telenovela foi exibida em São Paulo com o nome de Demian, o Justiceiro, e no Rio de Janeiro com o nome de O Homem Proibido (que não tem completamente nada a ver com a adaptação do romance de Nelson Rodrigues, exibida em 1982).

Referências

  1. «O homem Proibido - Demian, o Justiceiro». Teledramaturgia. Consultado em 16 de dezembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]