The Break-Up (30 Rock)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"The Break-Up"
8.º episódio da 1.ª temporada de 30 Rock
Dennis a desligar o televisor quando Liz vê-o no Dateline.
Informação geral
Direção Don Scardino
Escrito por Brett Baer
Dave Finkel
História Claire Cowperthwaite
Produzido por Jerry Kupfer
Jeff Richmond
Direção de fotografia Vanja Černju
Edição Ken Eluto
Código de produção 108
Duração 30 minutos
Transmissão original 14 de Dezembro de 2006
Convidados
Episódios da 1.ª temporada
Cronologia
"Tracy Does Conan"
"The Baby Show"
30 Rock (1.ª temporada)
Lista de episódios

"The Break-Up" é o oitavo episódio da primeira temporada da série de televisão norte-americana de comédia de situação, 30 Rock. Foi escrito pelos co-produtores executivos Brett Baer e Dave Finkel, e dirigido por Scott Ellis. O episódio foi originalmente exibido na National Broadcasting Company (NBC) nos Estados Unidos na noite de 14 de Dezembro de 2006. Os artistas convidados para este episódio incluem Chris Hansen, Rachel Dratch, Keith Powell, Lonny Ross, Dean Winters, Katrina Bowden e Maulik Pancholy.

No episódio, Liz Lemon (interpretada por Tina Fey) finalmente termina o namoro com Dennis Duffy (Winters) e ronda o mundo dos solteiros, onde ela se revela particularmente inepta no acto de namoriscar rapazes, sob a tutela de Jenna Maroney (Jane Krakowski). Enquanto isso, Tracy Jordan (Tracy Morgan) e James "Toofer" Spurlock (Powell) confrontam-se, indo acabar em uma aula de treino de sensibilidade, e Jack Donaghy (Alec Baldwin) namora com um certo "membro afro-americano do alto escalão da Administração Bush".

Em geral, "The Break-Up" foi recebido com opiniões positivas pela crítica especialista em televisão. De acordo com o sistema das Nielsen Ratings, o episódio foi assistido por 5,9 milhões de famílias durante a sua transmissão original, e recebeu uma classificação de 2,8/8 entre os telespectadores do perfil demográfico dos adultos entre os 18 aos 49 anos de idade. Ellis recebeu uma nomeação para um Primetime Emmy Award na categoria de "Melhor Director em Série de Comédia" por "The Break-Up".

Produção[editar | editar código-fonte]

Dean Winters fez uma participação em "The-Break-Up" a interpretar Dennis Duffy, o ex-namorado de Liz.

"The Break-Up" foi escrito pelos produtores executivos da temporada, Brett Baer e Dave Finkel, e dirigido por Scott Ellis.[1] Foi o primeiro episódio escrito por ambos Baer e Finkel, e o primeiro dirigido por Ellis em 30 Rock. Baer e Finkel viriam a colaborar novamente no episódio "Fireworks".[2] "The Break-Up" foi originalmente transmitido na National Broadcasting Corporation (NBC) na noite de 14 de Dezembro de 2006 como o oitavo episódio da série e da primeira temporada.

O actor Dean Winters fez a sua terceira aparição neste episódio como a personagem Dennis Duffy, o agora ex-namorado da personagem de Tina Fey, Liz Lemon. Ele apareceu anteriormente nos episódios "Jack Meets Dennis" e "Tracy Does Conan".[3][4]

Dave Finkel, por sua vez, tem aparecido em 30 Rock em uma sitcom da internet de 10 segundos chamada Makin' It Happen, ao lado da argumentista Kay Cannon. Os dois interpretam um casal (marido e mulher). Uma série de Makin' It Happen foi produzida e os webisódios foram emitidos no sítio da NBC.[5]

