The C Word

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"The C Word"
14.º episódio da 1.ª temporada de 30 Rock
Tracy Jordan (Tracy Morgan), Jack Donaghy (Alec Baldwin) e Kenneth Parcell (Jack McBrayer) no evento de caridade de Don Geiss (Rip Torn).
Informação geral
Direção Adam Bernstein
Escrito por Tina Fey
Código de produção 114
Exibição original 15 de Fevereiro de 2007
Convidados
Episódios da 1.ª temporada
Cronologia
"Up All Night"
"Hard Ball"
30 Rock (1.ª temporada)
Lista de episódios

"The C Word" é o décimo quarto episódio da primeira temporada da sitcom americana 30 Rock. Escrito pela criadora da série e produtora executiva, Tina Fey, o episódio foi dirigido por Adam Bernstein e exibido originalmente pela National Broadcasting Company (NBC) nos Estados Unidos em 15 de Fevereiro de 2007. Estrelas convidadas neste episódio incluem Kevin Brown, Grizz Chapman, Rachel Dratch, John Lutz, Keith Powell, Lonny Ross, Rip Torn, Paul Doherty, Tamara Fay, Rachel Hamilton, Sam Kitchin, Kevin Miller, Tom Treadwell, Teresa Yenque e Charlyne Yi.

No episódio, depois de ser criticada por seus hábitos de trabalho por seus colegas, a escritora-chefe do The Girlie Show, Liz Lemon (Tina Fey), decide ser mais tolerante com sua equipa de roteiristas. Enquanto isso, Jack Donaghy (Alec Baldwin) leva Tracy Jordan (Tracy Morgan) para um evento importante de golfe para se aproximar de Don Geiss (Torn), o CEO da General Electric (GE), mas o seu plano dá errado quando Tracy decide largar as suas "bombas da verdade".

"The C Word" foi avaliado positivamente pelos críticos de televisão e, de acordo com o sistema de medição de audiência da Nielsen Ratings, foi assistido por 5 milhões de famílias durante a sua transmissão original, e recebeu uma classificação de 2.5/6 entre os telespectadores da chave demográfica de 18 a 49 anos de idade.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Jack Donaghy, o vice-presidente da televisão da Costa Leste e programação de micro-ondas da General Electric (GE), convida Tracy Jordan para um evento de golfe de caridade para as diabetes organizado pela GE. Jack acha que trazer Tracy pode ajudá-lo a aproximar-se do CEO da GE, Don Geiss (Rip Torn). No evento, Tracy torna-se o sucesso da festa, mas logo começa a sentir que a razão pela qual ele foi trazido era para ser "o homem negro engraçado". Tracy insulta Geiss acusando-o de não contratar mais pessoas negras, o que resulta em Tracy e Jack não serem convidados para jogar golfe com Geiss. Jack culpa Tracy por isso, mas Tracy não se importa, como ele diz a Jack que não pode ajudar, mas lança as suas "bombas da verdade". Mais tarde, para fazer as pazes com Jack e Geiss, Tracy dá um discurso emocionado sobre sua filha lutando contra as diabetes, que comove Geiss. Isso resulta em Geiss convidando Jack e Tracy e a filha de Tracy para a vinha. Tracy admite a Jack que ele não tem uma filha, o que leva Jack a dizer: "Vamos ter uma sessão de casting na segunda-feira".[1]

Enquanto isso, no estúdios do 30 Rock, a escritora chefe do TGS with Tracy Jordan, Liz Lemon (Tina Fey), e sua equipa de escritores estão discutindo temas potenciais para usar no show. John D. Lutz sugere um de seus esboços, "Dancing with the Hobos", que Liz critica, acabando por envergonhá-lo na frente de todos. Mais tarde, Liz fala com Greta Johansen (Rachel Dratch), a tratadora de gatos do show. Ao mesmo tempo, ela ouve Lutz referindo-se a ela com a palavra C.[nota 1] Indignado com isso, Liz diz a Pete Hornberger (Scott Adsit) e Frank Rossitano (Judah Friedlander) sobre o que Lutz chamou-a e diz que quer demiti-lo. Frank revela que o comportamento mau de Lutz é devido ao falecimento de sua avó. Após ser apontado que ela foi uma chefe terrível para a equipe, Liz começa a agir bem, mas o tiro sai pela culatra quando tiram proveito dela. Irritado com isso, Liz confronta os escritores sobre suas acções logo após ter conseguido consolo com um dos famosos discursos da personagem Julia Sugarbaker (Dixie Carter), do seriado Designing Women que à incentivou. Liz diz a Lutz que ela sabe o que ele a chamou e avisa a todos que se alguém a chamar pela "palavra horrível", ela vai demiti-lo.[1]

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Produção[editar | editar código-fonte]

A actriz e comediante americana Tina Fey.

