Bluejacking

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em segurança informática, o termo bluejacking se refere a uma técnica consistente em enviar mensagens não solicitadas entre dispositivos Bluetooth, como por exemplo telemóveis, PDAs ou portáteis. A tecnologia Bluetooth tem um alcance limitado de uns 10 metros normalmente em dispositivos pequenos (como telemóveis) no entanto outros aparelhos maiores (como portáteis) com transmissores mais potentes podem alcançar os 100 metros.

Há quem pensa que o termo bluejacking vem de Bluetooth e "hijacking". No entanto um bluejacker não intersecta nada: unicamente utiliza uma característica no seu dispositivo, e no do receptor. Ambas partes mantém o controlo quase absoluto sobre o seu dispositivo, e o bluejacker não pode fazer quase nada.

Bluejacking é bastante inofensivo, mas como muita gente não sabe o que ocorre pensam que o seu telemóvel tem um vírus ou alguém entrou nele. Normalmente um bluejacker só enviará uma mensagem de texto, no entanto nos modelos de telemóveis mais recentes é possível enviar também imagens e som.

Actualmente há vários programas utilizados para esta práctica (como Bluetooth Messenger, Easy Jack, etc.), no entanto o mais utilizado é Mobiluck. Agora se está a começar a utilizar BT Info, que faz muitas mais coisas: apaga o telemóvel da víctima, explora a sua agenda e os seus SMS, e até pode chamar e enviar mensagens.