Rachel Dratch, parceira de longa data e companheira de comédia de Fey no programa de televisão humorístico Saturday Night Live (SNL), foi originalmente escolhida para interpretar Jenna. Dratch desempenhou o papel no piloto original do seriado, mas em Agosto de 2006, Jane Krakowski foi anunciada como a substituta de Dratch.[6] O produtor executivo Lorne Michaels anunciou que enquanto Dratch não estaria a interpretar uma personagem regular, ela iria aparecer em vários episódios em um papel diferente.[7] Em "The Break-Up", a actriz interpretou Pamela Snew, a terapeuta de grupo da aula de treinamento de sensibilidade de Tracy e Toofer. Esta foi a quinta aparição de Dratch na série.[8] Vários outros membros do elenco do SNL já fizeram uma participação em 30 Rock. Estes membros do elenco incluem: Chris Parnell,[9] Fred Armisen,[10] Kristen Wiig,[10] Will Forte,[11] Jason Sudeikis[12] e Molly Shannon.[13] Ambos Fey e Tracy Morgan fizeram parte do elenco principal do SNL, sendo que Fey foi a argumentista-chefe entre 1999 a 2006.

Chris Hansen, do quadro To Catch a Predator do programa Dateline da NBC, apareceu como ele mesmo neste episódio, onde ele fala sobre Dennis no To Catch a Predator.[14]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Esta secção contém revelações sobre o enredo.

Liz Lemon (Tina Fey) chega em casa e encontra a sua parede cheia de buracos de faca, um dogue alemão a rondar o apartamento, e um completo estranho na sua cama, tudo cortesia de seu namorado, Dennis Duffy (Dean Winters). Ela rompe imediatamente com ele, mas Dennis reclama de direitos de posse, o que resulta em ela dar-lhe uma semana para sair. Liz Jenna Maroney (Jane Krakowski) saem para tentar namoriscar alguns homens, mas sem muito êxito. No dia seguinte, Dennis vai para o escritório da equipa do TGS with Tracy Jordan (TGS) para anunciar que encontrou um novo apartamento e lê uma carta sincera a Liz. A equipa, subitamente, vira-se contra Liz após Dennis sair, e Jenna sugere a ela para voltar a considerar ficar com ele. Jenna sugere fazer uma lista de prós e contras, o que Liz faz. Ela marca uma observação positiva após voltar para casa para descobrir que Dennis limpou o apartamento, colocou prateleiras e um suporte para o televisor, e deixou o jantar pronto. À noite, Dennis retorna com um presente de Natal antecipado para Liz. Ela convida-o a entrar, mas logo de seguida vê-o na televisão no quadro To Catch a Predator do programa Dateline. Como resultado disto, Liz rompe novamente com Dennis, e marca-lo como um engodo.[14]

Enquanto isso, James "Toofer" Spurlock (Keith Powell) está chateado pelo facto de Tracy Jordan (Tracy Morgan) estar a fazer um cross-dressing no TGS porque é humilhante para os afro-americanos. Após um pouco de oposição, Toofer convence Tracy a parar, ao dar a personagem mais feminina para o outro actor, Josh Girard (Lonny Ross). Uma vez que a personagem de Josh é bem recebida, Tracy fica chateado com Toofer. Liz convence Toofer a trabalhar com Tracy. À medida que trabalham juntos, Tracy fica chateado com a suposta falta de "negritude" de Toofer, e carinhosamente chama Toofer por um insulto racial. Na manhã seguinte, Jack Donaghy (Alec Baldwin), Liz, Toofer, e Tracy sentam-se para uma reunião sobre o vocabulário de Tracy na noite do dia anterior. Tracy e Jack salientam que a comunidade afro-americana adoptou a palavra para privá-la do seu significado real. Na tentativa de chegar a Tracy, Toofer diz a palavra novamente, mas em um tom de voz mais agressivo, o que faz com que todos simpatizem com Tracy. Tracy e Toofer vão para uma aula de treinamento da sensibilidade. Durante a aula, começam a discutir, e durante esta mesma, encontram uma ideia para um novo sketch para o TGS. Quando o programa começa a ficar com pouco tempo, Liz oferece a Tracy a opção de colocar o sketch no ar ou um outro do programa de culinária de Star Jones. Tracy escolhe a segunda opção. Toofer inicialmente fica chateado, mas concorda com a decisão do seu colega quando repara que o sketch é engraçado.[14]