"The C Word" foi escrito pela criadora da série, a produtora executiva e actriz Tina Fey, tornando-o o seu sétimo crédito de escrita após o episódio piloto, The Aftermath, Tracy Does Conan, The Head and the Hair, Black Tie e Up All Night. O episódio foi dirigido pelo produtor supervisor Adam Bernstein, tornando-se o quinto crédito de direcção dele na série, e foi originalmente exibido nos Estados Unidos pela National Broadcasting Company (NBC) em 15 de Fevereiro de 2007, como o décimo quarto episódio da primeira temporada do seriado.

Em uma entrevista concedida em Abril de 2007 para a Entertainment Weekly, Fey revelou que ela já foi chamada pela "palavra C" por um de seus escritores. Na discussão sobre isso, ela disse: "Essa coisa da 'palavra C' realmente aconteceu. Fiquei furiosa, e tive essa reacção estranha, onde eu ficava dizendo, 'Você não pode dizer isso! Meus pais me amam!'"[2] Em outra entrevista, ela foi questionada se a palavra-c foi baseada na experiência, ao que ela disse: "Foi um pouco. Foi um pouco com base na experiência de ter alguém chamar-me isso e não saber como lidar com ele."[3]

Rachel Dratch, parceira de longa data e companheira de comédia de Fey no SNL, foi originalmente escolhida para interpretar Jenna. Dratch interpretou o papel no piloto original do show, mas em Agosto de 2006 Jane Krakowski foi anunciada como a substituta de Dratch, resultando em Dratch interpretando vários personagens diferentes.[4][5] Fey explicou a mudança ao observar que Dratch era "melhor adaptada para interpretar uma variedade de personagens secundários excêntricos",[6] e que o papel de Jenna era para ser actuado em linha recta. Embora Fey passou a dizer que "Rachel e eu estávamos muito animadas com esta nova direcção",[6] Dratch disse que ela não estava feliz com a mídia, falando que a mudança era um rebaixamento. Dratch estava céptica sobre as razões que lhe foram dadas para a mudança, e não estava feliz com a redução do número de episódios em que ela iria aparecer.[7] No piloto, "The Baby Show" e neste episódio, ela interpretou Greta Johansen, a tratadora de gatos do The Girlie Show. Vários outros membros do elenco do SNL já fizeram uma aparição em 30 Rock. Estes membros do elenco incluem: Chris Parnell,[8] Fred Armisen,[9][10] Kristen Wiig,[9][10] Will Forte,[11] Jason Sudeikis[12] e Molly Shannon,[13] Horatio Sanz[14][15] e Jan Hooks.[16] Fey e Tracy Morgan ambos fizeram parte do elenco principal do SNL[17] sendo que Tina Fey foi a escritora chefe deste 1999 até 2006.[18] Alec Baldwin também apresentou o Saturday Night Live quinze vezes, o segundo maior número de episódios de qualquer apresentador da série.[19]

"The C Word" marcou a estreia do actor Rip Torn na série como o CEO da General Electric (GE), Don Geiss.

Repercussão[editar | editar código-fonte]

Alec Baldwin e Tracy Morgan, os intérpretes de Jack Donaghy e Tracy Jordan, foram muito elogiados por suas performances em "The C Word".

