Brose Bamberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Brose Bamberga
Brose Bamberga logo
Ligas Alemanha BBL
União Europeia Liga dos Campeões
Fundação 1955 (63 anos)
História 1.FC 01 Bamberg
(1955–1988)
TTL Bamberg
(1988–1995)
TTL uniVersa Bamberg
(1995–2000)
TSK uniVersa Bamberg
(2000–2003)
GHP Bamberg
(2003–2006)
Brose Baskets Bamberg
(2006–2016)
Brose Bamberg
(2016-presente)
Arena Brose Arena
Arena Capacidade 6.249
Localização Bamberga, Alemanha
Cores               
Presidente Norbert Sieben
Treinador Itália Luca Banchi
Capitão do Time Alemanha Elias Harris
Proprietário Bamberger Basketball GmBH
Afiliações(s) Baunach Young Pikes
Títulos 9 Nacional
5 Copa da Alemanha
5 Supercopa
Números Aposentados 2 (5, 23
Material esportivo Itália Macron
Patrocinador Principal Alemanha Brose
Website brosebamberg.de
Uniformes
Kit body redsides.png
Em casa jersey
Kit shorts redsides.png
Team colours
Em casa
Kit body whitesides.png
Fora jersey
Kit shorts whitesides.png
Team colours
Fora
Kit body whitesides.png
Alternativo jersey
Kit shorts whitesides.png
Team colours
Alternativo

Brose Baskets Bamberg‏‎ é um clube de basquetebol alemão da cidade de Bamberg. Até hoje o clube sagrou-se campeão da Bundesliga em seis ocasiões e em quatro oportunidades foi campeão da Copa da Alemanha. Atualmente disputa além da Beko Basketball Bundesliga também a Eurocup em nível continental. O Proprietário da franquia e seu administrador é o Bamberger Basketball GmbH.

História[editar | editar código-fonte]

1955–2003: Primeiros anos de Bundesliga[editar | editar código-fonte]

O 1. FC 01 Bamberg clube de basquetebol foi promovido para a Bundesliga em 1970. Em 1988 depois rebaixado e promovido duas vezes (rebaixado em 1979 e 1983, promovido em 1982 e 1984, com uma situação financeira à beira da bancarrota, o FC 01 Bamberg decidiu dividir a sessão de basquetebol para formar um novo clube, o TTL Basketball Bamberg. TTL que é a sigla para Tapeten-Teppichboden-Land, que é uma empresa de papéis de parede e carpetes. Pela primeira vez o clube nomeava seu time de basquetebol com o nome do patrocinador. A partide de 1995, o time passou a se chamar TTL uniVersa Bamberg após uniVersa Versicherungen, uma companhia de seguros. Em 1992, o clube venceu pela primeira vez a Copa da Alemanha, que foi seu primeiro troféu.

Em 2000, novamente com dificuldades financeiras, o time foi resgatado pela Companhia TSK e mudou seu nome para TSK uniVersa Bamberg.

2003–2006: Primeira Bundesliga[editar | editar código-fonte]

Durante as temporadas de 2003-04 a 2005-06, o time disputou a Bundesliga como GHP Bamberg, em virtude do seu patrocinador. A equipe que havia sido vice campeão duas vezes, venceu a Bundesliga pela primeira vez na temporada 2005-06, classificando-se assim para a Euroliga onde conseguiu chegar até o TOP 16 (2ª fase de grupos). Nesta mesma temporada chegaram a final da Copa da Alemanha e nas semifinais da Bundesliga.

2006–2009: Primeiros anos como Brose Baskets[editar | editar código-fonte]

No início da temporada 2007-2007, o clube trocou seu nome para Brose Baskets para refletir que a Brose Fahrzeugteile GmbH havia se tornado patrocinador principal. Isto foi na temporada que o clube venceu pela segunda vez a Bundesliga. Em 2007-2009 não conseguiu o mesmo êxito alcançado na temporada anterior e foi eliminado ainda na primeira fase da Euroliga, vencendo apenas dois jogos. Em Maio de 2008, o Brose Baskets falhou na defesa do título da Bundesliga ao ser derrotados nas quartas de finais pelo EWE Baskets Oldenburg. Uma semana depois o treinador Dirk Bauermann anunciou sua demissão.