Em um sub-enredo, Jack secretamente namora com Condoleezza Rice, mas fica chateado quando vê Vladimir Putin a tocar as suas costas. Depois de ser colocado em espera por Condoleezza, Jack entra na casa-de-banho e encontra Dennis lá. Dennis, a encontrar em Jack uma alma gémea, partilha a sua compreensão de seu relacionamento, o que motiva Jack fazer-se de difícil. Como resultado, Jack rompe com Condoleezza.[14]

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Repercussão[editar | editar código-fonte]

De acordo com o sistema de mediação de audiências Nielsen Ratings, "The Break-Up" foi assistido por 5,9 milhões de lares norte-americanos durante a sua transmissão original.[15] Recebeu também uma classificação 2,8/8 no perfil demográfico dos telespectadores entre os 18 aos 49 anos de idade.[16] Isto significa que ele foi visto por 5,9% de todas as pessoas de 18 a 49 anos de idade, e por 8% de todas as pessoas de 18 a 49 anos de idade a assistirem à televisão no momento da transmissão.[15] Esta foi uma diminuição em relação ao episódio anterior, "Tracy Does Conan", que foi assistido por 6,84 milhões de telespectadores norte-americanos.[17]

O contribuinte do IGN, Robert Canning, disse que "The Break-Up" foi "bem feito" e notou que haviam "[b]ons set ups e boa execução" e que "nos deu uma boa comédia", como tinha "muito para trabalhar com". No que diz respeito à história de Liz e Dennis, Canning admitiu que enquanto ela foi engraçada, era "bastante estereotipada". Ele comentou que a relação de Jack com Condoleezza Rice no episódio foi "um grande conceito" e "ofereceu um bom número de risadas", porém, "nunca se tornou tão inteligente quanto parecia ser". Canning deu ao episódio a avaliação de seis estrelas e meia a partir de uma escala de dez (6.5 de 10 estrelas.).[18] Matt Webb Mitovich, para a TV Guide, falou bem do episódio, a relatar: "Agora é isto do que eu estou a falar. A integração do elenco de segunda linha, múltiplas histórias acontecendo, intimações, Condoleezza Rice, que gosta de sexo por telefone... Mais uma semana de vencimento para 30 Rock da NBC." Mitovich gostou do facto de Jack estar em um relacionamento com Rice, escrevendo que um outro show "iria construir [o] episódio todo em torno deles", mas que 30 Rock, "tornou muito mais engraçado, jogando-a no fundo e, portanto, começando a ser mais ultrajante com ela".[19] Julia Ward da TV Squad da AOL escreveu que Alec Baldwin "sempre bate a bola para fora do parque na frente de agir", mas observou que "o melhor material" neste episódio pertenceu à história de Tracy e Toofer. "O show tem uma tendência a telegrafar seus trocadilhos, mas foi bom ter as diferenças dos dois homens resolvida por encontrar a graça em um sketch de Jones Star/excessivo vómito". Ward foi delicada com Jane Krakowski, observando que o seu "horário cómico" em "The Break-Up" foi "impecável como de costume, mas seria bom ver seu personagem ficar um pouco mais tridimensional".[20] Amy Amatangelo do Boston Herald apreciou a aparição de Dean Winters no show, citando que ele faz um "volta hilária" como Dennis,[21] enquanto que Mike McDaniel do Houston Chronicle opinou que Winters tinha um "roubo-de-[c]ena e um papel hilariante" na série.[22]

Scott Ellis, o director do episódio, recebeu uma nomeação na 59ª Edição Anual dos Primetime Emmy Awards na categoria "Melhor Direcção em Série de Comédia" em 2009.[23]