Na sua transmissão original americana, "The C Word" foi assistido por 5.0 milhões de domicílios, de acordo com o sistema das Nielsen Ratings. Recebeu uma classificação de 2.5/6 na chave demográfica de telespectadores entre os 18 aos 49 anos de idade.[20] Isso significa que ele foi visto por 2.5 por cento de todas as pessoas entre as idades de 18 a 49, e 6 por cento de todas as pessoas de 18 a 49 anos de idade assistindo televisão no momento da transmissão. Esta foi uma diminuição em relação ao episódio anterior, "Up All Night", que foi assistido por 5.2 milhões de telespectadores americanos.[21]

O contribuinte do IGN, Robert Canning, escreveu: "Mesmo em um episódio como 'The 'C' Word', onde algumas das ideias aparentem ser um pouco curtas, ainda havia abundância de momentos laugh-out-loud para falar. [...] No final, a escrita grande superou os artifícios ligeiramente incómodativos para tornar este mais um episódio cheio-de-risos de 30 Rock." Ele disse que o emparelhamento de Jack e Tracy "deu-nos outra oportunidade de apreciar o emparelhamento das personalidades opostas". Canning informou que o enredo de Liz tinha "seus momentos engraçados", mas opinou que era difícil "superar o facto de isso não ser exactamente a Liz que conhecemos", no que diz respeito a ela ser uma chefe "dominadora que pouco se importa com seus funcionários". Canning deu ao episódio uma avaliação de sete vírgula oito estrelas de dez (7.8 de 10 estrelas.).[22] Julia Ward da TV Squad da AOL escreveu que colocar Alec Baldwin e Rip Torn juntos "foi uma jogada genial." Ela foi gwntil para Tina Fey, citando que foi "outra grande semana" na sua "representação contínua do que uma rapariga trabalhadora é". Ward gostou do discurso de Tracy, observando que ele foi "sem preço", e estava contente de vê-lo ter "tempo de tela amplo... que foi uma boa mudança de ritmo".[23] Matt Webb Mitovich da TV Guide escreveu ele gostou de todos casamentos no enredo do episódio, mas gostou muito de Jack e Tracy. Ainda mais em sua recapitulação, Mitovich informou que a trama de Liz poderia ter sido um pouco melhor se a show de comédia How I Met Your Mother "não tivesse ido lá com a palavra-C" em um episódio. Porém, ele disse que a história de Liz "tinha uma mensagem - que ela é mantida com um padrão diferente, mas não deve ser, como uma escritor principal feminina. Além disso, sua história deu-nos aquela vitória enxurrada de flashbacks para momentos em que ela era a. .. senhora não muito simpática."[24]