Em 2 de Junho de 2008, Chris Fleming assinou contrato de três temporadas como treinador da equipe. Ele já havia cruzado o caminho do Brose Baskets nas finais de 2007 quando treinava o Artland Dragons. Fleming, um americano que tinha 38 anos na época.[1] Seu assistente de longa data, Arne Woltmann, também juntou à comissão técnica, vindo do Quakenbrück.“[2]

O primeiro ano sob o comando do novo treinador foi de muita dificuldade, e o clube apenas se classificou para os Playoffs entre os oito melhores dois pontos a mais que o nono colocado. No entanto superaram-se ao vencer os segundo colocados na temporada regular, MEG Gottingen, mas não conseguiram se impor contra o Oldenburg, que acabou sagrando-se campeão da Bundesliga naquela temporada. No ano seguinte, não foram bem na temporada regular, mas o suficiente para classificarem-se em quinto lugar para os Playoffs. Disputando a Copa da Alemanha, a equipe classificou-se para o Final Four e em disputa em Frankfurt, contra os donos da casa Skyliners, venceram por 1 ponto e trouxeram a taça para Bamberg novamente depois de 18 anos. Na disputa dos Playoffs da Bundesliga, Bon e Braunschweig, que já haviam vencido Oldenburg anteriormente, não trouxeram problemas para o Bamberg e este se classificou para as finais contra o Frankfurt Skyliners. O Brose Baskets perdeu o primeiro jogo em casa, mas venceu os dois próximos jogos virando a série para 2:1, Frankfurt venceu o próximo jogo em Bamberg, mas o Brose Baskets fechou a série vencendo por 72:70 e sagrando-se campeão das duas maiores competições da Alemanha na mesma temporada.

2010–2011: Defendendo os títulos da Alemanha[editar | editar código-fonte]

Para a Temporada 2010-11, o Brose Baskets manteve a maior parte de seu plantel e fez algumas adições estratégicas. Com a equipe afinada, passou a dominar a Temporada Regular perdendo apenas dois jogos em 34 disputados. Na Copa da Alemanha defendeu seu título diante do Braunschweig na final em Bamberg pelo placar de 69:66. Pela disputa das quartas de finais da Bundesliga venceu facilmente o Eisbären Bremerhaven. Nas semifinais perderam duas partidas para a surpresa da Liga, o Artland Dragons, e só alcançou a classificação no derradeiro quinto jogo. Na final contra o ALBA Berlin, o Brose Baskets novamente mostrou as mesmos problemas de marcação de perímetro. Os berlinenses dominaram a partida durante boa parte na Stechert Arena, no entanto no quarto final o Brose Baskets foi capaz de virar o jogo numa clara vitória por 72:65. Durante toda a temporada não perdeu qualquer partida em casa e sagrou campeão da Bundesliga e da Copa da Alemanha.

2011–2012: Hegemonia em Solo Alemão[editar | editar código-fonte]

A espinha dorsal do elenco campeão da temporada anterior foi mantida e outras grandes contratações foram feitas. Ao término da Temporada Regular a equipe havia perdido apenas quatro partidas em 34 jogos. Venceu novamente o a Copa da Alemanha. Na Bundesliga avançou nas quartas de finais vencendo o Telekom Baskets Bonn com 3:1 na série de playoff, após ser surpreendido no primeiro jogo em casa, sendo a primeira derrota em 49 jogos em casa. Nas semifinais "varreu" o Artland Dragons, vencendo os três jogos da série melhor de cinco, mesmo que aconteceu na final contra o Ratiopharm Ulm. Esta foi a terceira "dupla-vitória" do Brose Baskets. Graças ao sucesso, os destaques da equipe conseguiram contratos com cifras maiores, como por exemplo Tibor Pleiß e Marcus Slaughter transferidos para a Espanha, Brian Roberts e P.J. Tucker ingressaram à NBA, e Predrag Šuput transferido para o Cedevita Zagreb da Croacia.

2012–2013: Sexto título Alemão[editar | editar código-fonte]

Como na temporada passada, foi possível manter a equipe principal unida em 2012/13, mas as lesões durante a temporada levaram a uma série de mudanças, o que enfraqueceu a equipe. No entanto, Brose Baskets terminou a Temporada Regular da Beko BBL no topo da tabela, com 26 vitórias. Em contraste com os anos anteriores, a equipe não conseguiu passar pela pré-eliminatória da Copa da Alemanha, perdendo 69:77 em casa para FC Bayern München. Na Bundesliga, O Brose Basket enfrentou o Phoenix Hagen, vencendo-lhes por 3:1 classificando-os para a semifinal dos playoffs. Aqui eles vieram para cima, frente ao FC Bayern München, que eles conseguiram bater 3: 2, depois de cinco jogos. Isso significa que eles foram para a final pela quarta vez consecutiva. Aqui os campeões dos três anos anteriores enfrentaram o EWE Baskets Oldenburg. Brose Baskets venceu 3: 0 em três jogos seguidos, sagrando-se campeão da Bundesliga pela quarta vez consecutiva e sexta vez em sua história.