Notas de rodapé

  1. «30 Rock — The Break Up». Yahoo! TV. Consultado em 15 de Abril de 2011. 
  2. Escritor(es): Brett Baer, Scott Ellis; Director(es): Beth McCarthy-Miller (5 de abril de 2007). «Fireworks». 30 Rock. Temporada 1. Episódio 18. NBC Universal. NBC 
  3. Escritor(es): Jack Burditt; Director(es): Juan José Campanella (30 de Novembro de 2006). «Jack Meets Dennis». 30 Rock. Temporada 1. Episódio 6. NBC Universal. National Broadcasting Company 
  4. «30 Rock on NBC — Tracy Does Conan». The Futon Critic. Consultado em 15 de Abril de 2011. 
  5. Jack McBrayer (2007). 30 Rock: Season One DVD commentary for the episode "Fireworks" (DVD). NBC Universal. Em cena em 01:47. Those are two of our writers. That was Dave Finkel and Kay Cannon, in fact Dave Finkel and Brett Baer are a writing team that original penned this episode. 
  6. «'Ally' Cat Krakowski Joins '30 Rock'». Zap2it. 17 de Agosto de 2006. Consultado em 16 de Outubro de 2007. 
  7. Schneider, Michael (14 de Agosto de 2006). «Inside Move: Dratch latched to multiple Rock roles». Variety. Consultado em 2 de Março de 2008. 
  8. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome rachel dratch
  9. Barrett, Annie (7 de Dezembro de 2006). «What SNL alums besides Chris Parnell should guest on 30 Rock. Entertainment Weekly. Consultado em 215 de Abril de 2011.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  10. a b Canning, Robert. «30 Rock: "Somebody to Love" Review». IGN. Consultado em 15 de Abril de 2011. 
  11. Webb Mitovich, Matt (2 de Fevereiro de 2007). «February 1, 2007: "It Feels Good to Laugh"». TV Guide. Consultado em 15 de Abril de 2011. 
  12. Matheson, Whitney (19 de Abril de 2007). «A chat with ... 30 Rock and SNL star Jason Sudeikis». USA Today. Consultado em 15 de Abril de 2011. 
  13. Escritor(es): Jack Burditt; Director(es): Dennie Gordon (8 de março de 2007). «The Fighting Irish». 30 Rock. Temporada 1. Episódio 17. NBC Universal. NBC 
  14. a b c d Escritor(es): Brett Baer, Dave Finkel; Director(es): Scott Ellis (14 de dezembro de 2006). «The Break-Up». 30 Rock. Temporada 1. Séries 8. Episódio 8. NBC Universal. NBC 
  15. a b «NBC Is #2 For The Week In Adults 18-49». The Futon Critic. 19 de Dezembro de 2006. Consultado em 15 de Abril de 2011. 
  16. «Nielsen primetime ratings report». Daily Variety. 25 de Dezembro de 2006. Consultado em 15 de Abril de 2011. 
  17. Kissell, Rick (12 de Fevereiro de 2006). «Prime week for NBC, CBS». Variety. Consultado em 15 de Abril de 2011. 
  18. Canning, Robert (15 de Dezembro de 2006). «30 Rock: "The Break-Up" Review». IGN. Consultado em 15 de Abril de 2011. 
  19. Mitovich, Matt (14 de Dezembro de 2006). «December 14, 2006: "Liz Is the Dog, and I Am My Feet"». TV Guide. Consultado em 15 de Abril de 2011. 
  20. Ward, Julia (15 de Dezembro de 2006). «30 Rock: The Break-Up». TV Squad. Consultado em 15 de Abril de 2011. 
  21. Amatangelo, Amy (3 de Dezembro de 2006). «Watch This!». Boston Herald 
  22. McDaniel, Mike (27 de Dezembro de 2006). «Television — Oz alums prove their weight». Houston Chronicle: 1 
  23. «Mayor's Office of Film, Theatre & Broadcasting». Mayor's Office of Film, Theatre & Broadcasting. 1 de Agosto de 2007. Consultado em 15 de Abril de 2011. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal.svg A Wikipédia possui o
Portal 30 Rock