Notas

  1. A "palavra C" referida no episódio é a palavra "Cona".

Referências

  1. a b Escritor(es): Tina Fey; Director(es); Adam Bernstein (15 de fevereiro de 2007). «The C Word». 30 Rock. Temporada 1. Séries 14. Episódio 14. NBC Universal. NBC 
  2. Baldwin, Kristen (10 de Abril de 2007). «One Fine Fey». Entertainment Weekly. 2 páginas. Consultado em 28 de Março de 2010.. Cópia arquivada em 23 de abril de 2010 
  3. «Fey gets the gold». Crave Online. 16 de Setembro de 2007. Consultado em 28 de Março de 2010. 
  4. «Ally Cat Krakowski Joins 30 Rock» (HTML) (em inglês). Zap 2 it. 17 de Agosto de 2006. 1 páginas. Consultado em 16 de Outubro de 2007. 
  5. Schneider, Michael (14 de Agosto de 2006). «Inside Move: Dratch latched to multiple Rock roles» (HTML). Variety (em inglês). 1 páginas. Consultado em 2 de Março de 2008. 
  6. a b «Fey hopeful about success of 30 Rock» (HTML) (em inglês). CTV Television Network. Canadian Press. 9 de Outubro de 2006. 1 páginas. Consultado em 2 de Setembro de 2008. 
  7. Rosenblum, Emma (16 de Outubro de 2006). «Rachel Rolls With It» (HTML). New York Magazine (em inglês). 1 páginas. Consultado em 2 de Setembro de 2008. 
  8. Barrett, Annie (7 de Dezembro de 2006). «What SNL alums besides Chris Parnell should guest on 30 Rock (HTML). Entertainment Weekly (em inglês). 1 páginas. Consultado em 15 de Abril de 2011. 
  9. a b Robert Canning, Robert (20 de Julho de 2008). «30 Rock: "Somebody to Love" Review» (HTML) (em inglês). IGN. 1 páginas. Consultado em 11 de Agosto de 2011.  Parâmetro desconhecido |acessoano= ignorado (|acessodata=) sugerido (ajuda); Parâmetro desconhecido |acessomesdia= ignorado (|acessodata=) sugerido (ajuda); |ultimo= e |autor= redundantes (ajuda); Verifique data em: |ano=, |ano= / |data= mismatch (ajuda)
  10. a b Escritor(es): Tina Fey & Kay Cannon; Director(es): Beth McCarthy-Miller (15 de novembro de 2007). «Somebody to Love». 30 Rock. Temporada 2. Séries 27. Episódio 6. No minuto 22. NBC Universal. NBC 
  11. Mitovich, Matt Webb (2 de Fevereiro de 2007). «It Feels Good to Laugh» (ASPX). TV Guide (em inglês). 1 páginas. Consultado em 15 de Abril de 2011. 
  12. Matheson, Whitney (19 de Abril de 2007). «A chat with ... 30 Rock and SNL star Jason Sudeikis» (HTML). USA Today (em inglês). 1 páginas. Consultado em 15 de Abril de 2011. 
  13. Escritor(es): Jack Burditt; Director(es): Dennie Gordon (8 de março de 2007). «The Fighting Irish». 30 Rock. Temporada 1. Episódio 17. NBC Universal. NBC 
  14. Escritor(es): Matt Hubbard; Director(es): Ken Whittingham (11 de fevereiro de 2010). «Anna Howard Shaw Day». 30 Rock. Temporada 4. Séries 71. Episódio 13. No minuto 23. NBC Universal. NBC 
  15. «30 Rock Anna Howard Shaw Day» (HTML) (em inglês). Yahoo! TV. 1 páginas. Consultado em 11 de Agosto de 2011.  Parâmetro desconhecido |acessoano= ignorado (|acessodata=) sugerido (ajuda); Parâmetro desconhecido |acessomesdia= ignorado (|acessodata=) sugerido (ajuda)
  16. Alan Sepinwall, Alan (4 de Abril de 2010). «30 Rock, 'Verna': Jan Hooks guest-stars» (HTML). The Star-Ledger (em inglês). 1 páginas. Consultado em 11 de Agosto de 2011.  Parâmetro desconhecido |acessoano= ignorado (|acessodata=) sugerido (ajuda); Parâmetro desconhecido |acessomesdia= ignorado (|acessodata=) sugerido (ajuda); |ultimo= e |autor= redundantes (ajuda)
  17. Travis Fickett, Travis (17 de Outubro de 2006). «IGN Interview: 30 Rocks Tracy Morgan» (HTML) (em inglês). IGN. 1 páginas. Consultado em 11 de Agosto de 2011.  Parâmetro desconhecido |acessoano= ignorado (|acessodata=) sugerido (ajuda); Parâmetro desconhecido |acessomesdia= ignorado (|acessodata=) sugerido (ajuda); |ultimo= e |autor= redundantes (ajuda)
  18. Christopher Goodwin, Christopher (11 de Maio de 2008). «And funny with it» (HTML). The Guardian (em inglês). 1 páginas. Consultado em 11 de Agosto de 2011.  Parâmetro desconhecido |acessoano= ignorado (|acessodata=) sugerido (ajuda); Parâmetro desconhecido |acessomesdia= ignorado (|acessodata=) sugerido (ajuda); |ultimo= e |autor= redundantes (ajuda)
  19. «[[Saturday Night Live|Alec Baldwin/Christina Aguilera]]». Saturday Night Live. Temporada 32. Episódio 5. 11 de novembro de 2006. NBC Universal. NBC 
  20. «NBC Ratings Results For The Week Of Feb. 12-18». The Futon Critic. Consultado em 28 de Março de 2007. 
  21. «NBC Ratings Results For The Week Of Feb. 5-11 -- The #1 New Show Of The Season In 18-49, 'Heroes,' Is The Top-Rated Program On Television Monday And The Top-Rated New Series Of The Week In Adults 18-49, 18-34 And 25-54». The Futon Critic. 13 de Fvereiro de 2007. Consultado em 22 de Abril de 2007.  Verifique data em: |data= (ajuda)
  22. Canning, Robert (16 de Fevereiro de 2007). «30 Rock: "The 'C' Word" Review». IGN. Consultado em 28 de Março de 2010. 
  23. Ward, Julia (16 de Fevereiro). «30 Rock: The "C" Word». TV Squad. Consultado em 28 de Março de 2010.  Verifique data em: |data= (ajuda)
  24. Mitovich, Matt (15 de Fevereiro de 2007). «February 15, 2007: "When You Said Hello, You Had Me"». TV Guide. Consultado em 28 de Março de 2010. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]