Boys on the Side

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Boys on the Side
Homens a parte (PT)
Somente Elas (BR)
 Estados Unidos
1995 •  115 min 
Direção Herbert Ross
Produção Herbert Ross
Arnon Milchan
Steven Reuther
Roteiro Don Roos
Elenco Whoopi Goldberg
Mary-Louise Parker
Drew Barrymore
Gênero Drama
Música David Newman
Cinematografia Donald E. Thorin
Edição Michael R. Miller
Distribuição Warner Bros.
Lançamento Estados Unidos 3 de fevereiro de 1995[1]
Brasil 19 de maio de 1995[2]
Idioma Inglês
Orçamento US$ 21,000,000
Receita US$ 23,440,188 (EUA)
Página no IMDb (em inglês)

Boys on the Side (Somente Elas (título no Brasil) ou Homens à Parte (título em Portugal)) é um filme de comédia dramática norte-americano dirigido por Herbert Ross. Lançado em 1995, foi protagonizado por Whoopi Goldberg, Drew Barrymore e Mary-Louise Parker como três amigas em uma viagem cross-country.[3] O roteiro foi escrito por Don Roos.[4]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Três mulheres únicas embarcam em uma viagem de cross country: Jane, uma cantora lésbica, em busca de uma nova vida depois de romper com sua namorada e ser demitida; Holly, uma garota grávida que só quer escapar de seu namorado brutal; e Robin, uma agente imobiliária tensa que tem seus próprios segredos (ou seja, infectados pelo HIV).

Robin coloca um anúncio no jornal que está procurando um companheiro de viagem para acompanhá-la em uma viagem de cross country para a Califórnia. Jane responde o anúncio e concorda em se juntar a Robin depois que seu carro é rebocado durante a reunião. Jane e Robin saem de Nova York e viajam por Pittsburgh para levar o amigo de Jane, Holly, para almoçar. Eles tropeçam em uma briga entre Holly e seu namorado abusivo, Nick, com algumas drogas desaparecidas.

Eles deixaram-no lá encostado a uma cadeira com uma fita depois que Holly o atingiu na cabeça com um bastão para impedir que ele atacasse Jane. Mais tarde, ele se liberta da cadeira, tropeça no chão, cai e bate sua cabeça no morcego e morre. Os três viajantes improváveis, então, formam uma amizade especial na jornada que os vê em tempos trágicos.

Depois de descobrir que Nick está morto e que Holly está grávida, as três mulheres decidem continuar em todo o país e acabar em Tucson, Arizona, quando Robin deve ser hospitalizado. Eles decidem ficar em Tucson, esperando começar uma nova vida. No entanto, Jane tem uma paixão secreta por Robin, Holly apaixona-se e finalmente confessa a um policial local chamado Abe Lincoln (Matthew McConaughey), e Robin encontra a coragem de encarar sua morte iminente.

Pouco depois de Jane e Robin terem caído sobre Jane dizendo a um barman amigável (James Remar) que estava interessado em Robin que ela tem HIV, Holly é presa por Abe. Ela é levada de volta a Pittsburgh para enfrentar as conseqüências de suas ações. O retorno a Pittsburgh envolve Robin e Jane fazendo paz um com o outro na "Bridge of Sighs" do tribunal, enquanto a polícia de Pittsburgh processa Holly.

Passam alguns meses, em Tucson, Holly é livre e com Abe e sua filha, que é uma festa para toda a família e amigos. Robin está agora mais longe junto com a AIDS e não se espera que viva muito mais. A festa pede a Robin que cante a música de Roy Orbison "You Got It" enquanto ela interpretava aquela música em um concurso Star Search; embora fraco, ela consegue cantar com Jane apoiando seu canto.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «FILM REVIEW; Another Buddy Story, With a Twist or Two». The New York Times. 3 de fevereiro de 1995. Consultado em 6 de março de 2018. 
  2. «Goldberg lidera comunidade feminista». Folha de São Paulo. 19 de maio de 1995. Consultado em 6 de março de 2018. 
  3. «Somente elas». AdoroCinema. Consultado em 1 de maio de 2016. 
  4. «FILM REVIEW; Another Buddy Story, With a Twist or Two» (em inglês). NY Times. Consultado em 1 de maio de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]