Brandon Iron

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Brandon Iron.

Brandon Iron (14 de julho de 1968, Alberta Canadá)[1] é um ator e diretor pornográfico canadense.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ator[editar | editar código-fonte]

O primeiro filme de Iron foi Ashley Nicole chamado Bonfire of the Panties em 1991, todavia ele não começou a se dedicar inteiramente aos filmes até 1997.[1]

Produtor e Diretor[editar | editar código-fonte]

Iron é criador de duas vídeo franquias de sadomasoquismo, Slap Happy e I Love it Rough.

Iron dirigiu diversos filmes para a Platinum X Pictures, uma companhia ligado a Red Light District Video.[2] Sua linha de filmes Gonzo incluem filmes como Baker's Dozen, Intensities in 10 Cities, A Good Source of Iron, I Love it Rough, Photographic Mammaries, Ten Little Piggies e 50 to 1. Em alguns dos seus trabalhos mais antigos, ele assinava como "Brandon Irons" ou "Alek James Hidell".[3] O último nome era um codinome de Lee Harvey Oswald.

Desde novembro de 2007 os filmes da Brandon Iron Productions são distribuídos pela JM Productions.[4] Iron é um dos co-proprietários da Ironwood Productions com o seu colega Mark Wood.[5]

Filmes[editar | editar código-fonte]

Slap Happy[editar | editar código-fonte]

Slap Happy é uma série de filmes sadomasoquistas, criado e dirigido por Iron e distribuído pela Extreme Associates. As cenas são filmadas em estilo gonzo e apresentam dominação masculina. Iron é ator solo em todas as cenas. Todas as cenas apresentam Iron e uma outra atriz realizando sexo oral. Iron geralmente segura a cabeça da atriz e força o pênis em irrumatio enquanto a estapeia e a agride verbalmente continuadamente. Em certas cenas, a mulher vomita durante a relação. Iron originalmente ofereceu a série para 34 companhias diferentes até a Rob Black of Extreme Associates aceitar distribuí-la.[5]

Iron alega que quando a Rob Black pediu que ele dirigisse Slap Happy 5 a conpnhia não havia pago a ele por nenhum dos filmes anteriores.[6] Consequentemente ele rompeu com a empresa. Iron também afirma que a companhia por varias vezes emitiu cheques sustados, sendo que os pagamentos sempre atrasavam.[6] Ele também critica a informação no site da Extreme que Jewel De'Nyle teria cometido incesto com seu pai, alem de acrescentar que a empresa não paga seus tributes ao governo.[6]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Vencidos[editar | editar código-fonte]

Indicações[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «About Brandon». pornstarnetwork.com. Consultado em 16 de maio de 2009 
  2. Anne Winter (22 de agosto de 2007). «Red Light District». XBIZ. Consultado em 26 de abril de 2009 
  3. [1]
  4. «Brandon Iron Joins JM Productions». XBIZ. Consultado em 30 de março de 2009 
  5. a b rogreviews.com
  6. a b c Steve C (3 de agosto de 2002). «13 QUESTIONS with SLAP HAPPY CREATOR, BRANDON IRON». foundrymusic.com. Consultado em 26 de abril de 2009 
  7. «AVN Awards Past Winners». AVN.com. Consultado em 8 de agosto de 2007 
  8. «Previous Winners and Noms - 2002 & Before». X-Rated Critics Organization. Consultado em 17 de outubro de 2008 
  9. «XRCO». XRCO.com. Consultado em 8 de agosto de 2007 
  10. «Yearly Winners & Noms». X-Rated Critics Organization. Consultado em 17 de outubro de 2008 
  11. «2008 AVN AWARDS WINNERS ANNOUNCED». AVN. Consultado em 12 de março de 2009 
  12. «2005 AVN AWARDS NOMINATIONS». AVN Awards. Cópia arquivada desde o original em 14 de novembro de 2004. Consultado em 5 de novembro de 2007 
  13. «2005 AVN Awards Nominations» (PDF). AVN.com. Consultado em 8 de agosto de 2007 
  14. Jared Rutter (22 de novembro de 2006). «2007 AVN Awards Nominations Announced». AVN.com. Consultado em 6 de agosto de 2007 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Brandon Iron