Meiga e Abusada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
"Meiga e Abusada"
Single de Anitta
do álbum Anitta
Lançamento 6 de julho de 2012 (2012-07-06)
Formato(s)
Gravação 2012
Gênero(s) Funk melody
Duração 3:49
Gravadora(s) Warner Music
Composição
Cronologia de singles de Anitta
"Menina Má"
(2012)
"Show das Poderosas"
(2013)

"Meiga e Abusada" é uma canção da artista musical brasileira Anitta. Foi lançada primeiramente nas rádios em 6 de julho de 2012 pela Furacão 2000.[1] Em 6 de fevereiro de 2013 foi relançada para download digital pela Warner Music, gravadora que a cantora havia assinado na época.[2] A canção faz parte do álbum de estreia homônimo à cantora. A música faz parte da trilha sonora nacional da "novela das nove" Amor à Vida, da Rede Globo.[3]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Anitta foi descoberta pelo disc jockey (DJ) Renato Azevedo, conhecido como Batutinha, ao liberar publicamente um vídeo cantando "Soltinha", da cantora Priscila Nocetti, no Youtube. O mesmo convido-a para realizar alguns testes de canto e apresentações, com o objetivo de saber se ela era afinada vocalmente e tinha a capacidade de interpretar em um palco; ela chamou a atenção do DJ ao demonstrar sua habilidade no stiletto — modalidade de dança em cima de salto alto. Com isso ele decidiu trabalhar com ela.

Anitta foi contratada pela produtora de shows de Funk carioca Furacão 2000 e através da mesma lançou quatro faixas: "Menina Má", "Proposta", "Fica Só Olhando" e "Eu Vou Ficar", que mais tarde viriam a compor a tracklist de seu álbum de estreia.[4] Em junho de 2012, a empresária Kamilla Fialho pagou R$ 260 mil à companhia, para que a artista fosse agenciada por ela. Fialho montou um espetáculo com músicos e dançarinos, investiu na imagem de Anitta, e a apresentou aos produtores Umberto Tavares e Mãozinha. Anitta passou a ser cobiçada pelas grandes gravadoras; ela ficou "enrolando" duas delas até se decidir pela Warner Music, com quem assinou em janeiro de 2013, e a 6 de fevereiro ocorreu o lançamento de "Meiga e Abusada", através da editora discográfica.

Vídeo musical[editar | editar código-fonte]

O clipe da música "Meiga e Abusada", de Anitta, que conta com a participação da ex-BBB Mayra Cardi, foi ao ar no Youtube dia 18 de dezembro de 2012. Na produção Mayra aparece vestida de empregada doméstica sexy, servindo o jantar para a "patroa" e sua família. As cenas foram gravadas em um estúdio em Botafogo, Zona Sul do Rio de Janeiro, e dirigidas por Blake Farber, que também dirige clipes da Beyoncé. A primeira parte do vídeo foi feita em Las Vegas. [5] O vídeo mostra Anitta se divertindo em Las Vegas com suas dançarinas. No começo do vídeo, Anitta aparece em uma casa com atores, rodeado na mesa depois Anitta começa a cantar e o cenário vai mudando naturalmente. O vídeo foi inspirado em I Hate This Part do grupo pop estadunidense Pussycat Dolls.[6]

No videoclipe é possível ver Anitta em um Cassino em Las Vegas, mas na época ela só tinha 19 anos, e sendo que a idade mínima para entrar é 21, ela entrou escondida.[7]

Formatos e faixas[editar | editar código-fonte]

  • CD single/Download digital[8]
  1. "Meiga e Abusada" - 3:49

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Paradas semanais[editar | editar código-fonte]

Tabela musical (2013) Melhor
posição
 Brasil (Brasil Hot 100 Airplay) 41

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Resultado Ref
2013
Prêmio Extra de Televisão
Melhor Tema Musical Indicado [9]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data Formato Gravadora
Brasil 6 de julho de 2012[1] Airplay Furacão 2000
6 de fevereiro de 2013[2] Download digital Warner

Referências

  1. a b «MC Anitta reclama da Furacão de Rômulo Costa». O Fuxico. Consultado em 24 de maio de 2017 
  2. a b «Meiga e Abusada Lançado». iTunes. Apple Inc. Consultado em 24 de maio de 2017 
  3. «Meiga e Abusada - Anitta - Tema de Leila em Amor à Vida!». Midia Total. Consultado em 17 de março de 2014 
  4. «Anitta - EP». iTunes. Consultado em 17 de março de 2014 
  5. «Meiga e Abusada Videoclipe». CampinaFM. CampinaFM. Consultado em 4 de julho de 2013. Arquivado do original em 3 de novembro de 2013 
  6. «17 vezes em que Anitta se inspirou em outras divas do pop». todateen. Consultado em 20 de janeiro de 2016 
  7. «Diretor do clipe 'Meiga e abusada' diz que Anitta foi a cassino 'escondida'». G1. G1. 17 de junho de 2013. Consultado em 4 de julho de 2013 
  8. «Anitta (2) ‎– Meiga E Abusada». Discogs. Consultado em 8 de julho de 2015 
  9. «Prêmio Extra de TV 2013: vote nos melhores da televisão». 7 de outubro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]