Brasão de armas da Zâmbia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Brasão de armas de Zâmbia
Brasão de armas de Zâmbia
Detalhes
Detentor República da Zâmbia
Adoção 22 de outubro de 1964
Timbre Águia sobre uma enxada cruzada com uma picareta.
Escudo Sable
Suportes Homem nativo em trajes ocidentais; Mulher nativa em trajes nacionais.
Base Gramado e uma espiga de milho ao centro.
Lema One Zambia. One Nation
(Uma só Zâmbia, uma só nação)
Versões anteriores
(1939-1953)

O brasão de armas da Zâmbia foi adotado em 24 de Outubro de 1964 quando a República da Zâmbia alcançou a sua independência. Este brasão é adaptado a partir das armas da Colônia da Rodésia do Norte, que datam de 1928. A águia representa a liberdade e a conquista da liberdade e a esperança no futuro da nação. O protetor é uma representação das Quedas de Vitória com a água em cascata ao longo do escudo nas cores branca e negra. A cor negra simboliza a população africana e a sua ligação com o rio Zambeze, do qual deriva o nome do país. O brasão também tem símbolos que representam os recursos naturais da Zâmbia, minerais e mineração, agricultura e vida selvagem, todos os recursos naturais. O escudo é apoiado por dois tenentes que representam o homem e a mulher comum da nação. O lema, escrito em inglês, "Uma só Zâmbia, uma só nação", faz referência à unidade e pacificidade das tribos, e também que apesar dos problemas nacionais,os zambianos ainda tem esperança de paz em sua nação.

O escudo também assumiu um campo no escudo do brasão da Federação da Rodésia e Niassalândia entre 1954 e 1963.

Ícone de esboço Este artigo sobre heráldica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.