Preconceito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Preconceito é uma opinião desfavorável que não é baseada em dados objetivos[1], mas que é baseada unicamente em um sentimento hostil motivado por hábitos de julgamento ou generalizações apressadas.[2] A palavra também pode significar uma ideia ou conceito formado antecipadamente e sem fundamento sério ou imparcial.[1] O preconceito pode ocorrer para com uma pessoa ou um grupo de pessoas de determinada afiliação política, sexo, género, crenças, valores, classe social, idade, deficiência, religião, sexualidade, identidade de género, raça/etnia, linguagem/língua, nacionalidade, beleza, ocupação, educação, criminalidade, apoio a uma equipa desportiva ou outras características pessoais. Neste caso, refere-se a uma avaliação positiva ou negativa de outra pessoa baseada na perceção da associação de grupo dessa pessoa.[3]

Gordon Allport definiu preconceito como um «sentimento, favorável ou não, para com alguém ou algo anterior a, ou não baseada na verdadeira experiência».[4] Auestad (2015) define preconceito como caracterizado pela transferência simbólica, transferência de um conteúdo de significado carregado de valor a uma categoria formada socialmente e então a indivíduos que são considerados pertencentes a tal categoria, resistência a mudança e sobregeneralização.[5]

Ver também

Referências

  1. a b S.A, Priberam Informática. «Consulte o significado / definição de preconceito no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, o dicionário online de português contemporâneo.». dicionario.priberam.org. Consultado em 22 de dezembro de 2018 
  2. Infopédia. «Definição ou significado de preconceito no Dicionário Infopédia da Língua Portuguesa». Infopédia - Dicionários Porto Editora. Consultado em 22 de dezembro de 2018 
  3. Dovidio, J. F., & Gaertner. S. L. (2010). "Intergroup bias". In S. T. Fiske, D. T. Gilbert, & G. Lindzey (Eds.), The Handbook of Social Psychology (5th ed., Vol. 2). New York: Wiley.
  4. Rosnow, Ralph L. (Março 1972). «Poultry and Prejudice». Psychologist Today. 5 (10): 53–6 
  5. Lene, Auestad. Respect, plurality, and prejudice : a psychoanalytical and philosophical enquiry into the dynamics of social exclusion and discrimination. Londres: Karnac. p. xxi–xxii. ISBN 9781782201397. OCLC 904650092 

Bibliografia

  • BACILA, Carlos Roberto. Criminologia e Estigmas: Um estudo sobre os Preconceitos. São Paulo: Gen Atlas, 2016.


Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.