2013–2014: Temporada desapontadora[editar | editar código-fonte]

Disputando a Temporada Regular o Brose Basket pela primeira vez em 5 anos nao se classificou em primeiro lugar e no cruzamento de playoff das quartas de finais enfrentou o Artland Dragons que havia ficado em sexto lugar. Os Dragões eliminaram a equipe de Bamberg por 3:1 na série[3] O time também falhou em classificar se para a final da Copa da Alemanha, bem como não fizeram boa campanha na Euroliga. Após o termino da Temporada o clube encerrou o contrato com seu treinador Chris Fleming.[4] Os veteranos de longas temporadas pelo clube, John Goldsberry e Casey Jacobsen encerram suas carreiras e tiveram sua numeração retirada da camisa do clube em sua homenagem.[5]

Elenco 2014-15[editar | editar código-fonte]

Brose Baskets
Jogadores Comissão Técnica
Pos. # País Nome Altura Nascimento Último Clube
C 4 Croácia Dalibor Bagarić 2 16 m 7/02/1980 Líbia Al-Ahli Benghazi
G/F 7 Estados Unidos Ryan Thompson 1 98 m 9/06/1988 Bélgica Telenet Oostende
SG 9 Alemanha Karsten Tadda 1 91 m 2/11/1988 Alemanha TSV Tröster Breitengüßbach
PF 10 Alemanha Daniel Theis 2 03 m 4/04/1992 Alemanha Ratiopharm Ulm
G 11 Estados Unidos Bradley Wanamaker 1 93 m 25/07/1989 Itália Pistoia Basket 2000
G 12 Alemanha Daniel Schmidt 1 85 m 3/10/1990 Alemanha Bike-Cafe Messingschlager Baunach
PG 13 Estónia Jānis Strēlnieks 1 91 m 1/09/1989 Ucrânia Budivalnyk Kiev
PF 15 Estados Unidos Josh Duncan 2 03 m 12/05/1986 Israel Hapoel Jerusalem
SG 17 Alemanha Andreas Obst 1 91 m 13/07/1996 Alemanha Bike-Cafe Messingschlager Baunach
PF 20 Alemanha Elias Harris 2 03 m 6/07/1989 Estados Unidos Los Angeles D-Fender (D-League)
C 21 Estados Unidos Trevor Mbakwe 2 03 m 24/01/1989 Itália Virtus Roma
PF 22 Lituânia Mindaugas Katelynas 2 06 m 16/05/1983 Turquia Trabzonspor
G 25 Estados Unidos Carlon Brown 1 98 m 4/10/1989 Israel Hapoel Tel Aviv
F 32 Alemanha Johannes Thiemann 2 03 m 9/02/1994 Alemanha Bike-Cafe Messingschlager Baunach
Técnico
  • Itália Andrea Trinchiere
Auxiliar Técnico
  • Grécia Ilias Kantsouris
  • Itália Sandro Bencardino
Outros Membros



Legenda
  • (C) Capitão
  • (S) Suspenso
  • (J) Juvenil
  • (INJ) Contundido

Elenco
• Última atualização: 03/03/2015

Títulos[editar | editar código-fonte]

Campeões (9): 2004–05, 2006–07, 2009–10, 2010–11, 2011–12, 2012–13, 2014-15, 2015-16 e 2016-17
Vice-campeões (3): 1992–93, 2002–03, 2003–04
Campeões (5): 1992, 2006, 2010, 2011, 2012
Campeões (4): 2007, 2010, 2011, 2012
Vice-campeões (1): 2013
Promoção (2): 1970, 1982

Referências

  1. «Fleming, Chris». Consultado em 19 de março de 2014 
  2. «Club-Trainer und Baskets-Coach im Gespräch». Consultado em 19 de março de 2014 
  3. «Brose Baskets Aus im Viertelfinale». Schoenen-dunk.de. Consultado em 28 de Maio de 2014 
  4. «Brose Baskets trennen sich von Chris Fleming». Sportal.de. Consultado em 28 de Maio de 2014 
  5. «Goodbye, John & Casey!». Brosebaskets.de (em alemão). Consultado em 28 de Maio de 2014