Mauro Mendonça Filho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde outubro de 2011)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Mauro Mendonça Filho
Nascimento 8 de agosto de 1965 (50 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade Brasil brasileiro
Cônjuge Casado com Juliana Mendes Mendonça (desde 2003), duas filhas: Sofia e Januária. Tem uma outra filha do relacionamento anterior com Patricia Naves, Victória.
Ocupação Diretor

Mauro Mendonça Filho (Rio de Janeiro, 8 de agosto de 1965) é um diretor de televisão brasileiro. É filho dos atores Rosamaria Murtinho e Mauro Mendonça e irmão de Rodrigo Mendonça e João Paulo Mendonça . Casado com Juliana Mendes Mendonça (desde 2003), eles têm duas filhas: Sofia e Januária. Ele tem uma outra filha do relacionamento anterior com Patricia Naves, Victória. Tem formação em comunicação, Cinema, Artes Dramáticas e Direção de Teatro, o que lhe rende a versatilidade de atuar como diretor de teatro, cinema e televisão. Em 1984, ingressa na TV Globo, como editor, na novela "Partido Alto", de Aguinaldo Silva e Glória Perez. Em 1988, começa como assistente de direção da novela “Vale Tudo”, de Gilberto Braga. Dois anos depois, já assinava como diretor a minissérie ‘A.E.I.O. Urca’, de Doc Comparato e Carlos Manga. Em 1995, assina a primeira direção geral, no especial "A Comédia da Vida Privada". Desde o começo de sua carreira na televisão, participou da concepção de trabalhos como "O Dono do Mundo", "Renascer", "Memorial de Maria Moura", "Toma Lá Dá Cá", "Negócio da China" e "S.O.S Emergência". No teatro, assina a direção dos espetáculos: "Deus", de Woody Allen (1998); "O Submarino", de Maria Carmem Barbosa e Miguel Falabella (1998); "A Megera Domada, de William Shakespeare (2000); "No Retrovisor", de Marcelo Rubens Paiva (2002); e "Renato Russo", de Daniela Pereira de Carvalho (2007). No dia 24 de março de 2014, é promovido de diretor de novelas, para ser diretor de núcleo. [1]

Trabalhos como diretor[editar | editar código-fonte]

Ano Trabalho Função Parceiros Titulares
2015 Verdades Secretas direção geral e núcleo [2]
2014 Dupla Identidade direção geral e núcleo René Sampaio (direção)
2013 Amor à Vida direção geral Wolf Maya (núcleo)
2012 Gabriela direção geral Roberto Talma (núcleo)
2011 O Astro direção geral Roberto Talma (núcleo)
2010 S.O.S. Emergência direção geral
2008/2009 Negócio da China direção geral Roberto Talma (núcleo)
2007/2008 Toma Lá, Dá Cá direção geral Roberto Talma (núcleo)
2005 Toma Lá, Dá Cá (especial de fim de ano) direção geral Roberto Talma (núcleo)
2004/2005 Como uma Onda direção geral Dennis Carvalho (direção geral e núcleo)
2002/2005 Fantástico responsável pela supervisão de dramaturgia
1999/2000 Força de um Desejo direção geral Marcos Paulo (direção geral e núcleo)
1998 Dona Flor e Seus Dois Maridos direção geral
1995 Irmãos Coragem direção Luiz Fernando Carvalho (direção geral)
Carlos Araújo (direção)
1993 Renascer direção Luiz Fernando Carvalho (direção geral)
Emilio di Biasi (direção)

Referências

  1. Daniel Castro (25 de março de 2014). Meritocracia Notícias da TV. Visitado em 25 de março de 2014.
  2. Felipe Abílio (15 de abril de 2015). Diretor de novela que terá prostituição diz estar "do lado dos liberais" UOL Televisão. Visitado em 27 de maio de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]